Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Ribamarense denuncia caos no município em audiência pública

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da
Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Bira do Pindaré (PSB),
participou ontem (18) de uma grande audiência pública no município de São José
de Rimar. Os moradores convidaram os secretários da cidade com a finalidade de
cobrar soluções para os problemas que as Vilas e bairros adjacentes enfrentam.

Transporte, saneamento básico, iluminação pública,
preservação ambiental, trafegabilidade de ruas e vias, regularização fundiária,
ocupação de espaços urbanos e feira pública compuseram a pauta de
reivindicações apresentada pelos moradores aos secretários municipais de
Ribamar e ao parlamentar estadual.

Arlete Any iniciou a atividade com a exposição dos
slides que nortearam o debate e, ao se referir a situação das Vilas e bairros
mais distante da sede do município, fez questão de informar: “Senhores
secretários, eu gostaria de dizer que São José de Ribamar não é só onde tem
essa igreja. Nos temos sido vítimas de um abandono histórico, inclusive, podemos
afirmar que o eixo Parque Vitória – Parque Jair parou no tempo”.

Dentre todas as falas as principais reclamações se
referiam a alta taxa de iluminação pública e péssimos serviços prestados,
parada e quantidade de ônibus, infraestrutura, coleta de lixo, distribuição de
água e, sobretudo, o abandono do bairro como um todo.

Para os moradores, se o prefeito Gil Cutrim – que
não compareceu – não consegue tapar os buracos do “Parque Vitória”, regularizar
a terra de Canudos Terra Livre ou garantir água para as comunidades de São José
de Ribamar, é melhor que ele e o corpo de secretários sejam exonerados do
cargo. Nas palavras do morador, “Peça para sair!”.

Após escutar e anotar todas as queixas do G13 e
moradores, o deputado Bira do Pindaré sugeriu que os secretários de São José de
Ribamar reúnam com o prefeito para organizar um Plano de Ação que deverá ser
apresentado e realizado com prazos nas 13 comunidades.

Acatada a sugestão do parlamentar, o G13 fixou o
prazo de 60 dias para que os secretários encaminhem e resolvam os problemas
emergenciais listados pela comunidade, enquanto os outros deverão ter datas
definidas para conclusão. A atividade, organizada pelo G13 – grupo organizado
pelos moradores dos treze bairros que compreende a região do Parque Vitória ao
Parque Jair, deverá promover a outra atividade em dois meses.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Flávio Dino e Bira rebatem Guedes e dizem que solução para a Petrobras não é privatizar
PT solicita ao PSB adiamento de decisão sobre candidatura ao governo
PSOL considera positivo encontro com PT que discutiu frente com Felipe Camarão
Governador já não esconde preferência e deve confirmar apoio a Brandão
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz