Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Eleições 2014: Pesquisa traduz cenário da eleição para governador e senador no MA

No Maranhão, a primeira pesquisa estadual sobre
intenção de votos registrada no TSE, sob nº MA-00003/2014, realizada pelo
Instituto Data M, ainda repercute. Principalmente porque ela traz, com o ano
novo, uma nova realidade que as urnas podem parir em outubro próximo,
notadamente para os dois cargos mais cobiçados pelos políticos: governador do
Estado e senador da República pelo Maranhão.
Nos bastidores, sabe-se que
muitas das decisões que estão sendo tomadas, no momento, tanto pelos candidatos
dogoverno como os da oposição, têm como base os números dessa pesquisa. Até
porque, mais que os números, o levantamento revela que há uma perfeita
co-relação de causa e efeito entre os fatores político,  administrativo e
eleitoral.
Muitos aspectos da pesquisa – que
tem o selo de credibilidade de um instituto cujos números são sempre muito
aguardados e tomadoscomo guia pelos marqueteiros -, apesar de bastante
divulgados,  ainda não foram abordados, como, por exemplo, a relação entre
o maior grau de instrução,o nível de renda dos entrevistados e  a
declaração do voto. Assim, quanto maior o grau de instrução e maior o nível de
renda do eleitor, a tendência é votar nos candidatos de oposição ao Grupo
Sarney.
Chama a atenção ainda o
posicionamento obtido por Flávio Dino (PCdoB) e Roberto Rocha (PSB),
pré-candidatos declarados a governador e a senador, respectivamente, que
lideram as intenções de voto em todos os cenários, além da rejeição,
estratosférica, da governadora Roseana Sarney (PMDB) como pré-candidata ao
Senado.
No cenário em que estão juntos o
presidente da Embratur, Flávio Dino, o secretário de Infraestrutura do governo
Roseana, Luís Fernando (PMDB) e a deputada estadual Eliziane Gama (PPS), o
comunista tem 55,3%,  Luís Fernando soma 13,7% e Eliziane, 6,9%. Os que
declaram anular o voto são 7,7% e os que não sabem ainda em quem votar ou não
quiseram responder, 16,4%.
Quando confrontado apenas com
Luís Fernando, Flávio sobe para 58,3% e o peemedebista fica com 15,5%. Já 9,8%
dizem não votar em nenhum dos dois, e 16,4% também não responderam ou disseram
não saber em quem votar.
Os nomes para pré-candidatos a
senador que o Data M testou junto ao eleitorado de 58 municípios maranhenses –
que compõem a amostra da pesquisa – são: a governadora Roseana Sarney, Domingos
Dutra (Solidariedade), Roberto Rocha e Gastão Vieira (PMDB). Primeiro cenário:
Roberto Rocha, 25,1%; Roseana Sarney, 20,7%; Domingos Dutra, 20,0%; Nenhum
deles, 15,8%; Não Sabe/Não responde, 18,3%.
Segundo cenário: Roberto Rocha,
26,1%; Domingos Dutra, 19,7%; Gastão Vieira, 13,4; Nenhum deles, 17,5; Não
sabe/Não responde, 23,3%. Terceiro cenário: Roberto Rocha, 38,8%; Roseana
Sarney, 21,0%; Nenhum deles, 20,9; Não sabe/Não responde, 19,3%. Quarto
cenário: Roberto Rocha (36,4%); Gastão Vieira, 16,9%; Nenhum deles, 22,2%; Não
sabe/Não responde, 24,5%.
Mas o destaque da pesquisa são os
números da rejeição para os pré-candidatos ao Senado: Se a eleição fosse hoje,
em qual destes nomes o Sr. (a) não votaria de jeito nenhum? Roseana Sarney,
56,0%; Domingos Dutra, 11,7%; Roberto Rocha e Gastão Vieira, 6,5%; Votaria em
qualquer um, 1,7%; Não sabe/Não responde, 17,5%. Gastão Vieira é “testado”
porque se cogita que seria o substituto natural de Roseana Sarney no caso dela
não se desincompatibilizar do governo ou candidatar-se a deputada federal.
No quesito rejeição para governador,
o quadro, segundo o Data M, seria este, nos dias em que os entrevistadores
foram a campo: Luís Fernando, 28,7%; Eliziane Gama, 17,3%; Roberto Rocha,
13,2%; Flávio Dino, 10,0%; Votariam em qualquer um, 5,7%; Não sabe/Não
responde, 25,1%. Vale frisar que Roberto Rocha consta nesse quesito por conta
de simulação de intenção de voto feita para o governo entre ele, que obteve
23,5%, e Luís Fernando, 22,6%; nenhum deles, 26,4%; Não sabe/não responde,
27,5%.
Eleitorado formador de opinião quer mudanças
Detalhando ainda mais os números,
verifica-se que quanto maior é o grau de instrução e o nível de renda dos
entrevistados, maior também é a preferência pelos pré-candidatos Flávio Dino
governador e Roberto Rocha senador (no confronto com Luís Fernando e Roseana
Sarney), praticamente em todos os cenários, o que poderia, em tese, ajudá-los a
consolidar suas posições, já que esse eleitorado é formador de opinião.
Outra observação importante, no
confronto com Roseana Sarney como pré-candidato a senador, Roberto Rocha tem
maior intenção de votos em todas as regiões do Estado, com ênfase para as
regiões Oeste: 56,4% x 17,5%; Sul: 45,5% x 22,7% e Centro: 42,4 x 17,5%.
Na divisão por região, e no
confronto Flávio Dino x Luís Fernando, a pesquisa Data M também mostra que o
comunista venceria, se eleição fosse hoje, em todas elas, com predominância
para as regiões Oeste (68,5% x 11,8%) e Centro (75,6% x
8,3%).
No mais, a pesquisa também
justifica, no momento, a baixa aceitação do eleitorado por Roseana Sarney como
pré-candidata ao Senado,  e ainda do seu secretário de Infraestrutura,
Luís Fernando Silva, como pré-candidato a governador. Para isso, basta ver a
avaliação ao governo estadual, que obtém 60% de “ruim” + “péssimo”, e 66,5% de
“não aprovo”, quando o eleitor é indagado se “aprova ou não aprova” a
administração da governadora Roseana Sarney.
Outra pergunta feita pelo
instituto Data M também obtém emblemática resposta:
– O Sr. (a) concorda que a
família Sarney ainda é necessária para o Maranhão? 20,5% disseram “concordar”;
71,9% responderam “não concordar” e 7,6% não souberam ou não quiseram opinar.
Assim, os números do eleitoral podem ser consequência natural do político e do
administrativo.

6 Comentários

  1. o maranhão já sofreu de mais nas mãos dessa oligarquia, é hora de mudar, não aguentamos mais.o que foi feito pelo maranhão em quarenta anos?só quem pode mudar um estado são os políticos e o maranhão até agora não teve. teve sim bandidos pra sugarem os seus recursos.

  2. Anônimo disse:

    não é oligarquia, o povo que ele! É democracia..

  3. Sonia Barbosa disse:

    família sarney atraso do maranhao

  4. Anônimo disse:

    Qual a diferença entre o Maranhão e o Barcelona?R=O Barça nos ultimos anos foi campeão,de todas as competições a nivel de futebol possiveis de conquistar e com autoridade,já o maranhão se supera em grande escala ao Barça porque nos ultimos 40 anos foi campeão em todos indicadores negativos no brasil.como:o estado mais pobre da nação,pior sistema carcerário,pior governo avaliado,pior idh,pior ideb,saúde mais sucateada,tem os municipios mais pobres do pais,é o unico ainda que tem uma oligarquia desde a ditadura,ainda bem que tem o bolsa pra minimizar o problema.tá na hora de mudar depois de 40 anos de vitórias no atraso,melhor que o Barça,só o Maranhão. Junior Gomes

  5. Anônimo disse:

    Tenho fé que o maranhão vai mudar desta vez!

Deixe o seu comentário!

Rádio

Buscar

Mais Lidas

Governador deve anunciar a qualquer momento Ricardo Cappelli na Comunicação
Bastidores vive expectativa das novas mudanças prometidas por Flávio Dino
Braide descumpre orientação do Ministério da Saúde e promove filas e aglomeração em Centro de Vacinação
Baleia Rossi vem ao Maranhão em busca de apoio para a presidência da Câmara
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz