10 de novembro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

10/11/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Em sessão na Câmara, Lupi diz que ama Dilma e critica imprensa

ANDRÉIA SADI
DE BRASÍLIA

Após bronca dada pelo Planalto, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, pediu desculpas públicas pelas declarações dadas no começo da semana de que só sairia do ministério “abatido a bala”.
Lupi disse que foi ontem à presidente Dilma Rousseff pedir desculpas e se declarou: “Presidente Dilma, desculpe se fui agressivo, não foi minha intenção: eu te amo”.
“Eu reajo agindo, eu gosto de fazer o embate. Às vezes exagero. Peço desculpas públicas porque tenho humildade para isso”, disse ao falar na comissão.
Lupi também aproveitou a presença na Câmara para criticar a imprensa.
“A bolsa de apostas da mídia é para saber quem é o próximo[ ministro a cair]. Quando começa a atirar no soldado é para atingir o general”.
O ministro comparou a crise que vive a um “tribunal de inquisição”.
“Que que é isso, Jesus? Busquem as provas pelo amor de Deus. Eu não compactuo com corrupção. Quero os dois na cadeia: se alguém fez algo no ministério do Trabalho foi individual”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina