Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Agora vai: Líderes de bloco indicam membros da CPI dos Combustíveis


Uma reunião de líderes de blocos, realizada nesta terça-feira (01),
 definiu os nomes dos deputados membros que estavam faltando para compor a
Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Combustíveis. O objetivo é
investigar o aumento abusivo nos preços dos combustíveis e a possível formação
de cartel na capital maranhense.
A Oposição indicou como membro Othelino Neto (PCdoB), autor do
requerimento da CPI. O Bloco Democrático ofereceu os nomes de André Fufuca
(PEN) e Jota Pinto (PEN). PDT e PSDB indicaram Carlinhos Amorim (PDT). Já o
Bloco Democrático Progressista indicou César Pires (DEM).
A indicação do Bloco Democrático pelo Maranhão foi para o deputado
Roberto Costa (PMDB). A única pendência ficou por conta do Bloco União
Democrática, liderado por Marcos Caldas (PRP), que ainda não se pronunciou.
Porém, se não o fizer, a presidência da Casa poderá indicar.
A CPI agora está no ponto de ser instalada. A primeira reunião definirá
quem será o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Preços abusivos – A CPI dos Combustíveis foi protocolada, no último dia 24, pelo deputado
Othelino Neto (PCdoB). Ele garantiu que o requerimento para a Comissão,
assinado por diversos parlamentares, não teve nenhuma coloração partidária e,
sim, o objetivo de apurar essas graves suspeitas de aumentos abusivos dos
combustíveis, porque o consumidor clama por isso.
Pelo requerimento, a CPI será composta de sete membros, titulares e
suplentes, para, no prazo de até 120 dias, apurar o abusivo aumento do preço do
combustível cobrado nos postos de abastecimentos do Maranhão, além de
investigar indícios de formação de cartel entre os empresários do setor, o que
configura crime previsto em lei.

Cartelização – Uma investigação do Ministério Público confirmou que existe mesmo
“cartelização” do preço dos combustíveis na capital maranhense e que o valor cobrado
não é mais combinado tão-somente por avenidas e bairros, mas sim em toda a
cidade.
“O que existia antes era uma combinação de preço por bairro. Agora, eles
criaram mais força e, sem nenhum pudor, colocaram o mesmo preço na cidade
inteira”, disse a promotora do Consumidor, Lítia Cavalcante.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Primeira pesquisa após convenções, Econométrica/Guará aponta Rubens em 4º
Vítima de Roberto Rocha pode se transformar na pedra do sapato de Braide
Justiça Eleitoral atesta: Rubens é ficha limpa
Econométrica foi primeiro instituto a apontar vitória de Weverton e Eliziane
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz