30 de maio de 2017

Redação: (98) 98205-4499

30/05/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

CPI do BNDES proposta por Roberto Rocha mira atingir Roseana

Sem apoio forma do grupo, o senador Rocha Rocha quer investigar empréstimos de Roseana junto ao BNDES

O senador Roberto Rocha (PSB), o “Asa de Avião”, pré-candidato ao Governo do Estado em 2018, aguarda ansioso o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB), ler seu requerimento que cria a CPI do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para dar início ás investigações que pretendem desvendar os mistérios que rondam a “caixa preta” desta instituição de crédito estatal.

A iniciativa do Rocha, que vinha flertando com seu retorno ao grupo Sarney, de onde saiu por conta de interesses contrariados, mas não prosperou, tem por finalidade atingir a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), responsável pelos empréstimos junto ao BNDES e frear suas intenções de disputar novamente o governo em 2018.

Roseana tomou emprestado do banco mais de R$ 5 bilhões, dinheiro esse que seria usado durante a campanha eleitoral de 2014 para favorecer o então candidato do PMDB, Edinho Lobão, mas a oposição acabou conseguindo sustar a liberação dos recursos por conta de irregularidade na aplicação e desvio de finalidade, o que fez com restasse alguma coisa para o governo sucessor.

Com os recursos do BNDES foram feitos por Roseana, já comentam nos bastidores da sucessão que diante da falta de interesse e confiança do grupo Sarney nas verdadeiras intenções do senador, conhecido por andar sempre querendo apunhalar quem o ajuda, a exemplo do governador Flávio Dino (PCdoB) que lhe deu o mandato, não estaria disposto a correr o risco.

Na época dos empréstimos, a governadora foi bastante criticada pela oposição porque todos tinham consciência de que o dinheiro tomado emprestado seria usando para irrigar a campanha eleitoral, como já vinha sendo feito. Felizmente a direção do BNDES suspendeu a liberação das parcelas, o que permitiu ao governador Flávio Dino encontrar cerca de R$ 2 bilhões que estão sendo muito bem utilizado agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina