Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Braide derrete em todas as pesquisas e vê chance de vitória em um turno escorrer pelos dedos

O candidato a prefeito de São Luís pelo Podemos, Eduardo Braide, mantém a liderança de todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até aqui. O deputado federal carrega consigo os “créditos” da eleição de 2016, que o fez o deputado federal mais bem votado de São Luís em 2018 e, até então, favorito para ganhar a disputa deste ano.

Para ter tempo de TV e visando uma vitória ainda no primeiro turno, o deputado federal fez alianças com o PSDB, do senador agora bolsonarista Roberto Rocha e com o PSD do deputado federal Edilázio Júnior, genro da desembargadora Nelma Sarney. Todos estes opositores do governador Flávio Dino. Para tal, teve de atuar para tirar da disputa o até então segundo colocado Wellington do Curso.

No entanto, as alianças que poderiam garantir a Braide uma vitória fácil no primeiro turno estão tirando dele a chance. Constantemente criticado por adversários por sua ligação com o presidente Jair Bolsonaro e com a família Sarney, Braide vem derretendo nas pesquisas.

Em pesquisa do instituto Prever ( MA-04571/2020), de 4 de julho, Braide registrava 50,1% das intenções, enquanto na DataIlha (MA-00027/2020), do dia 22 do mesmo mês, o percentual estava em 40,1%. Mesmo índice apontou em 25 de julho a JPesquisa (MA-02519/2020). No primeiro levantamento de agosto, dia 4, o instituto DataM (MA-07724/2020) registrou Braide mais um degrau abaixo: 39,7%.

Nas pesquisas divulgadas em setembro, como da TV Guará/Econométrica (MA-06272/2020), Braide voltou a respirar e alcançou 47,3% das intenções em levantamento divulgado no dia 30, cenário no qual a disputa seria definida em primeiro turno.

Entretanto, de acordo com o levantamento DataIlha/Band (MA-04987/2020), Braide voltou a apresentar tendência de queda e registrou 39%. A tendência foi confirmada na pesquisa TV Guará/Interpreta, divulgada no último dia 26, que apontou uma queda ainda maior, com Braide com apenas 35,1%.

Além de suas alianças bastante questionáveis, o desempenho em debates e sabatinas – que o levaram ao segundo turno em 2016, agora jogam contra o candidato do Podemos. Carregar a pecha de ser candidato de Bolsonaro também pesa muito contra. Na última pesquisa do Datailha, publicada dia 21, por exemplo, 61,9% dos ludovicenses disseram que rejeitam a gestão de Bolsonaro. E a disputa de 2020 é bem mais qualificada do que em 2016.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Buscar

Mais Lidas

Faltando dois dias para a eleição, Edivaldo se mantém distante e focado só na gestão
Presidente do PCdoB enquadra Braide após nova denúncia da Folha: ‘Mente para a cidade que pretende governar
Folha: TRF decide em dezembro em qual instância fica inquérito que envolve Braide
Pesquisa Real Biga Data aponta empate técnico entre Braide e Duarte
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz