23 de junho de 2017

Redação: (98) 98205-4499

23/06/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Nicolao Dino repudia hipótese de substituição de Janot na base do ‘toma-lá-dá-cá’

Nicolao Dino é contra o toma-lá-dá-cá

Em entrevista ao jornalista Josias de Sousa, do portal Uol, o vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, disse repudiar com veemência a hipóteses do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, ser substituído na base do “toma lá, dá cá”. Para Nicolau, “não seria digno ser designado para o cargo sinalizando troca de favores”.

Para Nicolao o presidente Michel Temer (PMDB) cometerá um grave erro se ignorar a lista tríplice, conforme vem sendo especulado pelo Palácio do Planalto. O mandato de Janot encerra dia 17 de setembro e até momento existem oito candidatos ao posto

Segundo o vice-procurador-geral eleitoral, o fato de ser irmão do governador do Maranhão, Flávio Dino, não deve interferir no processo de escolha de novo procurador-geral, até porque antes de Flávio ser juiz ou político, ele já era procurador e disse que deve ser julgado pela sua história no Ministério Público.

“Nesse momento histórico, abdicar da lista vai parecer uma sinalização muito ruim para o Ministério Público e para a sociedade, o que pode inclusive comprometer o cenário de equilíbrio institucional e de governabilidade”, declarou.

Na entrevista concedida ao UOL, Nicolao  prometeu prestigiar a operação Lava Jato se for guindado ao posto de procurador-geral. E esta posição incomoda muita gente, principalmente o ex-presidente José Sarney (PMDB) que articula junto a Temer contra sua nomeação em caso de ser o primeiro da lista tríplice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina