Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Desesperado, grupo Sarney parte para baixaria

Chefe do grupo, Sarney deu o sinal verde para a baixaria na campanha

Sem argumentos para reverter o quadro altamente favorável ao candidato
da oposição na sucessão estadual, o senador José Sarney deu sinal verde para a introdução
da baixaria na campanha eleitoral. Os líderes da oligarquia mandaram as favas as regras da civilidade e estão partindo para tudo ou nada na esperança de confundir a população e tirar alguns proveito das agressões, mentiras e acusações infundadas contra o candidato Flávio Dino, líder disparatado nas pesquisas e franco favorito para destronar o grupo que manda no Maranhão há 50 anos.   

Coube ao ex-presidente dar o primeiro passo ao rumo ao esgoto quando
publicou no jornal de sua propriedade o virulento artigo ‘Boca do Inferno”.
Depois, um ator de idade avançada apareceu nas redes sociais atacando
fortemente o candidato a governador Flávio Dino, o que levou a coligação de
Dino a acionar a Justiça Eleitoral para retirar do Google o agressivo vídeo.

Aluno disciplinado e tarefeiro, o senador João Alberto agora segue a
mesma linha, sem medir palavras e com discursos que beiram o ridículo. Em
comício no município de Santa Inês, um dos maiores colégios eleitorais do
estado, o senador insinuou que o candidato da coligação “Todos pelo Maranhão”,
Flávio Dino, é o satanás.

Segundo o discurso de João Alberto, “o Satanás vem em forma e pele de
cordeiro tentando enganar, ludibriar as pessoas com falsas promessas. Nós temos
que fazer vários comícios e evitar que um Satanás chegue a ser governador”,
disse João Alberto, para espanto do público.

Líderes da coligação “Todos pelo Maranhão” estão lamentando que os
adversários partam para a baixaria, e advertem que Flávio Dino já foi vítima de
ataques pelas redes sociais e telemarketing com frases difamatórias, vídeos
manipulados distribuídos em CDs pelas igrejas, panfletos apócrifos despejados
em helicópteros e xingamentos agressivos contra seus pais e familiares.

E a tendência é piorar
ainda mais os ataques, pois na medida que o tempo vai passando e as eleições chegando,
o grupo Sarney já dar mostras do que é capaz para tentar se manter no poder. No
desespero, é capaz de tudo, inclusive de inventar um novo “caso Reis Pacheco”,
como ocorreu em 1994 quando Sarney foi à TV Mirante mentir descaradamente que o
então candidato Epitácio Cafeteira havia sequestrados, matado e ocultado o cadáver
do funcionário da Vale do Rio Doce, Anacleto Reis Pacheco.   

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Pesquisa Escutec: Edivaldo se mantém em segundo na disputa para o governo
Partidos começam esvaziar pré-candidatura de Weverton; Cidadania puxa a fila
Presidente do PT garante pré-candidatura de Camarão até o encontro estadual
Brandão se consolida como candidato do grupo; próxima reunião será apenas para conferir quem fica
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz