Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz
  • Jorge Vieira
  • 26/fev/2021

Bloco Parlamentar Democrático pode ser embrião da pré-candidatura de Brandão no legislativo estadual

Pré-candidato ao governo do estado em 2022, o vice-governador Carlos Brandão (PRB) já conta com uma espécie de embrião de sua candidatura no legislativo. Trata-se do Bloco Parlamentar Democrático formado por sete parlamentares do PL e Republicanos para atuar no plenário da Assembleia em sintonia com o Palácio dos Leões, já visando a sucessão do atual chefe do Executivo estadual.

Partido do vice-governador, o Republicanos conta em seus quadros com deputado Duarte Junior, que após deixar o PCdoB no final de 2019 para ser candidato a prefeito de São Luís em 2020 teve no vice-governador um dos principais incentivadores de sua candidatura; no segundo turno se transformou no principal cabo eleitoral da campanha de Duarte.

Outro nome neste bloco que revela a afinação do PL com o projeto de Brandão para 2022 é a deputada Detinha, esposa do polêmico deputado federal Josimar de Maranhãozinho. O partido controlado por Maranhãozinho vestiu a camisa na campanha de Duarte para prefeito de São Luís, sendo considerada legenda certa no palanque de Brandão.

O problema de Brandão é que o maior bloco, o Unidos pelo Maranhão, composto por 22 deputado, ainda aguarda a definição do governador Flávio Dino sobre a sua sucessão. Por enquanto, a única certeza é que Dino vai deixar o comando do estado em abril de 2022 para ser candidato, provavelmente a senador, mas ainda não se manifestou sobre candidatura do sucessor.

Até porque o grupo possui outro pretendente de peso, o senador Weverton Rocha (PDT), que se articula dia e noite com prefeitos e lideranças políticas do interior do Maranhão tentando viabilizar sua candidatura. Segundo comentam nos bastidores da política local, contaria, inclusive, com a simpatia do presidente estadual do PCdoB, deputado federal licenciado e secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry.

O nome de Jerry já é comentado nas rodas políticas como provável candidato a vice de Weverton, caso a candidatura do pedetista venha se consolidar. O presidente do PCdoB, por sua vez, acompanha os movimentos de bastidores e mostra trabalho na SECID como forma de mostrar para a população que além de bom articulador político, também entende de gestão.

 

  • Jorge Vieira
  • 25/fev/2021

Gestão de Othelino Neto investe em obras de adaptação que garantem mais acessibilidade na Assembleia

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), autorizou a elaboração de estudos e projetos de engenharia e arquitetura de adequação às normas e recomendações técnicas para dar condições de acessibilidade ao conjunto de edificações que faz parte do Parlamento Maranhense.

“Nosso prédio já melhorou muito nesse aspecto de facilitar a mobilidade de pessoas com deficiência física. Sua concepção original não incluiu a acessibilidade, porém, agora, fizemos várias alterações. Hoje, com a inauguração da tribuna acessível, concluímos mais uma etapa da série de transformações pelas quais tem passado a Assembleia Legislativa para garantir a acessibilidade a todos”, destacou Othelino.

A Sede da Casa do Povo já passou por adequações em suas principais vias de acesso. Na área externa do Palácio Manuel Beckman, algumas intervenções já foram solicitadas à Prefeitura de São Luís.

“Já pedimos à Prefeitura que fizesse uma intervenção no canteiro da avenida para que, mesmo aqueles que parem no ponto de ônibus do outro lado da Avenida Jerônimo de Alburqueque, tenham condições de vir à Assembleia sem nenhum tipo de obstáculo que os faça depender de outra pessoa”, explicou o presidente.

Já no plenário, rampas foram implantadas na entrada principal, assim como no acesso à tribuna. Tudo, no sentido de oferecer melhores condições de acesso à Casa do Povo.

Tribuna adaptada – A mais recente das intervenções foi a tribuna do Plenário Nagib Haickel, que agora é a única do estado adaptada para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Nesta semana, durante sessão plenária, a deputada Andreia Martins Rezende (DEM), usuária de cadeira de rodas, comemorou a adequação da Assembleia Legislativa às normas de acessibilidade.

“Desde o início do meu mandato, eu tenho sinalizado, em minhas falas, e, principalmente, ao pé do ouvido do meu presidente, o meu desejo de ter o meu lugar de fala igual aos dos demais colegas.  E para que se torne um marco histórico, aqui estou eu falando desta tribuna acessível”, ressaltou.

Em um discurso emocionante, a parlamentar agradeceu ao presidente Othelino Neto pela iniciativa e destacou a importância da adequação. “É um sentimento de muita alegria e de muito orgulho, porque essa tribuna adaptada era uma reivindicação antiga. Desde o início do meu mandato sentia o desejo de ter a minha fala como a dos demais colegas. Não posso deixar de ressaltar a sensibilidade do presidente Othelino, que fez o possível e o impossível para que todo o prédio estivesse adaptado”, completou Andreia.

  • Jorge Vieira
  • 25/fev/2021

Pedro Lucas perde o comando do PTB no estado para Mical Damasceno e pode enfrentar problema para sair

Destituído da direção estadual do PTB, após votar pela manutenção da prisão do deputado de estrema direita Daniel Silveira (PSL-RJ) decretada pelo Supremo Tribunal Federal por conta de agressões aos ministros da corte, o deputado federal Pedro Fernandes deverá buscar abrigo em outra legenda, porem, se não for expulso, terá que lutar para ser liberado

Pela legislação eleitoral, o deputado só pode mudar de partido se cumprida pelo menos uma das condições a seguir: o partido tiver sido incorporado ou fundido a outro; o deputado estiver migrando para um partido recém-criado; for verificado desvio no programa partidário; o deputado tiver sofrido grave discriminação pessoal no partido; a mudança ocorrer no período da janela partidária (período de 30 dias no ano eleitoral em que são permitidas trocas partidárias).

Se contrariar a regra, o parlamentar pode ser enquadrado em infidelidade partidária e perder o mandato. Isso porque a legislação brasileira considera que o mandato em cargos preenchidos por eleições proporcionais (como é o caso das eleições de deputados e vereadores) pertence ao partido.

O presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, ex-condenado no Mensalão, cumpriu a promessa que havia feito assim que a Câmara Federal confirmou a prisão de Silveira, afastou Pedro Fernandes da presidência estadual e entregou o PTB para deputado estadual Mical Damasceno, parlamentar que se notabilizou na Assembleia por usar a tribuna para cânticos evangélicos.

Parlamentar de primeiro mandato e com atuação apagada no plenário do legislativo estadual, Mical terá que mostrar agora que possui capacidade de liderar a legenda que nasceu no Estado com o lendário médico Cesário Coimbra e cresceu sob o comando da família Fernandes.

Pedro Lucas, conforme comentam nos bastidores da política local que já recebeu convite de três partidos, mas ainda analisa as possibilidades. O presidente estadual do PSL, vereador Francisco Carvalho, cujo mandato vencer em abril próximo, em conversa com o titular deste blog no início desta semana, adiantou que não fará a menor objeção da direção nacional entregar o comando do PSL no estado para o deputado.

Chico Carvalho advertiu, no entanto, que para Pedro Lucas Fernandes trocar de partido deverá primeiro conseguir autorização para sair do PTB, pois caso contrário corre o risco de perder o mandato. Carvalho citou como exemplo o deputado Gil Cutrim que já manifestou desejo de trocar o PDT pelo PSL a mais de um ano, mas ainda não teve autorização.

 

  • Jorge Vieira
  • 25/fev/2021

Comissões Permanentes da Assembleia têm novas composições; Adelmo comandará a CCJ

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão editou a Resolução 235/2021, publicada no Diário Oficial de terça-feira (23), nomeando os novos membros das Comissões Permanentes da Casa, conforme as indicações apresentadas pelos Blocos Parlamentares.

Destaque para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, que esteve sob o comando do deputado Ricardo Rios (PDT) e passa agora para a direção do deputado Adelmo Soares (PC do B), tendo como titulares os deputados Dr. Yglesio (PROS), Rafael Leitoa (PDT), Neto Evangelista (DEM), Ciro Neto (PP) e Wendel Lages (PMN).

Durante a sessão plenária desta quarta-feira (24), o deputado Adelmo Soares destacou a importância de presidir a mais importante comissão da Casa e como pretende conduzir os trabalhos.

“Quem me conhece, e conhece o meu trabalho, sabe da seriedade e garra com que levo os desafios a mim acreditados. E dessa vez não será diferente. Esperem de mim muito trabalho, compromisso e celeridade aos projetos que tramitam na CCJ, pois, o meu grande propósito é, e sempre será, garantir e defender os interesses do povo maranhense”, afirmou Adelmo.

A CCJ terá como suplentes os deputados Ricardo Rios, Antônio Pereira (DEM), Zé Inácio (PT), Zito Rolim (PDT), Drª Thaiza Hortegal (PP) e Roberto Costa (MDB).

A Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização e Controle deixou de ser presidida por Neto Evangelista (DEM) e passa agora para o comando de Ricardo Rios, tendo ainda como titulares, Edivaldo Holanda (PTC), Carlinhos Florêncio (PC do B), Mical Damasceno (PTB), Ciro Neto (PP) e Roberto Costa. Na suplência, os deputados Dr. Yglésio, Neto Evangelista, Antônio Pereira, Edson Araújo (PSB), Fábio Braga (Solidariedade) e Socorro Waquim (MDB).

Educação e Cultura – Por sua vez, a  Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, que esteve sob a presidência de Duarte Júnior (PR), passa à direção de Mical Damasceno, e tem como titulares Zé Inácio, Edivaldo Holanda, Professor Marco Aurélio (PC do B), Fábio Braga e Betel Gomes, com os suplentes Adelmo Soares, Neto Evangelista, Carlinhos Florêncio, Pastor Cavalcante (PRB), Drª Thaiza Hortegal e Socorro Waquim.

Administração Pública – Na Comissão de Administração Pública, Seguridade Social e Relações do Trabalho, as mudanças estabeleceram a saída do deputado Zito Rolim da presidência, que passa para o deputado Ricardo Rios, e os titulares professor Marco Aurélio, Antônio Pereira, Edson Araújo, Drª Helena Duaulibe (Solidariedade) e Socorro Waquim. Os suplentes são: Edivaldo Holanda, Carlinhos Florêncio, Pastor Cavalcante, Zito Rolim, Ciro Neto e Betel Gomes.

Para a Comissão de Saúde, que vinha sendo dirigida por Carlinhos Florêncio, foi designado para a presidência o deputado Antônio Pereira, e, como titulares, Pastor Cavalcante, Carlinhos Florêncio, Dr. Yglésio, Drª Helena Duailibe e Arnaldo Melo (MDB). Os suplentes  são: Zé Inácio Lula, Rafael Leitoa (PDT), Edivaldo Holanda, Zito Rolim, Dr Thaiza Hortegal e Betel Gomes.

Assuntos Municipais – A Comissão de Assuntos Municipais e de Desenvolvimento Regional, que teve o deputado Paulo Neto como presidente, será comandada a partir de agora por Neto Evangelista, tendo como titulares Pastor Cavalcante, Carlinhos Florêncio, Drº Yglésio, Drª Thaiza Hortegal e Wendel Lages (PMN). Foram designados como suplentes os deputados Dr Yglésio, Professor Marco Aurélio, Ricardo Rios, Antônio Pereira, Fábio Braga e Betel Gomes.

Direitos Humanos – No processo de mudança na  Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias, sai da presidência o deputado Yglésio Moises e entra Zé Inácio Lula, tendo como titulares Dr Yglésio, Ricardo Rio, Zito Rolim, Drª Thaiza Hortegal e Socorro Waquim, ficando na suplência Mical Damasceno, Edivaldo Holanda, Edson Araújo,  Antonio Pereira, Drª Helena Duailibe e Roberto Costa.

Obras e Serviços – O deputado Fábio Macedo deixa a presidência da Comissão de Obras e Serviços Públicos, que passa para o controle do seu colega Ricardo Rios, tendo como titulares  Mical Damasceno, Adelmo Soares, Zito Rolim, Fábio Braga e Arnaldo Melo (MDB). Os suplentes indicados foram Ana do Gás (PC do B), Rafael Leitoa, Carlinhos Florêncio, Edson Araújo, Drª Helena Duailibe e Socorro Waquim

Meio Ambiente – A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável tem na presidência o deputado  Rafael Leitoa e, como titulares, Zito Rolim, Pastor Cavalcante, Carlinhos Florêncio, Drª Thaiza Hortegal e Betel Gomnes. Os suplentes indicados foram Adelmo Soares, Zé Inácio Lula, Professor Marco Aurélio, Neto Evangelista, Ciro Neto e Socorro Waquim.

Comissão de Ética – Na Comissão de Ética, sai da presidência o deputado Zito Rolim e assume Ricardo Rios, tendo como titulares os deputados Neto Evangelista, professor Marco Aurélio, Rafael Leitoa, Cito Neto e Roberto Costa. Os suplentes são: Carlinhos Florêncio, Zito Rolim, Rafael Leitoa, Fábio Braga e Wendel Lages.

Assuntos Econômicos – Para a Comissão de Assuntos Econômicos, que esteve sob a direção de Wendel Lages, foi designado presidente o deputado Carlinhos Florêncio,  e, como titulares, Zito Rolim, Edson Araújo, Antonio Pereira, Drª Helena Duailibe e Socorro Waquim. Para a suplência, Mical Damasceno,  Ricardo Rios, Pastor Cavalcante, Professor Marco Aurélio, Ciro Neto e Roberto Costa.

Segurança Pública – O deputado Rafael Leitoa deixa a direção da Comissão de Segurança Pública e quem assume é o Professor Marco Aurélio. Os titulares são Rafael Leitoa, Adelmo Soares, Zé Inácio Lula, Fábio Braga e Roberto Costa. Como suplentes ficaram os deputados Drº Yglésio, Mical Damasceno, Daniella Tema, Neto Evangelista Drª Helena Duaulibe e Socorro Waquim.

Turismo – Para a Comissão de Turismo, foi indicado o deputado Dr Yglésio e os titulares Adelmo Soares, Mical Damasceno, Edson Araújo e Betel Gomes. Os suplentes deste comissão são os deputados Daniella Tema (DEM), Rafael Leitoa, Professor Marco Aurélio, Ricardo Rios e Wendel Lages.

As comissões temáticas são órgãos técnicos com a finalidade de analisar as propostas de leis que são apresentadas ao Legislativo. Após essa análise, as comissões elaboram pareceres opinando pela viabilidade ou não da proposta. Esses pareceres ajudam os parlamentares a embasar seus votos em plenário.

  • Jorge Vieira
  • 24/fev/2021

Governadores do Nordeste divulgam carta contra desvinculação da saúde e educação

Os nove governadores do Nordeste divulgaram nesta quarta-feira (24) uma carta pedindo ao Senado que retire da proposta de emenda à Constituição PEC Emergencial O trecho que acaba com os pisos de investimentos em saúde e educação. O documento foi articulado pela governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT).

“No momento em que vivenciamos um agravamento da crise sanitária, em que milhares de famílias brasileiras choram a perda de entes queridos, em que milhões de brasileiras e brasileiros desempregados e desamparados clamam pelo auxílio do Estado brasileiro, consideramos que não cabe ao Parlamento protagonizar um processo desconstituinte dos direitos sociais, sob o pretexto de viabilizar o retorno do auxílio emergencial”, dizem os governadores em trecho da carta.

Hoje, os estados precisam destinar 12% da receita à saúde e 25% à educação. Os municípios devem vincular 15% da receita em saúde e 25% em educação. Já o governo federal é obrigado a não reduzir os investimentos nas duas áreas e o valor precisa ser corrigido pela inflação do ano anterior.

 

  • Jorge Vieira
  • 24/fev/2021

Deputado Yglésio Moisés confirma saída do PROS e deve voltar ao PDT

O deputado Yglésio Moisés confirmou, nesta manhã de quarta-feira (24), ao blog Jorge Vieira que vai deixar o PROS em março. A partir da próxima semana, portanto, já deverá estar filiado a nova agremiação partidária, que deve ser o PDT, legenda pela qual se elegeu em 2018 e se afastou em 2020 pra concorrer à Prefeitura de São Luís.

O parlamentar disse que ainda não conversou com o presidente estadual do PROS, deputado federal Gastão Vieira, sobre sua saída, mas adiantou que deve procurá-lo nos próximos dias para comunicar sua decisão, agradecer por ter sido bem recebido no partido e ter tido a oportunidade de disputar as eleições municipais ano passado.

“Ainda vou conversar com Gastão Vieira para agradecer por ter me acolhido. Sou muito grato a ele por ter me dado a oportunidade de disputar a Prefeitura de São Luís e pelo apoio que me deu ao longo do meu percurso no partido”, enfatizou o parlamentar.

Yglésio não adiantou, mas é fato que está voltando ao PDT. Conforme apurou o titular deste blog, está tudo alinhado para o seu retorno ao partido comandado no estado pelo senador Weverton Rocha. A transferência de sigla deve ser concretizada longo no início de março.

O deputado Yglésio deixou o PDT após não conseguir apoio interno para ser o candidato a prefeito na sucessão de Edivaldo Holanda, mas conseguiu autorização para sair e transferir a filiação para o PROS, agora prepara o retorno ao convívio com os pedetista, legenda de centro esquerda com a qual tem afinidade.

  • Jorge Vieira
  • 23/fev/2021

No Dia do Movimento Municipalista, Rubens encabeça Programa inédito no Estado

No dia em que é comemorado o Dia Nacional do Movimento Municipalista Brasileiro, o secretário de Articulação Política (SECAP) do Governo do Maranhão, Rubens Jr, falou da importância do trabalho em conjunto entre estado e municípios.

Rubens lembrou da importância que cada gestor municipal tem na execução de políticas públicas que melhorem a vida das pessoas. “A gestão municipal é a mais próxima da população e no nosso governo buscamos valorizar o municipalismo todos os dias”, disse.

O secretário tem se aproximado cada vez mais dos gestores municipais, encabeçando um Programa importante, que tem um propósito inovador e inédito no estado. “Na Secap temos o orgulho de liderar o Programa Promunicipios, que qualifica os prefeitos das 217 cidades do Maranhão melhorando, por meio de assistência técnica, a execução de obras e ações”, explicou.

O programa que tem como eixo principal auxiliar na capacitação técnica e desenvolvimento das gestões, também garantirá que os prefeitos possam produzir e apresentar projetos adequados às exigências técnicas dos Governos Federal e Estadual, garantindo que os municípios encaminhem melhor as suas demandas, de modo a adequar os procedimentos da administração às exigências legais.

“O Programa além de garantir a melhoria nos processo de aprovação de contas, também diminuirá os processos de improbidade. Quanto mais próximos os municípios estiverem do poder executivo estadual melhor é para a sociedade. Todos ganham com isso, ganha a probidade, a lisura e o interesse público”, conclui Rubens.

Parceria com a ESMAM e TCE

As parcerias de cooperação técnica firmadas recentemente com a Escola Superior de Magistratura do Maranhão (Esmam) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE), ampliam ainda mais as possibilidades do Programa. Todas com um mesmo propósito; qualificar as gestões nos âmbitos legais com promoção do conhecimento e consequente melhora na gestão de cada prefeito (a), uma vez que a missão fiscalizadora é desenvolvida no mesmo patamar de importância da missão de orientar a gestão pública.

1 2 3 2.195

Rádio

Buscar

Mais Lidas

Pandemia: Carlos Lula adverte que "março tem tudo para ser ainda pior"
Márcio Jerry é o nome do PCdoB para vice na chapa apoiada por Flávio Dino em 2022
Bloco Parlamentar Democrático pode ser embrião da pré-candidatura de Brandão no legislativo estadual
Flávio Dino: “Condução do governo Bolsonaro na pandemia é coerente. Desastrosa do início até hoje”
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz