Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

O factoide de Adriano Sarney com a Lei de Responsabilidade Fiscal

O deputado estadual Adriano Sarney (PV), líder da oposição e mais legítimo representante da oligarquia que mandou e desmandou no Maranhão ao longo de quase cinco décadas, mais uma vez subiu a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (15), para difundir mais um factoide. Desta vez, Adriano deturpou informações do boletim de finanças do Tesouro Nacional as quais ele afirma que comprovam que o Governo do Maranhão extrapolou o limite de gastos com o pessoal.

O parlamentar, neto do ex-senador José Sarney, pelo visto aprendeu divulgar fake News ainda no berço com o avô, que usou os veículos de comunicação do Sistema Mirante em 1994 para anunciar um suposto sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Raimundo dos Reis Pacheco, que havia se envolvido num acidente automobilístico no qual faleceu o sogro do então candidato a governador Epitácio Cafeteira, o vereador Hilton Rodrigues. Tudo mentira para enganar o eleitor em plena reta final da campanha daquele ano. Ainda assim perdeu e tomou o mandato de Cafeteira no tapetão do TRE-MA.

Agora, Adriano quer que a população engula mais essa mentira da oposição de que o Governo do Estado teria extrapolado o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que estabelece um percentual de comprometimento de até 60 por cento da receita com folha de pagamento. O parlamentar seria mais honesto se dissesse que o Maranhão foi incluído na lista não por conta do Poder Executivo e sim pelos gastos excessivos dos outros Poderes, entre os quais o judiciário.

O líder da oposição, na ânsia de atingir o governador Flávio Dino de qualquer forma, falta com a verdade ao afirmar que a folha de pagamento do governo estaria comprometendo hoje 60,22% da receita corrente líquida do Estado, o que não é verdade. No Maranhão, o Poder Executivo sozinho não estoura a LRF já que aparece com apenas 56,51% dos gastos com a folha e isso fica bem claro no relatório.

O problema no estado são os outros Poderes, como o Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas e o Ministério Público, que estão todos acima do limite máximo permitido. Por isso o Maranhão aparece acima de 60% no relatório geral. Mas para politizar os dados divulgados pelo Tesouro Nacional, a oposição joga tudo na conta do governador Flávio Dino. Como sempre.

1 Comentário

  1. Thiago disse:

    Parabéns pela coragem do deputado Adriano, apesar de toda mídia comunista, incluindo este blog, afirmar que ele está errado sobre o tema. A meu ver fica clara a urgência de se fazer uma política séria em nosso estado. Temos que parar de ficar enganando a população, adotar medidas concretas e mostrar a verdade contábil com seriedade.

Deixe o seu comentário!

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

“O Porto é o local mais improvável do coronavírus chegar no Maranhão”, alerta o deputado Dr. Yglésio
Flávio Dino e Edivaldo deverão ser os principais cabos eleitorais na sucessão da capital
Candidatura de Wellington depende da boa vontade de Roberto Rocha
Filho de João Goulart destaca papel de Dino na união das forças democráticas do Brasil
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz