Em palestra ministrada na Universidade Ceuma, em São Luís, nesta quinta-feira (07), o vice-governador Carlos Brandão destacou as políticas do Governo do Maranhão com vistas ao desenvolvimento sustentável, e frisou que “o Maranhão do futuro é o Maranhão pelo qual batalhamos hoje: um estado com grande potencial econômico e que progride com justiça social”.

Para uma plateia composta por estudantes, professores e autoridades políticas, Carlos Brandão elencou uma série de ações que o Governo vem realizando, desde 2015, objetivando crescimento econômico constante de longo prazo, de modo a garantir segurança jurídica e política para os investidores, e, consequentemente,  melhoria dos indicadores sociais do estado.

“Desde o início do Governo, pregamos a bandeira do crescimento econômico com justiça social. Essa é a base de um crescimento sustentável, que nos permite melhorar a nossa infraestrutura, desenvolver nosso capital humano e avançar nos programas sociais”, pontuou o vice-governador.

Dentre os esforços para melhorar os indicadores socioeconômicos do estado, Brandão destacou o plano “Mais IDH”, cujo objetivo é promover a superação da extrema pobreza e das desigualdades sociais no meio urbano e rural, por meio de estratégia de desenvolvimento territorial sustentável, com ações voltadas para as áreas da educação; saúde e saneamento; infraestrutura; trabalho e renda; cidadania e participação popular; entre outras.

Junto às conquistas, há também grandes desafios, que têm sido abraçados pelo Governo com responsabilidade, enfatizou Brandão. “Apesar de todos os esforços, ainda temos que manter o objetivo de enfrentar as injustiças sociais. Isso passa pelo bom uso do dinheiro público, decidindo de forma consciente e responsável em quais setores investir, considerando o custo-benefício de cada decisão, de forma a promover o desenvolvimento para todos”, frisou.

Por fim, Carlos Brandão ressaltou que “o Governo tem feito o dever de casa” e que o Maranhão é um mar de oportunidades, pronto para crescer ainda mais, aliando desenvolvimento econômico com justiça social”.