Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Com desistências e puxada de tapete, campanha entra na reta final com dez candidatos

Faltando pouco mais de um mês para o primeiro turno das eleições municipais, o quadro de candidato deu uma enxugada e, se não houve mais desistência até o dia 15 de novembro, o eleitor ludovicense poderá escolher entre dez nomes aquele que comandará o destinos da capital maranhense, maior colégio eleitoral do Estado, a partir de janeiro de 2021.

A movimentação para a corrida ao Palácio de La Ravardiére, que começou ainda em 2019 com uma penca de pré-candidatos, que incluía até a possibilidade da ex-governadora Roseana Sarney entrar no páreo como uma espécie tábua da salvação para eleger representantes do MDB à Câmara Municipal, começou a reduzir antes mesmo das convenções partidárias.

O ex-prefeito Tadeu Palácio ensaiou se candidatar pelo PSL, mas diante da realidade conjuntural preferiu se esconder quando os dirigentes do partido, mesmo sem poder de decisão, o procuraram para firmar compromisso. Foi o primeiro a desistir da candidatura. Outros nomes também ficaram pelo caminho, como Wellington do Curso e Detinha. WC por conta da puxada de tapete do PSDB de Roberto Rocha, enquanto Detinha numa negociata articulada pelo marido Josimar de Maranhãozinho com o Republicanos de Duarte Júnior.

O fato é que a Prefeitura de São Luís chegou a ser cobiçada por até 15 pretendentes. Deste número sobreviveram doze nas convenções, dois desistiram e a campanha entra na reta final com dez candidatos na disputa e tendo que enfrentar uma eleição atípica, cheia de limitações por conta da pandemia, o que levou já a desistência de um dos concorrentes.

Carlos Madeira contraiu Covid-19 e saiu da disputa. Após período de internação em UTI se recuperou, tentou retomar a campanha, mas diante do quadro debilitado de saúde preferiu desistir da candidatura e anunciar apoio ao candidato da aliança PCdoB, PT, PP, Cidadania, PMB, DC, que também contraiu a doença e está em quarentena, em casa.

Já Adriano Sarney, primeiro candidato a realizar convenção, por conta da legislação eleitoral que desobrigava as emissoras de Rádio e Televisão lhe convidar para debates, considerados fundamentais nestes tempos de pandemia, preferiu jogar a toalha. Outro fator que pesava era o elevado índice de rejeição do neto de José Sarney.

Por conta das desistências motivadas por doença, conjuntura eleitoral ou puxada de tapete, o quadro de candidato ficou assim: Rubens (PCdoB), Yglésio Moisés (PROS) Bira do Pindaré (PSB), Duarte Júnior (Republicanos), Eduardo Braide (Podemos), Franklin Douglas (PSOL), Hertz Dias (PSTU), Jeisael Marx (Rede), Neto Evangelista (DEM) e Silvio Antônio (PRTB).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Buscar

Mais Lidas

Eleição na pandemia: Candidato a prefeito de Pirapemas, Paraguaçu faz campanha responsável e sem colocar em risco a população  
Aliado de Braide, presidente Jair Bolsonaro é rejeitado por 61,9% dos ludovicenses
Recuperado de covid-19, Rubens retoma a campanha nesta sexta-feira comandando grande plenária da aliança 65
Rubens é o que mais cresce em pesquisa DataIlha/Band e chega a 9%
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz