Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz
  • Jorge Vieira
  • 14/out/2019

Combate ao câncer: Deputado detona oportunismo midiático de Eduardo Braide

Em artigo divulgado nos principais jornais do Maranhão neste final de semana, o deputado estadual Dr. Yglésio (PDT) detonou o que classificou como “oportunismo midiático” e as “bravatas” do deputado federal Eduardo Braide em relação ao Fundo Estadual de Combate ao Câncer (FECC).

De acordo com o pedetista, Braide utiliza o FECC de forma politiqueira, como se ele fosse a solução do problema de subfinanciamento do Hospital Aldenora Bello, referência no tratamento de câncer no estado.

Segundo ele, o deputado federal, autor da lei que regulamenta o Fundo, errou a redação ao entrar em conflito com o texto constitucional que ele próprio escreveu, no que tange à finalidade do fundo, ao conselho consultivo e as próprias alíquotas de transferência.

“O autor da emenda constitucional não conseguiu ter entendimento consigo mesmo ao redigir a lei e por isso o dispositivo ficou mais de três anos no limbo, até ser regulamentada em 2017/2018”, criticou Yglésio.

“Os ‘arautos da eloquência’ da oposição querem atribuir aos recursos do Fundo a solução de todos os problemas que o Hospital Aldenora Bello tem. Quanta irresponsabilidade! Hoje, o Governo do Maranhão destina mais de R$ 150 milhões por ano em atendimento em oncologia, para toda a rede estadual. O Aldenora Bello recebe parte destes recursos, mas não existe atendimento oncológico apenas no Aldenora Bello”, disparou.

Yglésio afirmou que é absurdo ver Eduardo Braide, autor da lei, sendo o primeiro a promover desinformação ao vender a ideia de que Fundo Estadual de Combate ao Câncer pode resolver por completo o problema do Aldenora Bello.

“Na luta contra o câncer, o que a gente espera dos nossos agentes públicos e nossos políticos é responsabilidade e não a politização de assuntos sensíveis”, cutucou o pedetista.

O parlamentar explicou que, primeiramente, é necessário ajustar o texto da Emenda Constitucional e da Lei Complementar que o criaram, corrigindo os erros para que ele jamais volte a ser picadeiro de oportunistas e que seus recursos sejam de fato utilizados da forma correta.

“O problema de financiamento da saúde deve ser enfrentado com responsabilidade e essa será nossa postura neste mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão”, enfatizou Yglésio.

  • Jorge Vieira
  • 14/out/2019

Emissários de Aluísio Mendes tentaram convencer Dr. Yglésio a ser vice de Braide

Emissários do deputado Aluísio Mendes, novo líder do PSC no Maranhão, partido que estará na coligação do candidato Eduardo Braide  na eleição municipal de 2020, andaram sondando a possibilidade do deputado estadual Dr. Yglésio Moisés ingressar no partido para ser candidato a vice na chapa, mas acabaram ouvindo um sonoro não do ainda filiado ao PDT, que tenta sua liberação para disputar a sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT).

Pré-candidato a prefeito de São Luís, mas sem garantia de que terá a legenda pedetista para concorrer, Yglésio tenta conseguir junto a direção do PDT autorização para migrar para outra legenda sem correr o risco de perder o mandato  por infidelidade partidária e até já acertou sua transferência para o Solidariedade, caso consiga a liberação, e firmou  compromisso de representar o SDD na eleição para prefeito da capital.

O presidente estadual do Solidariedade, secretário de Indústria e Comércio do Estado Simplício Araújo, em recente conversa com o titular do blog Jorge Vieira, confirmou que se o parlamentar conseguir sua liberação oficial do PDT será o candidato a prefeito de São Luís pela legenda do seu partido.

Yglésio, que recusou o convite pára migrar para o PSC e ser candidato a vice na chapa de Braide, diz que está confiante na liberação do PDT, “até pelo espírito democrático do senador Weverton Rocha”, com que tem tratado diretamente sobre a possibilidade de deixar o partido para ser candidato por outra legenda da base do Governo Flávio Dino. O deputado reafirmou também seu compromisso com o Solidariedade caso seja autorizado pelo PDT a ingressar em outra sigla.

  • Jorge Vieira
  • 12/out/2019

Ação social dos servidores da Secid faz a alegria de 500 crianças de São Luís neste dia 12

Uma ação voluntária dos servidores da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) levou a alegria para mais de 500 crianças de bairros de São Luís neste sábado (12), em comemoração ao Dia das Crianças.

Crianças da Formosa (Alemanha), Fé em Deus e Vila Jumento (São Francisco) receberam, além das centenas de brinquedos, chocolates doados pela Secretaria Especial de Relações Institucionais e Secretaria de Administração Penitenciária. Os doces foram fabricados pelos internos dos sistema penitenciário, em oficinas que fazem parte do programa de ressocialização.

A servidora Jéssica Goulart explicou que quem organizou a ação foi o comitê interno criado na secretaria, chamado Amigos da Cidade. “Uma competição simbólica entre todos os setores resultou em uma rede do bem, cheia de integração e cooperação entre os profissionais”, disse.

Ainda de acordo com Jéssica, todas as comunidades atendidas pela ação fazem parte do plano de ação e acompanhamento social realizado pela Secid. “Foi extremamente gratificante, como servidora, participar desta iniciativa de mobilização e que foi fortemente apoiada pelo secretário Rubens Pereira Jr”, complementou.

Já a também servidora da Secid, Danielle Andrade, relembrou que a atenção às crianças é uma política permanente em todas os programas realizados pela Secretaria das Cidades. “Trabalhamos para garantir dignidade para todos, com atenção especial às crianças e idosos. No programa Cheque Minha Casa, por exemplo, nas residências que possuem menores, os pais precisam apresentar cartões de vacina e comprovantes de matrícula escolar dos pequenos”.

A colaboradora Edjane Bernardes destacou a integração da equipe e o resultado alcançado. “Servindo com amor! Todos da secretaria estão de parabéns”. Leonarda de Carvalho, que também participou da entrega dos presentes, complementou: “Foi lindo mesmo, me emocionei! Toda vez que vamos para doar, acabamos recebendo muito. Que venham mais ações!”, finalizou.

O secretário das Cidades e Desenvolvimento, Rubens Pereira Júnior, parabenizou os funcionários da Secid, que se mobilizaram para fazer a alegria de tantas crianças. “Em uma iniciativa coletiva e voluntária, todos se juntaram para arrecadar centenas de brinquedos. Cuidar dos pequenos é alimentar sonhos e proporcionar expectativas de um futuro melhor”, disse Rubens Júnior.

  • Jorge Vieira
  • 12/out/2019

Subprocurador pede que TCU apure gastos de políticos em viagem para canonização de Dulce

Estadão – O subprocurador-geral junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Lucas Rocha Furtado, pediu à corte de contas que apure a legalidade e transparência dos gastos do poder público com viagens de autoridades para a cerimônia de canonização de Irmã Dulce, no Vaticano, que ocorre neste domingo, 13.

A comitiva oficial que representará o governo brasileiro no evento é capitaneada pelo vice-presidente Hamilton Mourão, e conta com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Há ainda outras duas comitivas formadas por parlamentares da Câmara e do Senado.

Membro do Ministério Público que atua juntamente ao TCU, Furtado solicitou ainda que o órgão determine que os diversos órgãos federais envolvidos se abstenham de realizar despesas até que elas sejam “devidamente motivadas, justificadas e submetidas à devida transparência”. Na representação, o subprocurador afirma que o tipo de despesa em jogo, “caso exorbitante e fora da razoabilidade”, afronta ao princípio da moralidade administrativa.

Na representação, Furtado cita uma frase atribuída à Irmã Dulce: “É preciso ter certeza de estar fazendo a coisa certa”. “Guiado por esse ensinamento, deriva que de todos os administradores, sobretudo daqueles que ocupam os cargos mais altos na estrutura do Estado, deve-se exigir muito mais”, afirma Furtado.

O subprocurador afirma também que a legalidade do custeio dessa viagem deve ser “detidamente apurada pelo TCU”, “tendo em vista que o Estado é laico”. “Ainda que se defenda haver amparo legal para o custeio de viagens oficiais para a cerimônia de canonização da Irmã Dulce – embora a questão da legalidade deva ser detidamente apurada pelo TCU no caso que se apresenta, tendo em vista que o Estado é laico -, entendo que o tipo de despesa que se pretende realizar, caso exorbitante e fora da razoabilidade, afronta ao princípio da moralidade”, escreveu.

Gastos – Como mostrou o Estadão/Broadcastintegrantes da comitiva que viajam acompanhados de suas mulheres – caso de Mourão, Alcolumbre e Maia – informaram que as despesas serão pagas separadamente. Maia e Alcolumbre afirmaram que ficarão hospedados na Embaixada do Brasil em Roma. Alcolumbre disse ainda que não receberá as diárias a que tem direito, e a assessoria de Maia afirmou que o deputado representará a Casa “sem ônus para a Câmara”. Segundo regras da Câmara e do Senado, a diária para deputados é de US$ 428 e para senadores, de US$ 416.

  • Jorge Vieira
  • 12/out/2019

Márcio Jerry convoca a unidade do campo progressista e defende a importância dos bancos públicos

Durante Audiência Pública em Defesa dos Bancos Públicos realizada na manhã desta sexta-feira (11), em São Luís, o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), defendeu a importância dos bancos públicos e o papel estratégico que eles desempenham para o desenvolvimento do Brasil, além de citar a necessária unidade do campo progressista contra o desmonte bolsonarista.

O evento foi promovido pelo Sindicato dos Bancário e aconteceu na sede da entidade.

Segundo o deputado, a principal tarefa da oposição ao governo Bolsonaro é interromper a ofensiva contra os direitos do povo e contra o setor público. “Defender os bancos públicos é defender um projeto de nação e desenvolvimento, de fomento ao desenvolvimento regional. Paulo Guedes é um agente destacado para desmontar a economia do nosso país e quebrar o setor público que ativa nossa economia. O governo Bolsonaro está claramente posicionado contra o povo”, disse.

Márcio Jerry também afirmou que é preciso união entre os mais variados setores progressistas, como republicanos, acadêmicos e trabalhadores, para superar o momento de desmonte que o Brasil atravessa. “Nós precisamos multiplicar pessoas engajadas na luta e na mobilização e precisamos de uma unidade ampla. Os ataques ao Brasil são tantos que sozinhos não vamos conseguir fazer nada. É hora de unir forças”, completou.

 

  • Jorge Vieira
  • 11/out/2019

Sancionada lei de Othelino Neto que prevê uso de efetivo da Segurança para reforço nos municípios

O governador Flávio Dino sancionou, nesta sexta-feira (11), o  Projeto de Lei 480/2019, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), que acrescenta novo dispositivo à Lei 9.663, de 17 de julho de 2012, que dispõe sobre a criação da Gratificação de Complementação de Jornada Operacional para as operações especiais das polícias Civil e Militar, a ser paga aos policiais civis, militares e bombeiros. O Projeto foi aprovado em plenário, por unanimidade, na sessão do dia 30 de setembro último.

Em seu bojo, o projeto de lei modificou o Artigo 7º da Lei 9.663, que agora ganhou a seguinte redação: “O Poder Executivo poderá firmar convênio com a União e municípios, com o objetivo de firmar cooperação na área da Segurança Públic,  para a execução de atividade operacional, podendo, para tanto, direcionar policiais militares, civis e bombeiros militares em antecipação ou prorrogação da jornada normal de trabalho”.

Othelino Neto comemorou a sanção governamental, enfatizando que, com a alteração, fica permitido que as prefeituras que desejarem, possam fazer convênio, como forma de direcionar um determinado percentual de policiais que estejam em suas horas de folga, para prestarem serviços na segurança dos municípios e, naturalmente, as Prefeituras terão oficialmente a possibilidade de remunerar esses policiais civis, militares e bombeiros.

O presidente da Assembleia ressaltou ainda que o referido projeto partiu de uma sugestão do prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), que lhe fez uma explanação sobre a importância e o impacto da matéria. “Ele me disse, inclusive, que será o pioneiro a propor o convênio com a Polícia Militar do Maranhão”, informou o parlamentar.

 

  • Jorge Vieira
  • 11/out/2019

Óleo derramado atinge reserva extrativista no Maranhão

Matéria publicada no G1 informa que o óleo que se espalha pela costa da Região Nordeste do Brasil desde o início de setembro atingiu uma área de conservação da natureza: a Reserva Extrativista (Resex) Cururupu, no Maranhão , a 157 km de São Luis. O número de localidades afetadas pelo derramamento de petróleo em todo o país subiu para 150.

Também atingiu, nesta sexta-feira, segundo o G1, Salvador e mais oito cidades do Estado da Bahia. Além da capital baiana, os municípios de Lauro de Freitas, Camaçari, Mata de São João, Entre Rios, Esplanada, Conde e Jandaíra  também foram afetados.

Ontem, a Marinha notificou 30 navios-tanque de dez países diferentes após uma triagem entre 1.100 embarcações que passaram por águas brasileiras entre 1º de agosto e 1º de setembro. O trabalho de investigação será feito, segundo a instituição, com o amparo da Organização Marítima Internacional (OMI), da Polícia Federal (PF), o Exército, o Ministério da Defesa e entidades não especificadas dos Estados Unidos.

A Petróleos de Venezuela (PDVSA), estatal petroleira de Caracas, rechaçou as declarações do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a respeito da possível origem venezuelana do petróleo cru que invadiu as praias do Nordeste. A companhia disse não haver indícios de um vazamento capaz de ameaçar o ecossistema brasileiro. (Com informações do G1)

1 2 3 1.938

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz