Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Ministério Público fará diligência em obras de convênios suspeitos do governo Roseana

Jornal Pequeno
 
O
Promotor da Probidade, Danilo José de Castro Ferreira, após analisar os
documentos encaminhados ao Ministério Público pelo secretário de
Desenvolvimento Social, Fernando Fialho, sobre os convênios firmados pelo
governo do estado com o Instituto Vera Macieira e com o Clube de Mães Nossa
Senhora das Graças, decidiu fazer diligência nos locais indicados para a
execução das obras, denunciadas no plenário da Assembleia Legislativa, pela
oposição, como sendo “fantasmas”.
“Eu
analisei a documentação, os argumentos de que houve erro material na digitação
dos convênios e decidir fazer uma vistoria nos locais que constam nos
contratos. Se eles construíram alguma coisa vamos saber visitando o local. Se a
denúncia de que as obras contratadas não foram executadas for verdadeira, vamos
fazer os encaminhamentos necessários para responsabilizar os culpados”, disse
Danilo Castro, no início da tarde de ontem, ao JP.
O
promotor anunciou que após as diligências vai tentar concluir o inquérito e,
para adiantar os trabalhos, já convocou para prestar depoimento no início da
próxima os responsáveis pelo Instituto Vera Macieira e pela Escola Comunitária
Clube de Mães Nossa Senhora das Graças, as duas entidades denunciadas pela
bancada da oposição na Assembleia Legislativa, como sendo beneficiárias de um
suposto esquema de desvio de recursos públicos.
A
iniciativa do Ministério Público em acelerar a conclusão da investigação sobre
os convênios suspeitos foi bem recebida pelo presidente da Comissão de
Administração do Poder Legislativo, deputado Othelino Neto. Ele adiantou que a
comissão vai continuar acompanhando os trabalhos do MPE e prosseguir na análise
de outras denúncias que chegaram a Assembleia Legislativa sobre o mesmo tema em
questão.
“Nós
estamos acompanhando passo a passo esta investigação feita pelo Ministério
Público, mas vamos continuar fazendo nosso trabalho de investigação de novas
denúncias que chegaram à Comissão de Administração envolvendo novos convênios
para execução de obras que não foram realizadas”, informou Othelino.
Após
a bancada da oposição denunciar a existência de convênios suspeitos e obras
fantasmas no povoado “Trechos”, no município de Raposa e no bairro Ilhinha, o
Ministério Público instaurou inquérito e concedeu prazo de quinze dias para que
o secretário apresentasse sua defesa. Fialho cumpriu o prazo e entregou a
documentação na última segunda-feira. Após minuciosa análise da acusação e da
defesa, o promotor Danilo Castro decidiu diligenciar para concluir o inquérito.
“Vamos
dar celeridade na investigação porque só tenho 30 dias para apresentar o
inquérito. Decidir diligencia porque, a princípio, os argumentos da defesa não
me convenceram e achei melhor fazer uma visita in loco para dirimir qualquer
tipo de dúvidas”, observou o promotor da Probidade.

1 Comentário

  1. Anônimo disse:

    Jorge Vieira,

    Esse promotor da probidade administrativa, Danilo de Castro Ferreiro, não é o mesmo que foi escalado tempos atrás pra investigar os desmandos realizados por ex-procuradores-gerais do MPE – seus correligionários em eleições no MPE – no monumental escândalo da construção do prédio-sede das promotorias da capital do próprio MPE, vulgo “Espeto de Pau”, que ruiu há quase dez, sem que a dita investigação encontrasse um culpado sequer pelas lesões causadas ao erário. Até hoje ninguém foi punido! E a sociedade aguarda uma satisfação desses fiscais da lei

    Tomara que dessa vez não aconteça o mesmo?

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Edivaldo em segundo lugar na disputa para o Governo do Maranhão, aponta pesquisa Percent
Movimento direitista confirma vinda de Bolsonaro ao Maranhão
Citado em escândalos de corrupção, Roberto Rocha é o único candidato ao Senado sob suspeita da Justiça
Ex-secretário de Esportes desmente Weverton Rocha sobre o escândalo Costa Rodrigues
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz