Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Campanha entra na fase decisiva com Brandão liderando e incerteza sobre quem irá disputar com ele o segundo turno

Faltando pouco mais de três semanas para a realização do pleito que definirá o futuro governador do Maranhão, as campanhas entram na fase final com a liderança firme do governador Carlos Brandão (PSB) e a incerteza sobre quem disputará com ele o segundo turno.

As últimas pesquisas apontam que o atual governador está com presença garantida no segundo e decisivo turno da eleição, porém apresenta um quadro de disputa acirrada entre os candidatos Weverton Rocha (PDT), Edivaldo Holanda Junior (PSD) e Lahesio Bonfim (PSC) pela segunda colocação.

Estagnado e perdendo importantes apoios de prefeitos de partidos que integram sua aliança, inclusive do próprio PDT, Weverton vê a cada sondagem seus dois principais adversários neste momento da campanha, Edivaldo e Lahesio, se aproximarem e a possibilidade de ficar fora do segundo turno é uma realidade.

São cada vez mais evidentes os sinais de que a campanha do candidato do PDT afunda por falta de credibilidade e dos seus apoiadores, todos ligados ao governo do presidente direitista Jair Bolsonaro, com destaque para polêmico deputado federal Josimar de Maranhãozinho, suspeito, segundo a Polícia Federal, de comandar organização criminosa especialista e desviar recursos públicos e lavagem de dinheiro.

Com Brandão sem ser incomodado na liderança, as atenções nesta reta final estão voltadas para quem irá disputar com ele a batalha final, ou seja, o segundo turno. O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, intensificou sua campanha no interior do Maranhão e vem crescendo na preferência do eleitorado, já apareceu empatado com Weverton na sondagem do IPEC e tem acelerado sua campanha no interior do estado.

A situação do pedetista é tão delicada que ele resolveu mudar o discurso e reconhecer feitos na gestão do ex-governador Flávio Dino (PSB), candidato ao Senado, em seu programa eleitoral no rádio e TV, com destaque para a saúde e educação, provavelmente assustado com a presença de Lula no estado e a multidão que se aglomerou na Praça Maria Aragão na sexta-feira (2) quando o ex-presidente petista deixou bem claro que seu o time no Maranhão é Brandão, Dino e Felipe Camarão.

Na cola da pedetista, o candidato Lahesio Bonfim também se constitui em ameaça a pedetista. Com fala mansa, o bolsonarista assumido, segundo comentam nos bastidores da sucessão, tem causado pavor nas hostes pedetista, pois caso seja ultrapassado pelo ex-prefeito do minúsculo município de São Pedro dos Crentes o deixará com o futuro político comprometido.

A mudança repentina do discurso, indica que a estratégia de Weverton de confrontar quem o ajudou chegar onde chegou em 2018 não funcionou, Dino continua líder absoluto na disputa para o Senado e Carlos Brandão, candidato a reeleição, se distancia cada vez na liderança. E o pedetista corre o risco de sair da campanha muito menor do que entrou.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Desempenho pífio de Roseana Sarney afunda o MDB no Maranhão
Weverton Rocha tem derrota humilhante; campanha ostentação não vingou
Edivaldo em segundo lugar na disputa para o Governo do Maranhão, aponta pesquisa Percent
Núbia Dutra é vítima de Fake News; candidatura de deputada federal já foi deferida
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz