19 de julho de 2018

Redação: (98) 98205-4499

19/07/2018

Jorge Vieira

Comente

19/07/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

Prefeito Edivaldo entrega chaves de imóveis e mais 448 famílias realizam o sonho da casa própriaMais 448 famílias de São Luís receberam nesta quinta-feira (19) imóveis do “Minha Casa, Minha Vida” e realizaram o sonho da casa própria. O prefeito Edivaldo entregou as unidades habitacionais dos residenciais Piancó III e IV, na região Itaqui-Bacanga, que […]

Prefeito Edivaldo entrega chaves de imóveis e mais 448 famílias realizam o sonho da casa própriaMais 448 famílias de São Luís receberam nesta quinta-feira (19) imóveis do “Minha Casa, Minha Vida” e realizaram o sonho da casa própria. O prefeito Edivaldo entregou as unidades habitacionais dos residenciais Piancó III e IV, na região Itaqui-Bacanga, que se juntam aos cerca de 15 mil imóveis entregues, beneficiando 55 mil pessoas em São Luís.

“A entrega desses imóveis traz mais qualidade de vida para 448 famílias e contribui para reduzir o déficit habitacional em São Luís. Sabemos o quão importante é ter um lar para viver dignamente e, por isso, a nossa gestão tem empreendido grande esforço para garantir que cada vez mais pessoas sejam beneficiadas pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’. Poder olhar essa felicidade no rosto das pessoas ao terem o grande sonho da casa própria realizado é motivo de grande alegria para nós”, afirmou o prefeito Edivaldo, que estava acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, do vice-prefeito Julio Pinheiro, do secretário municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Mádison Leonardo e representantes do Banco do Brasil.

Uma das beneficiadas é Balbina Martins Ribeiro, a dona Lêda, que fez questão de levar sua netinha, Anne Karen, de 8 anos, para celebrar a conquista. “É difícil encontrar as palavras para definir o sentimento de felicidade e gratidão que eu sinto agora”, afirmou ela.

Assim como dona Balbina, milhares de famílias estão realizando o sonho da casa própria, uma das prioridades da gestão municipal, de acordo com o vice-prefeito Julio Pinheiro. “Desenvolver a política habitacional é importante para que essas famílias tenham uma moradia digna, e o ‘Minha Casa, Minha Vida’ proporciona para essas pessoas a construção de um novo futuro a partir da realização desse sonho”, disse.

A casa própria representa vida nova para o casal de noivos Karla Beatriz, de 29 anos, e Bruno Gomes, de 30. Eles aguardavam ansiosos pelo recebimento da chave do apartamento onde agora vão morar.

“Agora, sim, já podemos marcar a data do casamento. Só estávamos aguardando a entrega das chaves para casarmos. Estamos muito felizes e já fazendo planos para ter nosso primeiro filho”, disse Karla, sob o olhar de cumplicidade do futuro marido.

Também exultante ao receber a chave de sua nova moradia, o técnico em radiologia Ribamar Moraes, de 41 anos, três filhos, relatou a felicidade do tão esperado momento. “Sentimento de liberdade é o que sinto nesse momento. Poder me livrar do aluguel e passar a pagar pelo que é realmente meu é algo com o que eu sempre sonhei. Agora é só comemoração e esperar o momento de fazer a mudança”, frisou ele.

RESIDENCIAIS – A entrega das chaves às 448 famílias beneficiadas com apartamentos do Residencial Piancó III e IV iniciou-se nesta quinta-feira (19), após passarem pelo procedimento de vistoria do imóvel, que é uma exigência protocolar para que o futuro morador faça a verificação da estrutura e do acabamento das habitações que vão receber e constate que estão conforme o projeto.

O Residencial Piancó III e IV estão localizados na região do Itaqui-Bacanga. As unidades têm seis ambientes, sendo sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. O condomínio dispõe, ainda, de área de lazer e quadra esportiva. O projeto conta com infraestrutura de ruas pavimentadas, abastecimento de água, drenagem pluvial e energia elétrica. O complexo habitacional Piancó é composto por oito empreendimentos de apartamentos.

Além do Piancó III e IV, que têm 224 unidades cada um, já foram entregues também o Piancó I, II, VII e VIII. O secretário municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Mádison Leonardo, informou que outras sete mil habitações estão em construção, contemplando mais famílias com a realização desse grande sonho de morar em seu próprio lar.

“Também será iniciado o Trabalho Técnico-Social aos cidadãos contemplados pelas unidades do Piancó III e IV, que consiste na realização de capacitações para aprimoramento profissional, estímulo ao empreendedorismo e mais oportunidade no campo de trabalho”, adiantou.

MINHA CASA, MINHA VIDA

As unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, em São Luís, estão distribuídas em cerca de 10 conjuntos residenciais localizados em áreas como Maracanã, Santa Bárbara, Piancó, Ribeira, Vila Maranhão, Tajaçoaba, entre outras regiões da capital. O empreendimento é destinado a famílias com renda mensal de até R$ 1.800,00 e beneficia aproximadamente 3.700 pessoas. As residências possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

Cada empreendimento do programa “Minha Casa, Minha Vida” em São Luís reserva ainda cerca de 3% a 5% das moradias para pessoas residentes em áreas de risco, desabrigadas ou que sejam beneficiárias do Aluguel Social. Os projetos habitacionais em São Luís têm como um dos diferenciais a contratação e construção de equipamentos sociais como creche, escolas, área de lazer e posto de saúde. Os moradores têm, ainda, a oportunidade de se capacitar e aumentar a renda familiar com as ações do Trabalho Técnico-Social, programa executado como parte do projeto, que disponibiliza cursos, oficinas, ações sociais e palestras educativas.

Leia Mais

19/07/2018

Jorge Vieira

Comente

19/07/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

A decisão da direção nacional do PTB em aprovar coligação com o candidato do PSDB a presidência da República, Geraldo Alckmin, em nada vai interferir na aliança que o partido mantém com o PCdoB no Maranhão. O presidente estadual da legenda, deputado Pedro Fernandes, antes mesmo da aproximação do PTB com o PSDB já havia […]

A decisão da direção nacional do PTB em aprovar coligação com o candidato do PSDB a presidência da República, Geraldo Alckmin, em nada vai interferir na aliança que o partido mantém com o PCdoB no Maranhão.

O presidente estadual da legenda, deputado Pedro Fernandes, antes mesmo da aproximação do PTB com o PSDB já havia declarado que independente da posição que a convenção nocional tomar em relação a candidatura de presidente, o apoio a Flávio Dino no Maranhão está garantido.

Fernandes, sempre que perguntado por jornalistas sobre o assunto, sempre responde que o partido vai com Flávio Dino, até porque representante do PSDB, senador Roberto Rocha é considerado peso morto nesta eleição.

O filho de Pedro Fernandes, vereador e candidato a deputado federal, Pedro Lucas, fez parte do Governo Flávio, de onde se desincompatibilizou e voltou à Câmara Municipal para concorrer a um mandato na Câmara Federal na eleição de outubro próximo.

Outra aliança que pode vingar para a eleição de presidente da República é do PSDB com o DEM, o que também, segundo o presidente estadual da legenda, deputado Juscelino Filho, caso isso venha se confirmar, em nada vai interferir na aliança com Flávio Dino.

O PPS, outra legenda que pode fechar com Alckmin, também não terá qualquer consequência à eleição majoritária no Estado. A deputada federal e pré-candidata ao Senado, Eliziane Gama, já disse ao titular do blog Jorge Vieira que tem a garantia do Roberto Freire de que não haverá intervenção. “O partido vai respeitar as alianças nos estados”, garantiu Eliziane.

Leia Mais

19/07/2018

Jorge Vieira

0

19/07/2018 -

Jorge Vieira -

0

O ex-secretário de Comunicação e Articulação Política do Governo, Márcio Jerry, reuniu na noite desta quarta-feira (18), auditório do Grand São Luís Hotel, centenas de militantes de movimentos sociais, amigos, apoiadores e lideranças de vários bairros da capital maranhense, que foram manifestar apoio à sua pré-campanha a deputado federal. A plenária da pré-candidatura foi marcado […]

O ex-secretário de Comunicação e Articulação Política do Governo, Márcio Jerry, reuniu na noite desta quarta-feira (18), auditório do Grand São Luís Hotel, centenas de militantes de movimentos sociais, amigos, apoiadores e lideranças de vários bairros da capital maranhense, que foram manifestar apoio à sua pré-campanha a deputado federal.

A plenária da pré-candidatura foi marcado por muita alegria e engajamento dos participantes, que comparecerem para fortalecer a mobilização pela pré-candidatura de Márcio Jerry à Câmara Federal, a reeleição do governador Flávio Dino e a eleição de Weverton Rocha e Eliziane Gama ao Senado.

O objetivo da plenária foi organizar e construir os eixos do projeto políticos, de forma coletiva. Márcio Jerry conclamou a militância presente no encontro para levar para ruas de São Luís “não apenas a sua biografia”, mas a mensagem de renovação do compromisso com a política séria e ética, que visa o bem da sociedade e que atende aos interesses da população.

“Recebi hoje aqui em São Luís centenas de militantes de movimentos sociais que vieram fazer uma plenária de trabalho para organizar nossa campanha aqui em São Luís. Muita representatividade, muita animação e muito compromisso em fazer uma campanha militante, que leve às ruas, assim como tem feito o governador Flávio Dino, o compromisso de uma política que visa o bem da maioria do povo, e desta maneira, cumprindo sua função primordial: fazer com que haja qualidade de vida, oportunidades para todos e garantia de direitos. Valeu, muito grato por tanta gente boa nos acompanhando”, agradeceu Jerry.

Leia Mais

19/07/2018

Jorge Vieira

Comente

19/07/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

John Cutrim – A comprovação de crime de abuso de poder econômico cometido pelo Sistema Mirante em favor de Roseana Sarney nestas eleições já reúne mais de 7 horas de áudio e vídeo. O material já está nas mãos do Ministério Público Eleitoral e embasa um pedido de investigação pelo crime cometido pelo sistema. A […]

John Cutrim – A comprovação de crime de abuso de poder econômico cometido pelo Sistema Mirante em favor de Roseana Sarney nestas eleições já reúne mais de 7 horas de áudio e vídeo. O material já está nas mãos do Ministério Público Eleitoral e embasa um pedido de investigação pelo crime cometido pelo sistema.

A prática ilegal do uso do sistema de Comunicação para beneficiar a candidatura de Roseana Sarney já é antiga conhecida dos maranhenses, que veem os abusos se repetirem em todas as eleições. No entanto, desta vez o caso foi denunciado para a avaliação da Justiça Eleitoral.

A quantidade de documentos reunidos na denúncia é farta. O blog teve acesso ao conteúdo enviado ao Ministério Público e conferiu que, ao todo, são 7 horas e 27 minutos de programas de rádio e de televisão que tratam os candidatos a governador de forma desigual. O material reúne também postagens em blog e notícias de jornal que se comprovaram inverídicas.

A ação, pelo que se tem visto, interessa a todos os pré-candidatos oponentes de Roseana Sarney. De direita ou de esquerda, todos são prejudicados pela falta de equidade no tratamento e até na produção de notícias falsas usadas para atacar os oponentes do grupo de apoio a ex-governadora.

Os fatos apresentados são apenas relacionados ao ano de 2018, que ainda está na metade. O Ministério Público tem agora o importante papel de evitar que esses abusos continuem acontecendo.

Leia Mais

19/07/2018

Jorge Vieira

Comente

19/07/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

O Globo– Ex-colega de Ciro Gomes dos tempos de Câmara dos Deputados, o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), procurou o presidenciável do PDT para dizer que tem segurança de que seu partido o apoiará na corrida para o Palácio do Planalto. Apesar de ainda contar com a resistência do principal diretório, o de Pernambuco, […]

O Globo– Ex-colega de Ciro Gomes dos tempos de Câmara dos Deputados, o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), procurou o presidenciável do PDT para dizer que tem segurança de que seu partido o apoiará na corrida para o Palácio do Planalto. Apesar de ainda contar com a resistência do principal diretório, o de Pernambuco, o PSB, segundo Rollemberg, não tem tradição de ficar neutro nas disputas eleitorais, e deve fechar um consenso em prol de Ciro na reunião marcada para o próximo dia 30, do Diretório Nacional.

— Eu liguei ontem para Ciro e falei para ele: “Fique firme, que nós vamos estar com você”. Tenho convicção de que a posição do partido será Ciro — disse Rollemberg ao GLOBO.

Ele pontua que se o PSB não endossar a candidatura do pedetista, há o risco de o segundo turno ser disputado entre o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, e o candidato do PT, partido que caminha para o isolamento, ao manter a estratégia de reafirmar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba. Para o governador do DF, Ciro é hoje o candidato que reúne as melhores condições de disputar a Presidência no campo político do PSB, de centro-esquerda.

— Se a gente não fortalecer o Ciro, a gente corre o grande risco de ter um segundo turno de Bolsonaro e o PT, o que seria muito ruim para o Brasil ter que viver um processo de radicalização como esse. Ciro é a melhor alternativa. Ele tem esse linguajar impetuoso, mas já foi testado. Foi um bom governador, um bom prefeito e um bom ministro — defende.

As declarações vão na mesma linha das do ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda, que também defendeu publicamente a candidatura de Ciro, com quem já trabalhou em Brasília. O alinhamento com Ciro é majoritário no PSB. O presidente da Fundação Mangabeira, do PSB, e candidato ao governo do Espírito Santo, Renato Casagrande, também é favorável a uma aliança com Ciro.

— PDT e PSB juntos ganham um tamanho importante na centro-esquerda, um caminho que deixa de ter o PT como referência e parte para uma visão mais moderna do campo progressista — pontua Casagrande.

Mas o PT ainda não desistiu de contar com o PSB, e segue fazendo pressão. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, tem procurado o presidente do PSB, Carlos Siqueira, frequentemente para tentar convencê-lo de, se não puder apoiar Lula ou seu candidato, pelo menos optar pela neutralidade. Siqueira esta semana voltou a dizer publicamente que o PSB não deve ficar neutro.

A expectativa dos pessebistas que querem fechar com Ciro é que possam ocupar a posição de vice na chapa do pedetista. O preferido seria Marcio Lacerda. Para isso, o partido tem que se apressar na decisão, já que o bloco de centro também pode apoiar o pedetista. As tratativas estão em andamento. Caso isso se confirme, o bloco que conta com PP, PR, DEM, PRB e Solidariedade, já escolheu um vice. O nome mais falado é o de Josué Gomes (PR), filho do ex-presidente José Alencar. Além dele, o centro conta com Benjamin Steinbruch (PP). Ambos são empresários e portanto têm perfil parecido com o do ex-prefeito da capital mineira.

Leia Mais

18/07/2018

Jorge Vieira

Comente

18/07/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

O deputado José ReinaldoTavares, apesar dos problemas que possui com a direção local do PSDB, venceu a queda de braço com o deputado Waldir Maranhão e será o principal representante dos tucanos na eleição para o Senado. O martelo foi batido pelo presidente nacional da legenda, presidenciável Geraldo Alckmin, que gravou inclusive vídeo para que […]

 Zé Reinaldo Tavares venceu a queda de braço com Waldir Maranhão

O deputado José ReinaldoTavares, apesar dos problemas que possui com a direção local do PSDB, venceu a queda de braço com o deputado Waldir Maranhão e será o principal representante dos tucanos na eleição para o Senado. O martelo foi batido pelo presidente nacional da legenda, presidenciável Geraldo Alckmin, que gravou inclusive vídeo para que não haja nenhuma dúvida quanto ao seu apoio ao ex-governador.

O anúncio em favor de Zé Reinaldo ocorreu durante reunião na sede do PSDB, em Brasília. “É a uma grande alegria receber aqui o nosso deputado federal José Reinaldo, ex-governador do estado do Maranhão, pré-candidato nosso ao Senado Federal”, afirma Alckmin no vídeo, que circula nas redes sociais e coloca um ponto final na briga interna por conta da candidatura ao Senado.

O ex-governador de São Paulo, na prática, apenas cumpriu o acordo quando da filiação de Zé Reinaldo ao PSDB, após desfiliação do PSB por conta de divergências com a direção do partido, principalmente nas questões do impeachment da presidente Dilma e Reforma Trabalhista.

Com a declaração pública do presidenciável e liderança maior dos tucanos em defesa da candidatura de Zé Reinaldo, só resta agora ao deputado Waldir Maranhão disputar a reeleição ou convencer Roberto Rocha a aceita-lo com candidato a vice-governador em sua chapa.

A convenção do PSDB que homologará as candidaturas de Roberto Rocha ao Governo, Zé Reinaldo e Alexandre Almeida ao Senado e os representantes do partido na eleição proporcional acontecerá no dia 04 de agosto.

Leia Mais

18/07/2018

Jorge Vieira

Comente

18/07/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

Militante histórico do Partidos dos Trabalhadores, o ex-secretário de Esportes do Governo do Estado, professor Márcio Jardim, não desistiu de lutar por uma das vagas na chapa de senador na aliança que apoiará a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB). Em manifesto publicado nas redes sociais e grupos de WhatsApp, Márcio mantém a pré-candidatura e […]

Militante histórico, Márcio Jardim tem o apoio do ex-presidente Lula

Militante histórico do Partidos dos Trabalhadores, o ex-secretário de Esportes do Governo do Estado, professor Márcio Jardim, não desistiu de lutar por uma das vagas na chapa de senador na aliança que apoiará a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB). Em manifesto publicado nas redes sociais e grupos de WhatsApp, Márcio mantém a pré-candidatura e conclama a militância do PT e simpatizantes da candidatura a brigarem por ela.

Veja a nota na íntegra:

ACEITE O DESAFIO: PT NO SENADO

Temos que fazer política avaliando e respeitando o nosso passado. Mas, sobretudo, entendendo o presente e prospectando o futuro. Em disputas políticas sempre ficam algumas mágoas ou dissabores. Isso é algo natural que precisa ser superado quando se trata de dirigentes políticos que precisam entender que o adversário e o inimigo não estão no partido, e sim do outro lado da rua torcendo para que nossas divergências passadas nos impeçam de estar unidos no presente.

O PT é maior do que qualquer um de nós. Enfrentar o golpe de 2016 é tarefa prioritária para que o país volte ao estado de direito, desmonte o conluio jurídico midiático que criminaliza a política, em especial o PT, e recupere o caminho introduzido por Lula na condução do país: equilíbrio fiscal, distribuição de renda e opção preferencial pelos mais pobres com políticas inclusivas e de resgate da cidadania daqueles que mais precisam.

Temos eleicões presidenciais e é consenso entre nós a defesa da candidatura do nosso presidente Lula. Para o governo estadual a reeleição do governador Flávio Dino é um passo natural, e também não é algo que, penso, hoje nos divida tanto quanto em 2010 e 2014. Daí termos que ter a sensatez e a percepção para pensar qual a melhor estratégia do PT para ocupar espaços no Legislativo.

Teremos em outubro uma eleição decisiva para os rumos de nossa frágil democracia. Somente em 2026 acontecerão novas eleições com duas vagas ao Senado em disputa. E nunca a conjuntura foi tão favorável a que o PT do Maranhão possa eleger o primeiro senador de sua história. Uma candidatura que possa carregar todo nosso histórico de lutas, uma candidatura que possa – pelas suas características majoritárias – ajudar nossas candidaturas ao Legislativo e, sendo eleita, poder apontar um novo rumo de fortalecimento para o PT do Maranhão e para as lutas sociais em nosso estado.

Vejo algumas razões que nos impõe o compromisso histórico de aceitar este desafio: colocar o PT do Maranhão pela primeira vez no Senado.

1) Uma história de lutas que manteve nossa sigla organizada no Estado mesmo nos momentos mais difíceis e até dramáticos das últimas 4 décadas.

2) A necessidade de pensar nosso futuro enquanto sigla a partir de uma avaliação do nosso papel não apenas na reeleição do governador Flávio Dino mas na sua sucessão em 2022.

3) A importância de se ter um senador petista eleito para as disputas municipais – eleições de prefeitos e vereadores – em 2020.

4) Enfrentar o golpe e o golpismo a partir da trincheira petista. Nos roubaram a Presidência, mas não nos roubaram a capacidade de lutar e de manter a esperança. A candidatura do PT ao Senado é um contraponto aos golpistas e aqueles que se disfarçam mas apoiaram o golpe.

5) Numa conjuntura onde o eleitor vota duas vezes para o Senado, o PT tem chances reais de eleger um Senador. Os índices de aceitação da sigla comprovam e as pesquisas revelam isto. Precisamos apresentar um nome para atender a este desejo do eleitor de votar no PT em uma eleição majoritária.

Meu nome segue colocado para a apreciação dos companheiros e das companheiras. Assumo – além do total respeito à nossa história, as nossas regras internas e aos nossos documentos partidários – os seguintes compromissos:

1) Representar o Maranhão, como reza a Constituição, mas o fazê-lo sob a lógica daqueles que nunca foram aqui representados: os trabalhadores, as trabalhadoras e o povo pobre de nosso Estado.

2) Fazer um mandato coletivo e partidário. Respeitados os dispositivos constitucionais, fazer do mandato um instrumento de organização das lutas populares e de redenção econômica, política e social de nossos municípios.

3) Ser a voz do presidente Lula e defender seu legado no parlamento e nas ruas, lutando pela revogação de todas as medidas que suprimiram direitos impostas pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

4) Atuar com ética, transparência e competência no Senado.

5) Aprofundar a discussão no sentido de viabilizar formas legais dos suplentes terem participação efetiva no exercício do mandato.

Quem sabe faz a hora e esta é a hora: saudações a quem tem coragem.

MÁRCIO BATALHA JARDIM, pré-candidato a senador pelo PT, foi secretário de Esporte e Lazer no governo Flavio Dino, é membro do Diretório Nacional do PT e professor da Rede Pública Estadual de Ensino.

Leia Mais

Buscar

Nossa pagina