Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Presidente do PSB critica suposta falta de articulação política de Brandão e reafirma afinidade com Weverton

O presidente estadual do PSB, ex-prefeito de Timon Luciano Leitoa, em entrevista ao Bom Dia Mirante desta terça-feira (13) disse que fez declaração de apoio à pré-candidatura ao Governo do Estado do senador Weverton Rocha (PDT) pelas coincidência partidárias existente entre as duas legendas do campo da esquerda brasileira.

Segundo Luciano Leitoa, PSB e PDT são partidos aliados há muito tempo, no mesmo campo da esquerda. “Outro dia uma pessoa me perguntou: mas se o vice-governador chegar a ser candidato? Eu disse rapaz, para começar eu diria que ele errou no partido. O PSDB é um adversário histórico do PSB, eu acho que o vice erra no partido que ele escolhe porque é o partido que bate no Lula”.

Para o presidente do PSB falta ao vice-governador Carlos Brandão maior capacidade de articulação e por conta desta suposta incapacidade de articulação é que observa um cenário bastante complicado, inclusive nas relações possais. “Eu acho que quem quer ser governador do Maranhão tem que saber se relacionar bastante”, observa o dirigente socialista.

“Hoje eu vejo o Weverton, que eu conheço, não é de ouvir dizer, eu vi o Weverton carregando mochila pelo estado do Maranhão como um todo, conseguiu ser deputado federal, hoje consegue ser senador e consegue a proeza, inclusive de ter o apoio do presidente da Câmara dos Deputados, apoio do presidente do Senado, apoio do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, apoio do presidente da Famem. Então eu digo:, você quer ser governador, tem que ter no mínimo a capacidade de articulação política”.

Luciano Leitoa lembrou ainda da eleição para a sucessão em Timon, principal município administrado pelo PSB onde o vice esteve em palanque adversário.

“Eu sou presidente do partido desde a época de Eduardo Campos, faço parte da executiva nacional e nós tivemos de certa forma esse desencontro com o vice-governador. Nós havíamos apoiado ele e quando veio a eleição municipal ele nos deu de pressente um coronel da Polícia Militar na cidade de Timon para competir justamente com a nossa candidata que representa o nosso PSB”, enfatizou Leitoa.

O ex-prefeito de Timon, no entanto, esclareceu que a declaração de apoio à pré-candidatura do senador não foi por revanchismo, mas por afinidade pessoal e partidária.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Primeira reunião no grupo Dino para tratar de sucessão gera expectativa
Kassab pressiona, mas Edivaldo mantém silêncio sobre filiação partidária
PT vai reivindicar participação na chapa majoritária do grupo de Flávio Dino, diz Augusto Lobato   
Deputados se movimentam para encontrar legendas onde sejam menos complicada a reeleição
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz