5 de julho de 2017

Redação: (98) 98205-4499

05/07/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Deputado condena campanha covarde contra o prefeito na internet

O deputado Edivaldo Holanda (PTC), em pronunciamento nesta manhã de quarta-feira (5) condenou a campanha difamatória que adversários do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) promovem na internet contra a administração municipal.

Os parlamentar subiu à tribuna para parabenizar a parceria da Prefeitura de São Luís e  do Governo do Estado para a solução de um antigo problema de engarrafamento na Forquilha, que era considerado um dos pontos mais críticos da cidade.

Após ressaltar a qualidade da engenharia de trânsito que possibilitou a resolução do problemas com investimentos de apenas R$ 9 milhões, lamentou que os adversários do prefeito tenham criticado a obra.

“Os que fazem oposição ao prefeito não gostaram, aqueles que fazem, inclusive diariamente pela internet, covardemente uma campanha surda contra o prefeito não gostaram da solução que foi dada na Forquilha, com pouco dinheiro e com uma garantia pelo menos de 20 anos para resolver aquele problema”, observou Edivaldo Holanda.

O parlamentar explicou que o conjunto de intervenções abrangeu a troca da rotatória pelo cruzamento que liga as Avenidas Guajajaras, Jerônimo de Albuquerque, MA-201, MA-202 e Planalto Anil. Paço do Lumiar e São José de Ribamar foram contemplados tal qual São Luís.

“A dor de cabeça da Forquilha acabou e assim o prefeito de São Luís, com a parceria sadia com o Governo do Estado, coisa inédita na história política da nossa capital, leva benefícios para uma população sofrida. Os nossos parabéns ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior, a sua equipe de técnicos dirigida pelo doutor Canindé Barros e ao governador Flávio Dino por ter entendido a necessidade de se resolver aquele crônico problema da cidade de São Luís”, enfatizou Edivaldo.

Holanda chamou atenção para o fato de que no local onde foi projetado um viaduto de mais de R$ 70 milhões e na época, comeram o dinheiro e o prefeito Edivaldo foi obrigado, pela justiça, a devolver esse recurso. Todos os meses a Prefeitura de São Luís pagou prestações até completar os R$ 73 milhões que desapareceram para a construção da obra.

Edivaldo Holanda disse ainda que hoje um viaduto daquele que foi projetado custaria R$ 150 milhões, coisa impensável dentro dessa crise que o país vive. “O que foi pensado para a Forquilha pelos engenheiros de Trânsito foi algo de alta inteligência. Enquanto um viaduto hoje ali custaria R$ 150 milhões, e não tinha e nem tem como esta prefeitura fazer, a Prefeitura e o Governo do Estado gastaram apenas R$ 9 milhões”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina