Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Governo e oposição se enfrentam na Assembleia

Oportunista como o pai, a deputada Andrea Murad, tentou, nesta quinta-feira (05),
pegar carona no movimento do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário, que tenta
reverter a decisão que cortou o ponto dos grevista do Tribunal de Justiça, acusando
o governador Flávio Dino de ter mudado sua postura em relação as entidades que
o apoiaram nas eleições de 2014, mas foi prontamente rebatida pelo líder do
governo, Rogério Cafeteira.
“Ao contrário do que diz a deputada Andrea, o
governador Flávio Dino é, foi e sempre vai estar aberto ao diálogo. Pode ter
certeza de que os sindicatos, procurando as vias corretas, serão atendidos para
serem ouvidos”, enfatizou.

A deputada, ao usar tribuna alegou que a desembargadora
Nelma Sarney, aquela das decisões polêmicas, havia concedido liminar em favor
do Sindjus e que o governador Flávio Dino estaria se recusando receber os
líderes do sindicato.  

A acusação, no entanto, não ficou sem resposta. Rogério
Cafeteira esclareceu que a Procuradoria do Estado não tem discricionariedade. “Havendo
decisão contrária, a Fazenda Pública dos Três Poderes vai interpor os recursos
que achar necessário, independentemente de quem estiver do outro lado. Ela é
órgão do Estado e não do Governo. Então a Procuradoria teria por obrigação,
independente da postura do governador, entrar com a ação”.

Quanto a liminar alegada pela deputada, Cafeteira observou
já havia decisão do Tribunal de Justiça e por isso foram cortados os pontos dos
funcionários. “A liminar foi concedida durante plantão, quando não caberia ter
sido analisada em plantão, mas isso não foi considerado; mas após o recurso da
Procuradoria do Estado foi acatado pelo desembargador Ricardo Duailibe.

“O sindicato também não procurou e, se procurar,
com certeza vai ser atendido pelo procurador Rodrigo Maia. Agora, só para
esclarecer: a Procuradoria Geral do Estado não é órgão de governo, ela não está
subordinada ao governador, é órgão de Estado. Sobre o diálogo, o governador
Flávio Dino é, foi e sempre vai estar aberto ao diálogo. Pode-se ter certeza de
que os sindicatos, procurando as vias corretas, serão atendidos para serem
ouvidos”, ressaltou o líder do Governo.

 

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Roberto Rocha virou sócio das maluquices de Bolsonaro e aliado do coronavírus
Mesmo país, realidades distintas: MA paga adiantado servidores, MG sem previsão 
Deputado Zé Inácio entra na disputa pela prefeitura de São Luís
Adjunto de Rubens Júnior, Raimundo Reis é nomeado secretário da Secid
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz