Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Hospital Alarico Pacheco entra na luta contra o coronavírus em Timon

O Hospital Regional Alarico Pacheco, em Timon, também se voltou ao enfrentamento do coronavírus. Atualmente, o hospital regional da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) conta com 12 leitos de UTI e 11 de enfermaria clínica para o combate à pandemia na região.

De forma integrada, a gestão estadual fortaleceu a rede de serviço da região para frear o avanço da pandemia: Tenda de Triagem, Hospital de Campanha, hospital municipal, UPA e Hospital Regional. Os serviços dialogam entre si e ampliam o alcance da assistência especializada.

“O hospital atua no enfrentamento do covid-19. São pacientes que necessitam de cuidados intensivos, pacientes de alta complexidade, que é uma linha importantíssima na assistência de combate ao coronavírus. Então é dessa forma que o hospital está inserido na rede. Recebemos os pacientes críticos da UPA. Com o fluxo, a UPA pode dar essa retaguarda de estabilização aos pacientes de Timon e da região”, destacou o diretor clínico do Hospital Regional Alarico Pacheco, Candilberto Filho.

Rede Materno-Infantil – A rede de cuidados materno-infantil no Maranhão tem garantido às maranhenses acesso seguro ao parto. Em Timon, o Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco é referência na região.

De acordo com Candilberto Filho, os serviços essências de urgência Hospital Regional estão mantidos. “Nós ainda continuamos fazendo a demanda das cirurgias de urgência, encaminhadas do hospital do município e da UPA”, disse.

Mesmo durante a pandemia de coronavírus, o hospital realiza uma média mensal de 250 partos, entre normal e cesárea. “Somos um hospital regional. Portanto, assumimos a papel da alta complexidade da região. Isso inclui o tratamento de pacientes que precisam de cuidados em UTI e cirurgias de média e alta complexidade. Atendemos gestantes, onde nesse cenário são pacientes com fatores de risco, tendo que ter a atenção redobrada. Adotamos um fluxo separado para as grávidas com sintomas de síndrome gripal. O fluxo para as demais gestantes é totalmente separado do Setor COVID. Na prática foi criado outro hospital em outro bloco – Seguimos as normativas do Ministério da Saúde, Anvisa  e OMS para evitar o contagio cruzado”, completou o diretor.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Debate no primeiro turno na TV Mirante pode não acontecer; Globo quer limitar participação a apenas quatro candidatos
Deputado levanta suspeita e diz que pesquisa do Ibope foi manipulada
"Bolsonarismo lidera em São Luís com Braide", destaca mídia nacional
Agiotagem: deputado pede prisão para o prefeito de Pedro do Rosário
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz