Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Presidente da UNE denuncia violência contra estudantes maranhenses em ato contra a corrupção

Atos de violência ocorridos durante
protesto realizado em São Luís-MA, foram denunciados pela presidenta da União
Nacional dos Estudantes (UNE), Vic Barros, que lamentou o uso da força policial
para reprimir movimento estudantil contra a corrupção. A dirigente repudiou o
uso de força do estado para impedir a livre manifestação do cidadão.
Com centenas de estudantes no Centro
da capital do Maranhão, o grupo de jovens realizava movimento pacífico em
protesto contra corrupção. Intitulado “Maranhão sem Corrupção”, o protesto
contra escândalos políticos que acontecem em todo o país.
“O que a gente viu hoje é a
demonstração de um modelo político atrasado, truculento e que não respeita a
opinião dos jovens que não aceitam mais a corrupção,” disse a presidenta da UNE
em entrevista.
Segundo a denúncia feita pelos
estudantes, a manifestação era pacífica, porém houve infiltração de carros de
som integrados por militantes do PMDB. Dois deles, Marcone Edson Matos e Assis
Filho, chegou a dar instruções à ação dos policiais contra a manifestação.
Duas pessoas foram diretamente
atingidas pela manifestação. Daiany Macedo e Werberson Fernandes, ambos de 21
anos, foram hospitalizados após o uso de rojões contra os manifestantes.
Segundo relatos dos manifestantes, o uso de rojão partiu de dirigentes
estudantis do PMDB (foto). Werberson foi lesionado no peito pelo disparo.
Jaíne Santos, estudante do IFMA,
vice-presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas no Maranhão e
que participou da caminhada, lamentou os atos de agressão contra o movimento
pacífico. “Todos os jovens devem lamentar qualquer tipo de violência. Esses
atos merecem repúdio de todos os que defendem a Democracia no Brasil,” afirmou.
Agressão policial
A manifestação teve início na
Biblioteca Benedito Leite e foi finalizada em frente a Igreja de Nossa Senhora
do Carmo, durou 1 hora e meia. Outro diretor da UNE, Tawan Fernandes, chegou a
ser agredido por um dos policiais, conforme vídeo que será apresentado pelos
estudantes à Delegacia Geral.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Investigação da PF representa duro golpe nas pretensões de Maranhãozinho para 2022
Presidente do PT garante pré-candidatura de Camarão até o encontro estadual
Partidos começam esvaziar pré-candidatura de Weverton; Cidadania puxa a fila
Pesquisa Escutec: Edivaldo se mantém em segundo na disputa para o governo
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz