Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Chegou a hora do eleitor dá cartão vermelho a político corrupto

Os 4,5 milhões eleitores irão às urnas neste domingo (7) nos 217 municípios, para eleger seus representantes na Presidência da República, governador, senadores, deputado federal e deputado estadual. E é bom que o eleitor conheça bem o candidato antes de sufragar o voto para não se arrepender depois. A eleição coloca nas mãos da população a reponsabilidade de retirar da vida pública políticos corruptos e sem compromisso com as comunidades.

O pleito deste domingo entrará para história como a data em que o Maranhão se livrou definitivamente da oligarquia mais longeva do país e que durante cinco décadas governou o Estado como se fosse propriedade da família Sarney. E além de não conseguir voltar ao comando do Estado, o clã ainda vai perder seus dois representantes no Senado, o que certamente significará o fim do prestígio do velho oligarca José Sarney em Brasília.

A campanha chegou ao final com todos os institutos de pesquisas apontando vitória do candidato Flávio Dino logo no primeiro turno, assim como a possibilidade de eleger uma forte bancada na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa do Maranhão, onde as previsões indicam que os partidos integrantes da aliança “Todos pelo Maranhão” farão a grande maioria do plenário das duas Casas legislativas, o que significa tranquilidade na provação das propostas do Poder Executivo estadual e emendas para o Maranhão.

A eleição deste ano, além de sepultar de vez a oligarquia e seus representantes no Senado, vai produzir um cadáver político que atende pelo nome Roberto Rocha (PSDB), o senador eleito debaixo do sovaco de Flávio Dino em 2014 que após sentar na cadeira traiu os partidos que o elegeu, passou a flertar com o grupo da candidata Roseana Sarney, serviu de linha auxiliar da filha de José Sarney no debate da TV Mirante, tendo como resposta o despreza da população.

Rocha, que achava que não tinha nada a perder por ainda lhe restar quatro anos de mandato, acabou jogando fora até a possibilidade de voltar a se candidatar em 2022, pois vai sair da eleição bem menor que Maura Jorge (PSL) e sem condições de ser candidato, pois vai ficar provado que não tem voto e que deve o mandato ao governador, que a exemplo do que fez com ele, está elegendo agora Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS).

Adeus oligarquia.

 

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Vacinação: Deputado Yglésio coloca sob suspeita laudos sobre comorbidade e cobra do MPE celeridade na apuração das denúncias
Roberto Rocha continua dependendo de Bolsonaro para definir futuro
Primeira reunião no grupo Dino para tratar de sucessão gera expectativa
Com o Comida na Mesa, Governo já entregou mais de 50 mil cestas básicas a cidades maranhenses
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz