Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Em resposta a Simplício, Padilha diz que não concorda com gestão de Roseana na saúde

http://youtu.be/Q9jIMcBqxeo

Deputado de oposição defende prefeitos aliados de Roseana
Em
audiência pública da Comissão de Saúde da Câmara Federal, o deputado
federal Simplício Araújo (PPS) interpelou o Ministro da Saúde, Alexandre
Padilha sobre a forma como os recursos federais da saúde enviados ao
Maranhão estão sendo alocados. O parlamentar também denunciou a
tentativa de golpe contra a Prefeitura de São Luís e pediu ajuda para a
capital maranhense.
Simplício Araújo
questionou se Alexandre Padilha concordava em saber que dos mais de R$
100 milhões de reais enviados do governo federal para os municípios do
Maranhão referente ao teto financeiro anual da saúde, apenas oito
milhões chegaram às Secretarias Municipais de Saúde e hoje a governadora
Roseana Sarney e o secretário de Saúde do Esatdo, Ricardo Murad, além
de não repassarem os recursos aos prefeitos ainda tentam tomar boa parte
dos recursos da saúde do município de São Luís.
Em
resposta o ministro apontou que a culpa maior é da Comissão
Inter-gestores Bipartite, comissão de representantes de Secretários
Municipais (metade da comissão) e de representantes da Secretaria
Estadual de Saúde, que é responsável pela pactuação dos recursos.
Padilha disse que de forma alguma concordava com a distribuição dos
recursos públicos que são enviados para o Maranhão.
Para o ministro, o correto é que a maior parte dos recursos seja destinada aos municípios.
Simplício
apontou que “importantes municípios, como Timon, Bacabal, Pedreiras,
Santa Inês, Açailândia, Balsas, Barra do Corda, São Mateus e
principalmente São Luís, vivem grave crise e tocam as gestões municipais
de saúde completamente ignorados pelo Governo do Estado do Maranhão”.
O
deputado também atribuiu à “ingerência” do governo estadual a falta de
sucesso em atrair médicos para o Maranhão, uma vez que o estado tem o
menor número de médicos por habitante do país.
“O
problema da falta de médicos no Maranhão não é apenas salarial,  é
também falta de condições de trabalho, estrutura hospitalar, segurança
na relação trabalhista de trabalhadores com os institutos que
privatizaram o recurso publico disponível para a saúde no Maranhão”,
disse Simplício Araújo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

PT solicita ao PSB adiamento de decisão sobre candidatura ao governo
Com carisma e humildade Edivaldo Holanda Junior consolida candidatura
Felipe Camarão chama Bolsonaro de "insano e asqueroso" por espalhar notícia falsa contra vacina
Governo entrega à população de Timbiras  ponte viabilizada com indicação de Othelino
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz