Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Apesar da disputa interna no grupo, Flávio Dino deve manter a base unida para a sucessão de 2022

De volta ao governo como diretor de relações institucionais do Porto de Itaqui, o ex-governador José Reinaldo Tavares anda otimista com a possibilidade do governador Flávio Dino conseguir o consenso na indicação do candidato que representará o grupo na sucessão estadual e adverte que quem não estiver de acordo com a escolha terá que ir para oposição.

Dos dezesseis partidos considerados aliados três deles anunciaram pré-candidaturas e, a prevalecer o ponto de vista do ex-governador, Flávio Dino estaria inclinado a manifestar seu apoio ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que o substituirá a partir de abril de 2022 quando se desincompatibilizar para concorrer ao Senado ou a vice-presidente numa chapa encabeçada pelo ex-presidente Lula.

Pré-candidato do PL ao governo, Josimar de Maranhãozinho foi despachado de plano pelo governador durante reunião no Palácio dos Leões quando reafirmou que será candidato e Flávio Dino disse que todos tem o direito de lançar suas candidaturas, mas que o governador será Brandão. O parlamentar não fez segredo da manifestação do chefe do Executivo e postou em sua rede social, inclusive com fotografia do encontro.

O senador Weverton Rocha (PDT) tem falado com os mais próximo que será candidato em qualquer circunstância, que não abre mão de concorrer. Já conseguiu a manifestação de alguns partidos da base governista, conta com forte apoio político, uma base sólida base de prefeitos e todas as credenciais para representar o grupo. Resta saber como reagirá caso não seja o nome da preferência do governador.

Dino costuma afirmar, quando é provocado a tratar sobre sucessão, que sua prioridade no, momento, é combater o coronavírus, proteger a população na pandemia garantindo imunizantes e que somente vai debater 2022 com as lideranças partidárias no final do segundo semestre deste ano, mas é fato a existência de uma disputa renhida nos bastidores da sucessão entre o vice Brandão e o senador Weverton.

Caso seja confirmada a previsão de Zé Reinaldo de que o preterido que não aceitar a escolha do candidato a ser apoiado pelo atual governador, se quiser concorrer, terá que ir para oposição provocando racha no grupo, tudo indica que abrirá espaço para chamada terceira via. Alguns apolíticos ouvidos pelo blog acreditam que sim, mas consideram que Flávio Dino, com sua habilidade e poder de convencimento conseguirá manter a base unida.

Na disputa interna, na avaliação de observadores do cenário político local, Brandão levaria uma certa vantagem por uma questão bem simples: será efetivado governador, estará no exercício do mandato a partir de abril de 2022 e somente poderá concorrer à reeleição. Mas seja qual for o escolhido, o grupo estará bem representado.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

STF acata pedido do Maranhão para suspender bloqueio de verbas da EMSERH
Pré-candidatos disputam apoio de prefeitos para viabilizarem seus projetos
De olho em 2022, Brandão mantém intensa agenda administrtiva e política
Bolsonaro não tem moral e o governo dele está acabado, diz Bira
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz