Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Sindicatos dos Hospitais Particulares de São Luís pede aumento de leitos para governos Estadual e Federal e Prefeitura

O Sindicato dos Estabelecimentos Prestadores de Serviços de Saúde de São Luís (SINDHOSP/SL) encaminhou aos governos federal, estadual e municipal documento solicitando o fortalecimento da rede pública de saúde para ampliar a assistência aos pacientes com Covid-19, na capital maranhense.

A preocupação do SINDHOSP/SL deve-se principalmente ao crescimento dos indicadores de contaminação pelo coronavírus, em todo o estado. Além disto, o Sindicato alerta para o fato de que o início do período chuvoso, nos primeiros meses do ano, provoca aumento do número de casos das doenças do trato respiratório em geral.

“Os dados oficiais mostram o aumento da ocupação de leitos em toda a rede hospitalar, inclusive com a nova cepa em circulação no país; o que exige intervenções rápidas, efetivas e constantes para evitarmos um colapso. Deve haver um esforço das três esferas para a disponibilização de leitos clínicos e de UTI em prol da população maranhense, conforme as diretrizes do SUS para enfrentamento da pandemia”, afirma o presidente do SINDHOSP/SL, Pedro Wanderley de Aragão.

A rede privada está em alerta para a possibilidade de sobrecarga, com o aumento dos casos de Covid-19; o que pode ser minimizado com a criação de novos leitos especializados na rede pública, medida indispensável para que os hospitais particulares possam continuar atendendo sua demanda e realizando atendimentos de excelência aos seus clientes.

Governo do Estado já em processo de ampliação – Assim como ocorreu com o crescimento no número de casos na pandemia durante meados do ano passado, o governo do Estado já se mobiliza para disponibilizar mais leitos para tratamento da covid-19 no Maranhão. Durante 2019, cerca de 1800 leitos foram abertos para atender pacientes em todas as regiões do estado.

Com a diminuição da incidência de casos, os leitos foram sendo realocados para outras doenças, assim como ocorreu na maioria dos estados brasileiros. Com a nova alta no número de casos, o governador Flávio Dino já garantiu uma nova força-tarefa para que não faltem leitos e o caos ocorrido no Amazonas não se repita no Maranhão.

“No vídeo, mais leitos de UTI no nosso Hospital Macrorregional em Imperatriz. Em face do crescimento de casos de coronavírus nesse mês de janeiro, estamos ampliando leitos estaduais e lutando para receber e distribuir vacinas”, disse Dino ao postar vídeo de 11 novos leitos construídos pelo governo em Imperatriz.

Prefeitura continua calada e HU espera – Já a Prefeitura de São Luís, sob a gestão de Eduardo Braide, ainda não se pronunciou sobre leitos exclusivos para a covid-19 na rede municipal de saúde. No ano passado, o ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior disponibilizou o Hospital da Mulher como referência para o combate ao coronavírus.

Por outro lado, o Hospital Universitário, uma das referências no combate à doença ano passado, aguarda a Prefeitura para regular os pacientes para a unidade. Por enquanto, apenas alguns que vieram de Manaus estão sendo atendido no Hospital Presidente Dutra.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Pré-candidatos disputam apoio de prefeitos para viabilizarem seus projetos
STF acata pedido do Maranhão para suspender bloqueio de verbas da EMSERH
De olho em 2022, Brandão mantém intensa agenda administrtiva e política
Bolsonaro não tem moral e o governo dele está acabado, diz Bira
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz