Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Weverton manifesta apoio à Greve Nacional da Educação

O senador Weverton (PDT-MA) manifestou apoio, nesta quarta-feira (15), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), à Greve Nacional da Educação, que reúne estudantes e profissionais do ensino básico e superior em defesa da educação, ciência e tecnologia, e da liberdade de ensinar e aprender.

De acordo com o parlamentar, a manifestação, que acontece em diversas cidades do país, é fundamental para garantir que a educação seja prioridade no país.

Se é para cortar, corta-se o dinheiro que está pagando dívida, bilhões e trilhões por ano para os bancos. Cortam-se outros excessos, mas da educação, realmente, foi um golpe duro contra a nossa juventude”, afirmou.

“Nós iremos aqui nos somar a essa luta das universidades e dos institutos federais que estão aí prejudicados. Só no Maranhão, por exemplo, foram anunciados R$ 65 milhões de reais de corte, tanto na UFMA (Universidade Federal do Maranhão), quanto no IFMA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão). Nós, claro, vamos lutar para que sejam retomados esses recursos”, explicou o senador.

O bloqueio total de despesas do MEC anunciado até agora é de R$ 7,4 bilhões. Nas universidades federais, chega a R$ 2 bilhões, o que representa 30% da verba discricionária. O corte, segundo o governo, foi aplicado sobre gastos não obrigatórios, como água, luz, terceirizados, obras, equipamentos e realização de pesquisas.

Pacote de chantagens – Para Weverton, esse corte tem como objetivo pressionar os congressistas para a aprovação da Reforma da Previdência.

“A impressão que dá é que se começa a montar um pacote de chantagens contra o Congresso Nacional. Ou você me dá isso ou eu tomo tudo de vocês e do povo brasileiroDizer que só vai devolver este recurso se aprovar a reforma é chantagem sim! E nós não podemos aceitar chantagear a educação com dinheiro”, enfatizou.

O senador falou ainda que é importante o Congresso adotar uma postura em defesa da educação no país. “Nós precisamos, em todas as comissões, no Plenário, nos unir à Câmara dos Deputados, que ontem convocou o ministro da educação no Plenário da Câmara, para defender esta área tão importante para o desenvolvimento do Brasil. Todos precisam fazer a sua parte. Nós temos que dar a nossa contribuição”.

A presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS), elogiou a postura do senador Weverton e reiterou a importância de todos se unirem a favor da educação. “Parabenizo o senador Weverton que abordou esse tema. Temos que pensar de que forma o Senado e a Câmara podem contribuir para convencer o governo federal, o ministro da Educação de que é preciso rever este corte. Isso pode levar, até o meio do ano, a nós não termos mais condições de abrir as nossas universidades e de darmos ao cidadão aquilo que é fundamental para a própria cidadania: a educação”, afirmou Tebet.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Estudo de professor da UFMA aponta tendência de estabilização de casos de coronavirus em São Luís
Mesmo totalmente focado no combate a covid-19, nome de Flávio Dino ganhar força para a sucessão presidencial
Deputado reage à fala de Eduardo Bolsonaro sobre ruptura e sugere apuração no Conselho de Ética
43% dos brasileiros rejeitam governo Bolsonaro, diz pesquisa Datafolha
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz