24 de junho de 2017

Redação: (98) 98205-4499

24/06/2017 -

Jorge Vieira -

(1)

Prefeito Edivaldo anuncia ampliação de incentivo fiscal em posse das diretorias da Fiema e Sinduscon

O prefeito Edivaldo e o governador Flávio Dino prestigiaram, na noite de sexta-feira (23), a posse das novas diretorias da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Maranhão (Sinduscon), para o quadriênio 2017/2021, tendo como presidentes, respectivamente, Edilson Baldez e Fábio Nahuz. Na ocasião, Edivaldo deu uma boa notícia ao seguimento empresarial presente ao evento: a Prefeitura está trabalhando na elaboração de uma nova lei de incentivo fiscal que beneficiará a construção civil.

Em sua fala, o governador Flávio Dino saudou os dois presidentes, destacando que Edilson Baldez é grande apoiador e defensor do governo, assim como Fábio Nahuz. O governador destacou a importância do diálogo entre os setores. “Devo apenas dizer que praticamos o diálogo como método permanente na ação de governo. Nós precisamos nos unir. Nós só vamos desenvolver ainda mais o Brasil e o Maranhão no momento em que consigamos sobrepor as divergências e por sobre elas as convergências”, disse Flávio Dino.

O prefeito Edivaldo destacou o compromisso com a construção civil. “Quero deixar aqui o compromisso com vocês de lançar em breve uma nova Lei de Incentivo Fiscal para a construção civil que vai ampliar os benefícios da legislação já existente, com o objetivo de consolidar a cooperação com as empresas e com o Sindicato da Construção do Maranhão”, disse o prefeito após parabenizar as novas diretorias. Além de empresários, o evento reuniu prefeitos, dirigentes de empresas, presidentes de sindicatos, deputados estaduais e federais e senador. O prefeito foi acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, e dos secretários José Cursino Raposo, do Planejamento, e Delcio Rodrigues, da Fazenda.

Edivaldo destacou que a Lei de Incentivo Fiscal, em vigência, tem dado resultados positivos. Criada com o intuito de fomentar a construção civil, um dos setores que mais gera emprego na cidade, a lei, além da concessão de incentivos fiscais para as empresas edificarem dentro dos padrões de sustentabilidade, reduziu a burocracia e os custos do licenciamento de obras de urbanismo e garantiu agilidade nos processos. “A lei impactou positivamente na geração de emprego e na economia, também na moradia, mobilidade, lazer, entre outros”, disse o gestor municipal.

O prefeito falou dos desafios de administrar uma cidade no momento de crise, manter o equilíbrio das contas públicas, pagar salários em dia, garantir investimento em saúde, educação, ações de qualificação profissional e geração de emprego. “Mesmo assim, nós temos conseguido avançar”, disse o prefeito apontado como exemplo a entrega de mais de 11 mil unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. “E aqui quero citar os construtores que têm trabalhado nestes conjuntos habitacionais, ajudando a desenvolver a economia da nossa cidade. Estamos fazendo mais oito mil casas que em breve entregaremos”, disse o prefeito.

Edivaldo pontuou ainda avanços na área de qualificação profissional e na infraestrutura, a exemplo de bairros que estavam degradados e que hoje estão totalmente urbanizados, transformando a realidade e a vida das pessoas. Citou ainda as reformas de escolas, melhoria da rede de saúde bem como obras de drenagem em várias regiões de São Luís.

UNIÃO DE FORÇA

A palavra de ordem das autoridades presentes na cerimônia foi a união de força para promover o crescimento do Maranhão e enfrentar a crise. “Quero dizer da alegria de estar aqui, porque reconhecemos na Fiema e no Sinduscom instituições parceiras da Prefeitura e assim, irmanados em função de um projeto comum, trabalhamos com afinco para construir uma São Luís compatível com as expectativas da nossa população e com o perfil de um município próspero”, completou o prefeito.

Durante seus pronunciamentos, Baldez e Nahuz destacaram a importância do diálogo e reconheceram a abertura tanto do Governo do Estado quanto da Prefeitura com a classe empresarial. “A força do nosso sistema industrial é impressionante e está a serviço do crescimento”, disse o presidente da Fiema que está no terceiro mandato à frente da instituição.

“Hoje temos parceria com mais de 150 municípios onde vamos formar mão de obra para construção, setor de vestiário e panificação. Nós também podemos orientar e discutir com eles seus projetos e seus planos porque nós temos equipes abalizadas para isso”, disse Baldez.

Fábio Nahuz fez um parêntese no seu discurso para uma menção de agradecimento ao prefeito por ele ter aberto um canal de diálogo com a categoria. “Vocês têm sido parceiros nossos. Nós temos dificuldades, não dá para fazer tudo, mas os senhores têm boa vontade de fazer”, disse o presidente do Sinduscon se dirigindo também ao governador Flávio Dino. “Podemos afirmar que já obtivemos alguns êxitos graças a esse diálogo com os órgãos públicos, conquistamos visibilidade, somos ouvidos. Participamos e somos atuantes nos principais debates sobre assuntos importantes para a cidade”, pontuou Nahuz.

3 comments on “Prefeito Edivaldo anuncia ampliação de incentivo fiscal em posse das diretorias da Fiema e Sinduscon”

  1. Fabio disse:

    O prefeito está fazendo uma grande gestão em São Luís. Está de parabéns pelo trabalho que está fazendo.

  2. Sergio disse:

    A gestao Edivaldo renovou a prefeitura de Sao Luis, gracas a Deus.

  3. Carlos disse:

    Eles tem feito um bom trabalho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina