Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Destino de Gil Cutrim pode ser o PSDB, mas a concorrência pelo comando da legenda é grande  

Após mais de um ano tentado autorização para deixar o PDT, partido pelo qual se elegeu em 2018 e como qual abriu divergência logo após assumir o mandato, o deputado federal Gil Cutrim, embora tenha afirmado em carta enviada à imprensa nesta terça-feira (2) anunciando que ainda não decidiu para qual legenda irá transferir sua filiação, nos bastidores da política local, são fortes os comentário de que seu próximo abrigo será o PSDB, sigla comandada no estado pelo senador Roberto Rocha, mas que está prestes a ser convidado a se retirar da legenda dos tucanos por falta de afinidade com as orientações partidárias.

O próprio senador já disse que se sente desconfortável no PSDB e este desconforto é provocado pelo fato do partido ter no governador de São Paulo, João Dória, um potencial candidato a presidente da República. Roberto Rocha pretende montar palanque no Maranhão para reeleição do presidente Jair Bolsonaro, por quem desenvolveu uma fidelidade canina, e pegar carona, caso a conjuntura esteja favorável, para uma candidatura ao governo. Como o projeto de Rocha não bate com a direção nacional dos tucanos, a porta da rua será serventia do partido.

Como todo deputado federal que entra em novo partido quer o controle do diretório estadual, a entrega do partido do PSDB a Gil Cutrim não será tarefa fácil. Isto porque a legenda já teria sido oferecida à senador Eliziane Gama, que ficou de estudar a oferta, e ainda existe a possibilidade do ninho dos tucanos voltar a ser comandado pelo vice-governador Carlos Brandão (PRB), pré-candidato ao governo. Na condição de presidente estadual, Brandão estruturou o PSDB no Maranhão, mas deixou o partido após levar uma rasteira de Roberto Rocha, que assumiu a direção da legenda após bajular a direção nacional. Rocha havia sido eleito PSB em 2014, de onde foi expulso por infidelidade.

Ao formalizar sua despedida do PDT, Cutrim, que nasceu politicamente no berço do sarneisismo e mudou para um partido de centro esquerda, numa mudança considerada radical, não conseguiu se adaptar e pediu para sair. Agora está livre para seguir o caminho que desejar. Ele que teve teve o pedido negado pela direção partidária, agora que conseguiu  autorização teceu elogios ao presidente estadual do partido, senador Weverton Rocha.

Mesmo que esteja disposto a ingressar no PSDB, nada garante que o comando do partido será entregue a ele, até porque a preferência deve ser pela senador Eliziane Gama que precisa de um partido mais robusto para entrar no jogo sucessório de 2022. Pessoas próximas a senadora não descartam vê-la disputando o governo do estado ano que vem.

Com a decisão Cutrim de buscar uma nova legenda, o PDT do Maranhão perde seu único representante na Câmara Federal e passa a contar apenas com a força do senador Weverton Rocha.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Posição do PT sobre sucessão estadual vai depender de orientação da direção nacional, diz Augusto Lobato
Weverton acredita que Dino irá ouvir os partidos antes de bater o martelo sobre seu sucessor
MDB vai abrir discussão com todas as forças políticas sobre sucessão, diz deputado Roberto Costa
Gaeco realiza operação contra corrupção em cinco municípios
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz