Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Jornalista que montou farsa contra Flávio Dino esteve a serviço da oligarquia em 1994

Cafeteira foi vítima de farsa montada por  Mino Pedrosa na sucessão de 1994

O jornalista Mino Pedrosa,
titular do Blog do Mino, autor do post “O exemplo tem que vir de casa”, no qual
acusa Flávio Dino de fraudar agenda da Embratur para fazer política no Maranhão, é velho
conhecido da classe política maranhense por vender seus serviços à oligarquia Sarney
sempre que um candidato apoiado pelo Palácio dos Leões não consegue decolar nas
pesquisas. Foi assim em 1994 com Roseana Sarney (PMDB).


Especialista em inventar
histórias, publicá-las em veículo de circulação nacional para ser repercutida
na mídia atrelada à oligarquia, Mino esteve no Maranhão em 1994 para produzir
uma obra de ficção, na qual o senador Epitácio Cafeteira (PTB), candidato
favorito ao governo do Maranhão, foi apresentado como o homem que havia
transferido US$ 1 milhão para o Rio de Janeiro. O transporte do dinheiro teria
sido feito num envelope pardo, entregue a empresa transportadora de valores Norsegel,
no edifício Granville, o prédio mais famoso da época.

Mino caprichou na falsa
informação contra Cafeteira, conseguiu que a revista “Isto É” imprimisse uma
capa exclusivamente para o Maranhão, com Cafeteira vestido impecavelmente ao
lado de uma pasta preta, carros de luxo e o título “Carrões e Milhões”. A
mentira não resistiu muito tempo porque o então proprietário da Norsegel, Ivan
Loureiro, emitiu uma certidão afirmando nunca ter transportado dinheiro para o
senador.


Como a plantação da farsa não
surtiu o efeito esperado e Cafeteira continuava liderando com folga, coube ao
próprio senador José Sarney ir ao estúdio da TV Mirante anunciar a maior
mentira da história política do Maranhão: Cafeteira era assassino, mandou
espancar, assassinar e ocultar o cadáver do funcionário da Companhia Vale do
Rio Doce, Anacleto Reis Pacheco, por ter se envolvido num acidente em que
faleceu o vereador Hilton Rodrigues, sogro de Cafeteira.

Lembro com se fosse hoje o
esforço de Miguelzinho, então presidente do Sindicato dos Ferroviários da
Estrada de Ferro Carajás, para localizar Reis Pacheco no interior do Pará e
trazê-lo a São Luís para desmascarar a farsa do Sarney, gravando para o horário
eleitoral. A declaração de Pacheco foi ao ar no último programa da propaganda
eleitoral.

Agora vem de novo o seu Mino
Pedrosa, mais uma vez a serviço da oligarquia do Sarney inventar um nova história
contra o presidente da Embratur, Flávio Dino, líder disparado nas pesquisas
para vencer a eleição de 2014. Coincidentemente, o candidato da oligarquia
Sarney, Luís Fernando Silva, não consegue decolar, a exemplo de Roseana  em 1994.  

Como nada foi capaz de mudar a
preferência do eleitorado, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, comandado
por Pires da Fonseca, um eterno colaborador da oligarquia, fraudou a eleição e
entregou o mandato de presente para Roseana Sarney em 1994.  O mais alarmante da fraude foi o deputado
Sarney Filho ter invadido, bêbado, os estúdios da Rádio Educadora para
anunciar, antes do TRE confirmar a fraude, que Roseana havia vencido o pleito
com 18 mil votos de diferenças para Cafeteira.

Após a posse da candidata que se
elegeu mediante fraude no processo de apuração das urnas no Tribunal Regional
Eleitoral, o então prefeito Eliseu Freitas foi ao Palácio dos Leões em busca de
verbas para Barra do Corda e foi aconselhado pela governadora a fazer o pleito
em outro momento porque havia se elegido com dificuldade, com uma diferença de
apenas 18 mil votos. Eliseu, conhecido por não ter papa na língua, soltou a
pérola: “Venceu por 18 mil porque quis, pois que fraude 18 mil pode fraudar o
quanto quiser”.

Hoje (16), num duro pronunciamento, na
tribuna, o líder da
oposição na Assembleia Legislativa, deputado Rubens Pereira Júnior, denunciou
que a oligarquia Sarney quer impedir que o presidente da Embratur, Flávio Dino
(PCdoB), cumpra agenda oficial do governo federal no Maranhão.

Segundo Rubens Júnior, a iniciativa do presidente
da Embratur  em valorizar o turismo maranhense,
alinhando-o à rota nacional e internacional, é vista com bons olhos pela
população do Estado, sendo merecedora do aplauso de todos.

“Por conhecer a realidade do nosso Estado e o
potencial turístico que temos, o presidente Flávio Dino faz o que todo
representante do Maranhão deveria fazer, valorizar a cultura e o potencial do
seu Estado”, declarou Júnior.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Apoiadores de Rubens Junior dão largada da campanha com grande carreata no domingo (27)
“Irresponsável e oportunista”, diz Márcio Jerry sobre Braide reforçar clima de violência
Rubens reconhece trabalho de Edivaldo e promete dar continuidade a melhorias no transporte público
“Estamos na rota de crescimento”, afirma Rubens em entrevista à Rádio Mirante
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz