Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

“Nada justifica a imoralidade de se alugar um prédio residencial de um candidato para tratamento de câncer, por seis meses e ninguém ser atendido”, critica Bira

A visita dos deputados de oposição ao Edifício
Residencial, na Avenida São Luís Rei de França, onde deveria funcionar um
Hospital do Câncer do Governo do Maranhão voltou a repercutir na Assembleia
Legislativa, na manhã desta quarta-feira (16).

O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) lamentou
o fato dos deputados de oposição terem sido barrados e destacou que o prédio
foi alugado pela Incorporadora Difusora, de propriedade do candidato a
governador da oligarquia Sarney, Edinho Lobão, ao governo do Estado.

O prédio, segundo os pedreiros responsáveis, está
há seis meses em reforma trocando o piso e, em um flagrante de ilegalidade,
simplesmente até hoje não funcionou nenhum hospital do câncer naquela
localidade.

“Nada justifica isso. Trinta mil reais todo mês na
conta do Edinho Lobão, R$ 30 mil, limpo, de graça, sem nada, porque lá não tem
ninguém sendo atendido. Não tem nenhuma pessoa com câncer sendo atendida por
esse instituto, por esse centro oncológico, na Avenida Rei de França. É uma
situação realmente absurda”, denunciou.

Bira ressaltou que o Senador em exercício, apesar
de não ter tido nenhum voto, não poderia ter contrato com o poder público e o
Ministério Público não deve ficar silenciado diante deste escândalo. O Deputado
também repudiou a tentativa de se barrar parlamentares em suas prerrogativas de
fiscalização, de qualquer instituição pública do Estado.

“Simplesmente não permitiram sequer que a nossa
entrada, tamanho o flagrante da ilegalidade, é um prédio residencial,
construíram aquele prédio, não conseguiram vender os apartamentos, aí se aluga
para o Estado, é assim que se faz negócio no Maranhão, aluga-se para o Estado a
peso de ouro ganhando dinheiro fácil, garantido, Secretaria de Saúde,
Incorporadora Difusora e quem fica com o prejuízo é o povo”, protestou.

Para Bira, a Governadora e o Secretário de Saúde
fazem as propagandas mais bonitas na televisão, dizendo que o modelo da saúde
do Maranhão é um modelo revolucionário, referência para o País. Chegando a
anunciar 72 prédios, tomando o antigo Hospital do IPEM e nunca terminando a
reforma do prédio do PAM Diamante.

O deputado Bira afirmou que apesar do anúncio dos
72 hospitais, a população do Maranhão não consegue ser atendida. Não se
encontra enfermeiro, equipamentos, aparelhos de Raio X nos “hospitais”
entregues com festa e ainda inacabados.  

 “A propaganda na televisão é a coisa mais
espetacular. Eu queria morar na televisão, ali dentro da televisão. Porque ali
tudo é lindo, tudo é bonito, é o mundo de fantasia, mas o povo está sabendo que
isso não funciona. Na hora da agonia, o povo procura o Piauí, vai para Teresina
para Araguaína, para Goiânia, Brasília Fortaleza, ou Belém porque não consegue
atendimento médico no Maranhão”, disse Bira.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Conversas não avançam e unidade do grupo governista está cada vez mais distante
Com apoio de 17 vereadores Paulo Victor é favorito na eleição para presidência da Câmara
Novo Código Eleitoral será tema de semináro ministrado pelo deputado Rubens Jr.
Artigo do governador – São Luís: a capital de todos os maranhenses
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz