Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Bira enquadra ministro, defende escola em tempo integral e afirma que a universidade não pode ser o espaço das elites

A Comissão da Educação recebeu, nesta quarta-feira (27), o Ministro da Educação (MEC), Ricardo Vélez Rodríguez, que esteve na Câmara para prestar esclarecimentos e apresentar as políticas e prioridades do governo de Jair Bolsonaro (PSL) voltadas para a área. Em sua fala, o deputado Federal Bira do Pindaré (PSB) questionou o chefe do executivo sobre a declaração de que a educação não é para todos e defendeu a priorização das escolas em tempo integral.

O parlamentar, que sempre estudou em escola pública e vem de uma família muito pobre, fez questão de pontuar que foram as oportunidades que teve na educação pública que o permitiu ter mais chances na vida, representar o estado do Maranhão e debater, hoje, com um ministro.

“Eu coloco essa situação porque o senhor fez uma fala pública de que a universidade não é para todos; e se esse seu pensamento presidisse as políticas educacionais do nosso país, eu, certamente, não teria êxito na minha trajetória. Eu não teria chance alguma de sair lá de Pindaré, onde nasci pelas mãos de uma parteira, para frequentar as escolas nas condições mais adversas e precárias que podem existir, sobretudo no Maranhão que tinha um domínio oligárquico fortíssimo”, completou.

Para Bira, é preciso que o ministro reveja seus conceitos, ou preconceitos, e faça uma retratação. “É necessário que a sua opinião seja modificada. As universidades não podem ser os espaços das elites, tem que ser democratizada!”, pontuou ao defender a democratização do acesso às universidades, com a participação dos amplos setores da sociedade.

O deputado abordou ainda sobre o ensino de tempo integral, que não foi destacado pelo ministro como uma prioridade para o governo Bolsonaro, embora seja um modelo de ensino exitoso no Brasil e em outros países do mundo.

“Eu quero que o senhor inclua a escola de tempo integral nas suas prioridades. O senhor disse aqui que é uma experiência boa. Então, por que não incluir em suas prioridades? Nós temos o exemplo de Pernambuco, que o senhor trouxe a informação para nós, um governo socialista. Nós temos também o exemplo do Maranhão que não tinha uma escola em tempo integral e agora tem quarenta, e todas elas são casos de sucesso”, afirmou.

Segundo ele, as escolas de tempo integral do Maranhão, os IEMAs, estão oferecendo mais oportunidades aos jovens, ampliando perspectivas e ajudando a reduzir os indicadores de violência no estado.

“O Brasil não precisa de armas, o Brasil precisa de escolas. Escolas públicas, gratuitas e de qualidade! Como os exemplos que o senhor trouxe aqui, as escolas em tempo integral. Não temos nada contra as escolas militares, que tem em todo estado e já existe há muito tempo, mas as escolas em tempo integral representam uma grande experiência”, frisou.

O parlamentar concluiu com mais um questionando ao Ricardo Vélez. “Por tudo que está acontecendo, eu quero perguntar: Quem manda no MEC, é o senhor ou o Olavo de Carvalho?”, concluiu.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

“O Porto é o local mais improvável do coronavírus chegar no Maranhão”, alerta o deputado Dr. Yglésio
Filho de João Goulart destaca papel de Dino na união das forças democráticas do Brasil
Prefeitura de Paço do Lumiar disponibiliza call center para marcação de consultas
Deu no Globo: Sondado por Lula, Dino pode encabeçar chapa do PT em 2022
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz