Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Candidatura de Flávio Dino facilita a unidade da oposição, afirma deputado Domingos Dutra

Militante
histórico dos movimentos sociais no Maranhão e um dos fundadores do Partido dos
Trabalhadores, o deputado Domingos Dutra, atualmente na coordenação nacional da
Rede Sustentabilidade, defende a
realização de uma reunião dos líderes oposicionistas, após o dia cinco de
outubro, data em que será definido o quadro partidário para as eleições de
2014, a fim de estabelecer uma comissão para pensar agenda e elaborar o plano
de governo do candidato Flávio Dino.
Para o
parlamentar, a oposição vem dando exemplo de maturidade e, ao que tudo indica,
marchará unida na sucessão estadual do ano que vem. Dutra disse está seguro que
a candidatura do presidente da Embratur está catalisando  não apenas a unidade da oposição, mas
agregando lideranças políticas que no passado tinham uma posição diferente e
apoiavam o grupo adversário. “A oposição do Maranhão tem juízo e vai construir
uma só candidatura para governador, para vice e para senador”, acredita.
Atualmente
sem partido, mas lutando para tentar legalizar a Rede Sustentabilidade, Dutra
adverte que tem até o dia três de outubro para conseguir reunir todas as
filiações necessárias, mas caso não seja possível existe a possibilidade de
ingressar no partido Solidariedade, que também tenta  conseguir a legalidade, mas se também não
conseguir, vai procurar outro caminho.
“Meu partido
está definido, faço parte da comissão nacional da REDE. Nós temos a última
sessão do TSE no dia 3 de outubro,  portanto até o dia 3 eu terei que me definir.
Se por acaso a REDE não se viabilizar eu vou buscar um outro caminho. Só tenho
uma certeza: no PT arranchado no curral do Sarney eu não ficarei. Se a RDE não
der eu vou buscar uma outra legenda para fazer política”, adianta.
Segundo
Domingos Dutra, existem três opções partidárias, caso não der certo a REDE ou o
Solidariedade. Ele mesmo explica:  “como
eu tenho mandato, para não ter o risco de ser perseguido pelo Futi (José
Sarney), por causa da fidelidade, eu teria que ir para um partido novo. Não
dando nenhum dos dois eu vou optar entre PSB, PCdoB e PDT.  Eu vou ter que escolher um destes três. O
único problema é que sou pré-candidato a senador e o PCdoB já tem candidato a
governador, o PSB tem dois pré-candidatos a senador, então tem o PDT que
disputa a vice e eu teria maior facilidade para compor a chapa majoritária”,
observa.
Dutra
explicou que o fato de ter excesso de candidatos á vaga majoritária de senador
em nada vai dificultar a unidade do grupo? “A história já nos provou que o
Sarney tem tido vida longa não é só porque usa métodos ilegais, é matreiro, tá
sempre agregado ao planalto, mas porque a oposição tem colaborado muito para a
vida longa do dele, principalmente por conta da falta de unidade. Eu defendo um
único candidato a governador e candidato único a senador. O fato de ter muitos
pretendentes não quer dizer que não tenha unidade”, adverte.
Para o
deputado, é precisa ter critério para construir a unidade. Ele adianta que não
dar para retirar o seu nome só porque não tem dinheiro.  “E preciso que haja critérios. Uma pesquisa
qualitativa, uma pesquisa quantitativa? Quem tem condições de ganhar? Estabelecido
o critério, se eu não me enquadrar ou se perder, não tenho nenhum problema em
tirar meu nome”, enfatiza.
Decisão
do TSE
– Domingos Dutra aproveitou a reportagem do Jornal Pequeno para emitir
sua opinião sobre a decisão do Tribunal Superior Eleitoral em considerar inconstitucional
o julgamento Recurso Contra Expedição de Diploma  – RCED – pela corte superior.
“Eu disse
na tribuna que depois de 25 anos o TSE mudou a jurisprudência para beneficiar
Roseana. Até provem o contrário, para mim, fizeram para beneficiar a filha do
Sarney. Eles fizeram de tudo para retirar o ministro Arnaldo Versianni da
relatoria, depois o procurador Roberto Gurgel passou um ano com o processo na
gaveta, ainda bem que quando devolveu recomendou a cassação, mas quando iria entrar
na fila na cassação inventaram uma tese de que RCED é inconstitucional. Como,
se cassaram o Jackson Lago com esse recurso, ou seja, na hora de cassar Roseana
não vale? Então para mim foi endereço certo. Eu vi ontem uma entrevista do
relator dizendo que está examinando o caso de Roseana e pode não se enquadrar
nessa decisão que o TSE tomou. Se ele tomar essa atitude e se o plenário
acolher menos ruim, mas se for no mesmo sentido e se o DEM não recorrer ao
Supremo Tribunal Federal para anular isso, ainda este ano vai ser muito difícil
o TSE julgar, porque se julgar vai ser muito difícil não cassar Roseana e seu
vice”, enfatiza.
O
ex-petista disse ainda que viu como indignação a articulação do senador José
Sarney para garantir apoio ao PMDB na pretensa candidatura de Roseana à
presidência do Senado, em 2015, conforme publicou o jornalista Leandro Mazzini.
“Infelizmente
Sarney trata o Maranhão como uma fazenda. Ele trata o povo como gado. E mais
triste ainda é saber que Sarney tem mais poder em pleno período que se chama de
democrático do que na Ditadura, justamente no governo do PT. O poder todo do
Sarney deve-se ao ex-presidente Lula. Foi ele quem mandou fazer intervenção. Eu
tenho dito que a relação que o Sarney tem com o PT é uma relação de trabalho
escravo. Quanto mais o Sarney cobra, mais o governo paga, mais o Sarney cobra e
mais o governo paga. É uma dívida impagável que não se sabe como ela foi
contraída”, reclama.
Dutra
acrescenta que Sarney tem os cargos federais no Maranhão, no Amapá, tem a
metade do banco da Amazônia, é dono do ministério de Minas e Energia, debochou
de Lula no Senado quando derrotou Tião Viana, cassou Jackson, tomou o PT do
Maranhão e mesmo assim a dívida continua crescendo. “Infelizmente ele pensa
assim, age assim e tratar o Maranhão como uma colônia, a tal ponto de considerar
que afilha já está eleita e vai ser presidente do Senado em 2015”, lamentou.  

1 Comentário

  1. Anônimo disse:

    Esse sarney é uma besta fera

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Quase metade do eleitorado não aprova apoio de Bolsonaro em São Luís
Apoiadores de Rubens Junior dão largada da campanha com grande carreata no domingo (27)
"Nossa militância está pronta para ir às ruas e fazer uma campanha alegre e vibrante, que é a marca das campanhas do PT", diz Honorato
PROS vai representar Instituto Emet por pesquisa tendenciosa
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz