Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Presidente da Fiema visita canteiro de obras de siderúrgica em Açailândia

Dirigentes da Fiema em visita ao canteiro de obras da nova siderúrgica

O
presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson
Baldez das Neves, visitou as obras da planta siderúrgica que a  Gusa
Nordeste está construindo em Açailândia. A aciaria é a primeira indústria a
transformar ferro gusa em laminados de aço no Maranhão e a previsão é que entre
em funcionamento no meio deste ano.
“É um
empreendimento grandioso, que reforça o parque industrial dessa região do
estado, gerando milhares de empregos”, afirmou o presidente durante a visita ao
canteiro de obras.
Durante a
visita, o presidente percorreu as instalações em construção, acompanhado pelo
diretor de Operações e Manutenção do Grupo Ferroeste, Sandro Marques Raposo, e
comitiva da Fiema, formada pelo vice-presidente da entidade, Francisco Sales;
pelo diretor da Fiema, secretário estadual da Agricultura, Pecuária e
Abastecimento e presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae e do Sindicato
das Indústrias de Ferro Gusa do Estado do Maranhão (Sifema); Cláudio Azevedo,
pelo superintendente da Fiema, Albertino Leal, e empresários da região.
Segundo
as informações do diretor do empreendimento, em meados de julho a planta
industrial entra em operação para produção de 600 mil toneladas de tarugos de
aço por ano. O tarugo é objeto usado como matéria prima para a laminação que,
de acordo com o projeto da siderúrgica, deverá entrar em funcionamento em 2015,
quando inicia a produção dos laminados de aço nas formas de vergalhões e fio
máquina.
“A
produção inicial será quase que integralmente absorvida pelo mercado interno”,
garantiu Sandro Raposo.
Para a
produção, a Gusa Nordeste adquirirá a matéria prima das indústrias de
ferro-gusa já instaladas em Açailândia, o que é visto como uma solução para
este  segmento industrial, que, devido à crise mundial, precisou
reescalonar a produção.
Outro
diferencial do empreendimento, é que a indústria utilizará apenas carvão
vegetal para o processamento do ferro-gusa, produto oriundo das florestas
renováveis de eucalipto.
O sistema
de produção de aço que será adotado pela Gusa Nordeste na planta de Açailândia
é considerado ambientalmente correto, sendo a primeira planta siderúrgica do
mundo a produzir aço 100% verde sem o emprego de combustíveis fósseis, por
isto, no final do ano passado, a empresa venceu a segunda edição Prêmio Fiema
de Sustentabilidade Ambiental.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Edivaldo em segundo lugar na disputa para o Governo do Maranhão, aponta pesquisa Percent
Tá chegando a hora da verdade; todo cuidado é pouco na hora de definir o voto para governador
Movimento direitista confirma vinda de Bolsonaro ao Maranhão
Citado em escândalos de corrupção, Roberto Rocha é o único candidato ao Senado sob suspeita da Justiça
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz