Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Governo do Estado beneficia comunidades tradicionais e faz entrega do Comida na Mesa

Comunidades tradicionais quilombolas e indígenas são o público beneficiado com editais do Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf), lançados pelo Governo do Maranhão. A solenidade ocorreu nesta segunda-feira (24), no Palácio dos Leões, com a presença do governador Flávio Dino. Na oportunidade, mais entregas do Comida na Mesa, contemplando municípios maranhenses.

“Incrementamos as ações do programa Comida na Mesa, com a entrega do Vale Gás, das cestas de alimentos e, hoje, alcançamos mais uma meta com o lançamento dos editais. Com isso, vamos propiciar renda a essas comunidades produtoras e os produtos adquiridos distribuir às populações que precisam. O programa vai prosseguir, pois estamos vendo os danos sanitários e socioeconômicos da Covid-19 e, por isso, precisamos de programas como o Comida na Mesa”, frisou o governador Flávio Dino.

Os editais são destinados a povos e comunidades tradicionais maranhenses – quilombolas e indígenas – e integram as ações do Comida na Mesa, coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF).

“Em mais uma edição do Comida na Mesa, continuamos com a entrega das cestas. Hoje, lançando o edital do Procaf para as comunidades tradicionais indígenas e quilombolas, onde serão adquiridos produtos da agricultura familiar, garantindo renda aos produtores e comida na mesa de quem está passando fome”, disse o titular da SAF, Rodrigo Lago.

Os editais têm investimento de R$ 1 milhão, sendo que o Edital Quilombola beneficiará as associações do segmento (R$ 700 mil); e o Edital Indígena é destinado a associações e produtores individuais (R$ 300 mil). O Procaf tem o objetivo de garantir a compra da produção dos agricultores familiares. Os alimentos adquiridos vão para famílias em situação de vulnerabilidade, atendidas pela rede socioassistencial, além de hospitais e creches.

“Com esses editais vai aumentar nossa renda e produção. Vamos produzir sabendo que vamos ganhar. Vai melhorar nossa vida. Não paramos nosso trabalho, sempre estamos vendendo para o Governo e, assim, alimentando outras famílias que tanto precisam”, enfatizou a presidente da Associação de Quebradeiras de Coco, de Chapadinha, Gracilene Almeida. A instituição produz biscoito, bolo, sorvete, azeite, óleo e rapadura de babaçu – produtos adquiridos pelo Governo, que compõem as cestas do Comida na Mesa.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

“Estou a disposição do grupo a qual faço parte para qualquer missão”, diz Felipe Camarão sobre candidatura ao governo
Candidatura de Edivaldo eleva a sucessão estadual a outro patamar
Edivaldo confirma pré-candidatura ao governo em 2022 durante ato de filiação ao PSD
Apesar dos comentários, deputado Neto Evangelista diz não acreditar em desistência de Weverton
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz