Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Com Castelo ficha suja, Neto Evangelista passa a ser opção do PSDB

João Castelo teve mais uma prestação de contas rejeitada pelo TCE-MA

João Castelo teve mais uma prestação de contas rejeitada pelo TCE-MA

Único político com mandato a comparecer ao ato do último domingo (13) contra corrupção e pelo impeachment da presidente Dilma, o ex-prefeito de São Luís, deputado federal João Castelo (PSDB) teve mais uma prestação de contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, na sessão plenária desta quarta-feira (16), desta vez relativa ao exercício financeiro de 2010.

O ex-gestor, considerado o pior prefeito da história de São Luís, embora ainda possa recorrer da decisão, já é considerado ficha suja e, portanto, impedido de disputar a próxima eleição, o que leva a crer que sua pré-candidatura teria apenas por finalidade barganhar uma vaga de vice para a filha e ex-deputada Gardeninha.

A suposta pretensão de disputar o pleito de outubro próxima é tão falsas que nem os dirigentes do PSDB acreditam nos verdadeiros propósitos. “Todas as vezes que o procuramos para tratar sobre sucessão e candidatura, ele sai pela tangente e sempre arruma um desculpa para não tratar sobre a questão, o que nos leva a crer que sua pre-candidatura não passa de uma embromação”, disse um dirigente do partido ao blog.

Ciente das dificuldades que Castelo terá que enfrentar na Justiça, caso queria levar adiante seu projeto de concorrer ao cargo de prefeito, o deputado Neto Evangelista já pavimenta caminho para se viabilizar como candidato dos tucanos e começa ganhar adeptos no ninho dos tucanos.

Castelo, um político que chegou ao comando da prefeitura em 2008 e tratou de resolver apenas seus problemas financeiros pessoais, como é do conhecimento de todos, deixou a cidade completamente arrasada, dívida vencida de R$ 1 bilhão, servidores sem o pagamento do mês de dezembro e obras de péssima qualidade que foram destruídas pelas chuvas que desabaram sobre a cidade em janeiro de 2009.

Nesta decisão de quarta-feira, o TCE o condenou a devolver aos cofres do município de São Luís R$ 4.687.711,22 e ainda terá que pagar multas que totalizam R$ 998.524,24.

A análise da prestação de contas de João Castelo realizada pelos auditores do TCE detectou como principais irregularidades os seguintes aspectos: não realização de processos licitatórios, ausência de contratos referentes à contratação de pessoal por tempo determinado, dispensa indevida de processos de licitação, irregularidades na dispensa emergencial de licitação, entre outras.

Com mais esta condenação, Castelo está fora do páreo e deve abrir caminho para o jovem deputado Neto Evangelista, que vem trabalhando internamente para ser o representante do PSDB na sucessão municipal. Em recente declaração a este blog, Evangelista deixou claro que “se meu nome for o desejo da maioria do partido, serei candidato”.

Castelo possui ainda outra condenações. Em maior de 2015, a pedido do Ministério Público Estadual, a juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública, Luzia Medeiro Neponucena, o condenou à perda da função pública e ressarcimento de R$ 115 milhões aos cofres públicos por atos de improbidade administrativa praticados em 2009 e 2010.

Motivo da condenação? Castelo expediu decreto emergencial para dispensa de licitação que resultou na contratação da empresa “Pavetec Construções Ltda” para a realização de obras de pavimentação asfáltica, nos valores de R$ 29 milhões e R$ 85 milhões, em 2009 e 2010, respectivamente sem que houvesse comprovação da realização das referidas obras.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Conversas não avançam e unidade do grupo governista está cada vez mais distante
Com apoio de 17 vereadores Paulo Victor é favorito na eleição para presidência da Câmara
Carlos Brandão diz que governo está atento ao crescimento dos casos de Covid-19 no Estado
Artigo do governador – São Luís: a capital de todos os maranhenses
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz