Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Após vergonhosa derrota do grupo Sarney, a briga agora é pelo espólio do PMDB

A vergonhosa derrota nas eleições 2014 e o consequente desmantelamento
do grupo que mandou no Maranhão nas últimas cinco décadas, agora a virou motivo
de briga pelo espólio do PMDB, último bastião da família Sarney no Maranhão. O
cunhado da ex-governadora, Ricardo Murad, ainda se achando acima do bem e do mal, quer controlar o partido e alçar voo rumo a prefeitura de São
Luís, embora sem a menor chance de êxito na empreitada, mas enfrenta forte
resistência.

O caminho de Ricardo já estaria pavimentado não fosse o fato do PMDB ter
um dono chamado João Alberto de Sousa, presidente estadual licenciado da
legenda, que possui plano diferentes de Murad para 2016, quando estará em jogo
a sucessão na capital. Os peemdebistas ligados ao senador estariam mais
interessados em compor aliança com a deputada neosarneista, Eliziane Gama, que embarcar na
aventura de Ricardo, um político já testado e rejeitado nas urnas pela
população de São Luís.

Boneca do ventrílogo Ricardo Murad, a deputada eleita Andrea Murad trouxe
à luz do dia o clima de disputa pelo comando da sigla no Maranhão. E para
marcar posição foi logo defendendo candidatura própria à presidência da Mesa
Diretora da Assembleia, quando o atual presidente do diretório municipal do
PMDB e líder do bloco, deputado reeleito, Roberto Costa, aliado do senador João
Alberto, prefere fazer uma composição com as demais siglas e garantir espaço
para o partido na futura direção da Casa.  

“A
minha forma de fazer política no PMDB sempre foi pela participação de todos,
nunca fiz a política de exclusão de nomes internamente no partido, em todos os
momentos estive ao lado do senador Lobão Filho em sua candidatura ao governo,
mas acho que antes de opinar não podemos esquecer do passado, quem e quais
causas foram responsáveis pelas divisões internas do nosso grupo; a oposição ao
candidato Humberto Coutinho por questões de interesse pessoal, certamente, não
prevalecerá dentro do PMDB, a política de vetos é ultrapassada e esse tipo de
comportamento já fez com que candidatos perdessem espaço, sempre ajudei a
construir o PMDB no dia a dia, respeitarei a posição de todos, mas vejo como é
fácil falar em nome de um partido, difícil é trabalhar para construí-lo”, observa Roberto Costa

Neófita, Andréa se ampara no fato dos partidos que apoiaram o candidato
do grupo Sarney ao governo, Edinho Lobão (PMDB), terem eleitos 29 deputados
para defender o lançamento de candidatura própria. A parlamentar, no entanto,
se esquece que a grande maioria dos eleitos que tomarão posse em fevereiro já
mudou de lado e declarou apoio ao governador que toma posse dia primeiro de janeiro de 2015, Flávio Dino.

Do grupo de parlamentares eleitos pelas legendas que apoiaram Edinho Lobão,
restaram no grupo apenas a filha e o genro de Ricardo Murad, Andrea e Sousa
Neto, respectivamente, Edilázio Júnior, César Pires e Roberto Costa, sendo que os
dois últimos já anunciaram que não pretendem fazer oposição suicida, assim como
manifestaram o desejo de votar em Humberto Coutinho para a presidência da
Assembleia Legislativa.

As portas do PMDB para os Murad não se fecharam apenas na disputa pela
presidência da Assembleia; quem avisa é presidente do Diretório Municipal,
deputado Roberto Costa. Segundo o dirigente peemdebista tem afirmado, “se
quiser ser candidato a prefeito de São Luís, Ricardo Murad terá que procurar outra
legenda”, pois, segundo ele, “o PMDB tem ordem e comando”.    

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Exoneração: Rubens Júnior deixa a Secretaria das Cidades para se dedicar à campanha
Gastão respira aliviado e garante mais uma temporada na Câmara Federal
MPE investiga denúncia de Yglésio contra Duarte Júnior por campanha eleitoral antecipada
Anuência do governador a pré-candidatura de Rubens Jr. é frutos de pesquisa interna
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz