Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Líder do governo denuncia compra de vaga nos pequenos partidos

O
líder do governo, deputado César Pires (DEM), em meio a uma acalorada discussão no plenário da Assembleia,
sobre a ocupação de cargos no governo por políticos sem mandato, aliados da
governadora, fez uma grave denúncia: os pequenos partidos políticos estariam
vendendo vaga “por dinheiros absurdos” para garantir participação de deputados na
relação de candidatos que disputará as eleições 2914. Ele denunciou ainda a existência de concorrência
desleal na base governista.
Visivelmente
irritado, mas sem perder a postura, Pires denunciou que alguns partidos
políticos menores vendem as vagas por dinheiros absurdos e ficam cobrando de
deputados emendas, dinheiro para poder colocar deputado na relação de
candidatos. Para Pires, é preciso que se investigue esse comportamento e não
dar guarita a esse tipo de coisa.
Em
seu entendimento, é o próprio governo e os próprios partidos maiores que tem
que se unir para defender seus interesses. “O que não é certo é se ganhar
emendas iguais por uma quantidade de voto maior e outros que não defendem, se
escondem da defesa do governo ganhe a mesma quantidade e ser acobertado por
pessoas de dentro do governo para fazer candidatura do senhor A, ou do senhor B”,
condenou.
César
Pires destacou que sua condição de líder de governo lhe inibe de defender o seu
futuro político, de guardar as sua reservas eleitorais para poder ser candidato
e pediu que “não nos jogue às vezes como o DEM, o PMDB se assim quiser ou em
outros partidos a concorrer de forma desleal com alguns candidatos que estão
mais aquinhoados muito mais do que outros e aí levar a própria sorte aqueles
que de igual modo, de igual monta e com igual sacrifício tem defendido o
governo. É preciso que se olhe para isso não sou contra nenhum partido ter mais
que o outro, o que não pode é misturar desiguais para poder tentar tirar
proveito disso”, reclamou César Pires.
Pires
alertou que a insatisfação que está tendo agora é a mesma insatisfação de
muitos que, segundo ele, não tem coragem de falar. “Eu não quero me precipitar,
mas é preciso que se diga isso, é preciso que nesse momento se alerte essa
situação, é candidato saindo de grandes partidos, se escondendo, vendendo
emendas futuras, vendendo cargos futuros para poder ganhar eleição política”,
denuncia.
O
líder governista acrescentou ainda: “nós não podemos nos ajoelhar diante da
própria sorte. Queremos o bem do governo? Queremos, mas será que não quer mais
o bem de você mesmo ou de qualquer um candidato? É preciso que se pense e se
repense esse comportamento aqui dentro e da própria Casa, do próprio partido
político, partido debaixo do braço em gabinete de deputado, vendendo vaga para
poder fazer isso, não está certo esse comportamento, é por isso que o
achincalhamento vem depois, as mudanças num dia de partido, quando entra aqui
mudam de partido para poder receber as benesses do poder, perto da eleição
retornam, porque não aquinhoaram votos e não tiveram musculatura para suportar
a dor política. Silencia-se essa Casa mais uma vez porque tem o que dizer o
contrário, porque essa é a verdade dos fatos”, observou.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

"Bolsonarismo lidera em São Luís com Braide", destaca mídia nacional
Rubens e Honorato reúnem movimentos sociais para debater propostas para o segmento
Quase metade do eleitorado não aprova apoio de Bolsonaro em São Luís
Deputado levanta suspeita e diz que pesquisa do Ibope foi manipulada
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz