16 de outubro de 2018

Redação: (98) 98205-4499

16/10/2018

Jorge Vieira

Comente

16/10/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

O prefeito Edivaldo entregou, nesta terça-feira (16), a agentes de combate a endemias da capital, novos kits contendo uniformes e equipamentos individuais de trabalho. A iniciativa integra as ações da gestão do prefeito Edivaldo de valorização dos profissionais que desenvolvem importante trabalho de controle à doenças e visa  promover mais qualidade ao serviço ofertado à […]

Prefeito Edivaldo entrega novos kits de fardamentos e equipamentos a agentes de combate a endemias

O prefeito Edivaldo entregou, nesta terça-feira (16), a agentes de combate a endemias da capital, novos kits contendo uniformes e equipamentos individuais de trabalho. A iniciativa integra as ações da gestão do prefeito Edivaldo de valorização dos profissionais que desenvolvem importante trabalho de controle à doenças e visa  promover mais qualidade ao serviço ofertado à população. O ato de entrega dos kits – compostos por bolsa, calças, camisas, bota, boné, repelentes e protetor solar – aconteceu no ginásio do Parque do Bom Menino, com a presença de grande número de profissionais que compõem as equipes do município.

Durante a entrega, o prefeito Edivaldo destacou a importância dos novos itens entregues, para a efetivação das ações de combate às arboviroses como dengue, chikungunya e zika vírus em São Luís. “Além de garantir uma melhor apresentação e identificação de nossos agentes no trabalho de porta a porta nas ações de combate às endemias, os novos equipamentos promovem também mais segurança no desempenho de suas funções e melhores condições à execução desse trabalho que é fundamental para garantir a saúde da população”, afirmou Edivaldo que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda; do vice-prefeito Julio Pinheiro; e do secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

Pela primeira vez os profissionais da área participaram de todo o processo de escolha dos equipamentos e da tomada de decisões quanto à qualidade dos materiais adquiridos. “São eles que estão à frente do trabalho diário travando essa guerra contra o mosquito Aedes aegypti, portanto, nada mais importante e democrático que ouvi-los sobre o que melhor convém à categoria na execução de seu trabalho”, frisou Edivaldo acrescentando ainda  que graças ao bom trabalho desempenhado pelos profissionais a Prefeitura de São Luís conseguiu reduzir este ano, em relação ao ano passado; em cerca de 60% o número de casos de dengue e em 68% os de zika e chikungunya.

Segundo o vice-prefeito Julio Pinheiro, com a entrega dos novos uniformes e equipamentos de trabalho aos agentes, a Prefeitura não apenas investe na valorização do trabalhador e na melhoria do serviço, como também garante à população meios para melhor identificar os agentes que chegam às suas casas para combater os focos do isento causador das doenças.

“São intervenções importantes no combate às endemias e em favor da saúde da população, principalmente agora que estamos nos aproximando do período chuvoso. O uniforme adequado faz com que os agentes trabalhem mais motivados e sejam valorizados pela população. Além disso, proporcionando melhores condições de trabalho aos profissionais, consequentemente teremos resultados mais efetivos no enfrentamento a essas doenças”, observou Julio Pinheiro.

Os agentes de endemias trabalham em toda a cidade e têm sido importantes para garantir a redução dos casos de dengue, chikungunya e zika vírus, através das visitas domiciliares para identificação e tratamento de possíveis focos do mosquito transmissor dessas doenças.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, também atribuiu a queda na incidência de dengue, febre chikungunya e zika vírus em grande parte ao esforço empreendido pelos agentes de endemias na capital. “A maior prova de que o trabalho de nossas equipes de agentes de endemias tem dado certo é que tivemos uma redução drástica no número de pessoas que procuram nossas unidades de saúde com sintomas dessas doenças”, disse Lula Fylho.

“Os agentes de endemias trabalham em toda a cidade e têm sido importantes para garantir a redução dos casos destas doenças, através das visitas para identificação e tratamento de possíveis focos do mosquito transmissor. É um trabalho silencioso, realizado com muita diligência por nossos agentes, e que tem apresentado resultados muito satisfatórios”, acrescentou Lula Fylho.

As iniciativas de valorização da categoria também foram destacadas pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Controle de Endemias do Estado do Maranhão (Sintracema), Bernardo Medeiros. “Hoje temos um fardamento realmente de melhor qualidade. Fomos ouvidos e participamos efetivamente do processo de escolha, inclusive com relação até mesmo à cor dos uniformes, o que consideramos extremamente importante para identificação da nossa categoria. Sem dúvida, na gestão do prefeito Edivaldo avançamos muito no nosso objetivo de trabalhar com mais dignidade”, relatou Medeiros.

Em ato simbólico, o prefeito fez a entrega do kit a agente Francineide Nogueira, que disse considerar louvável a iniciativa de melhor paramentar o profissional para o trabalho de campo. “São equipamentos que nos proporcionam mais segurança no ambiente de trabalho e melhores condições para desempenharmos a contento nossa função”, disse ela.

O agente de endemia Antônio Travassos Nunes, que atua no Distrito de Saúde do Tirirical, também enalteceu a iniciativa. “Pela primeira vez recebemos fardamentos feitos com materiais realmente de qualidade. Isso nos dá mais motivação para trabalhar e nos ajuda a ser melhor identificados pela população durante as nossas visitas domiciliares”, observou.

VALORIZAÇÃO

Visando uma maior qualificação e valorização dos profissionais, a Prefeitura de São Luís realizou, em setembro deste ano, o curso Introdutório para Agentes Comunitários de Endemias (ACE). O curso reuniu 150 agentes, com o objetivo fortalecer a atenção primaria em saúde no processo de formação dos profissionais. A capacitação, promovida pela Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan), via Escola de Governo e Gestão Municipal (EGGEM), atendeu a uma demanda específica da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), sendo colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo.

Com a qualificação, os agentes comunitários de endemias aprimoraram sua formação para atuarem no Sistema Único de Saúde, a partir de conhecimentos das normas e instrumentos essenciais à sua atuação cotidiana, no controle ambiental de riscos e danos à saúde e a responsabilidade no desempenho de função pública.

Também estiveram presentes à solenidade de entrega dos novos kits, o vereador Pavão Filho, os secretários municipais José Cursino (Planejamento) e Rommeo Amim, a secretária adjunta de Serviços de Saúde, Natália Mandarino; o coordenador do Programa de Combate às Arboviroses, Pedro Tavares, entre outras autoridades.

Leia Mais

16/10/2018

Jorge Vieira

Comente

16/10/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) participou, nesta terça-feira (16), da abertura da programação alusiva ao Dia Mundial da Alimentação, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Maranhão, no Palácio Henrique de La Roque. O objetivo é chamar a atenção da população maranhense para a luta contra a fome. Com o tema “Nossas ações são […]

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) participou, nesta terça-feira (16), da abertura da programação alusiva ao Dia Mundial da Alimentação, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Maranhão, no Palácio Henrique de La Roque. O objetivo é chamar a atenção da população maranhense para a luta contra a fome.

Com o tema “Nossas ações são nosso futuro. Um mundo de Fome Zero até 2030 é possível”, o seminário que deu início ao evento foi ministrado pelo palestrante Marc Arthur Strock e contou com a participação de estudantes de diversas instituições de ensino do Maranhão, além de várias personalidades da área de segurança alimentar.

No evento, também foi lançado o Caderno de Apoio Pedagógico e Administrativo, fruto do Grupo de Trabalho em Educação Alimentar e Nutricional (EAN), que será disponibilizado para as Unidades Regionais de Educação (URE).

Para o deputado, a política de segurança alimentar teve um avanço considerável no Maranhão. “Saímos de seis equipamentos de segurança alimentar para 25, o primeiro banco de alimentos do estado está pronto para funcionar e o Maranhão tem a primeira cozinha comunitária quilombola do Brasil. Enfim, tivemos muitas melhorias”.

“Mas a fome ainda é um problema global que precisa ser eliminado. E a responsabilidade é de toda a sociedade [poder público, organizações não-governamentais e setor privado], que precisa estar unida, global e localmente, para melhorar a oportunidade de todos viverem vidas saudáveis e produtivas”, finalizou Neto Evangelista.

A programação seguirá até o dia 19, com a realização de ações de educação alimentar e nutricional nos Restaurantes Populares da região metropolitana de São Luís, na Cozinha Comunitária do Bequimão, no Terminal de Integração da Praia Grande e na Praça do Viva Maiobão.

Entre as atividades programadas: feira de produtos agroecológicos; exposição de alimentos das comunidades tradicionais; atendimento e orientação nutricional; aferição de pressão arterial; teste de glicemia; exposição e degustação de alimentos naturais aproveitados integralmente; distribuição de materiais educativos sobre alimentação saudável, entre outras ações.

 

Leia Mais

16/10/2018

Jorge Vieira

Comente

16/10/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

Congresso em Foco – A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), lamentou a falta de adesão de partidos derrotados no primeiro turno da eleição presidencial à candidatura de Fernando Haddad. Em sua conta no Twitter, Gleisi respondeu o ex-governador Cid Gomes (PDT), senador eleito, que cobrou mea culpa do PT e disse que […]

Congresso em Foco – A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), lamentou a falta de adesão de partidos derrotados no primeiro turno da eleição presidencial à candidatura de Fernando Haddad. Em sua conta no Twitter, Gleisi respondeu o ex-governador Cid Gomes (PDT), senador eleito, que cobrou mea culpa do PT e disse que o partido merecer “perder feio” a eleição.

Eleita deputada federal no último dia 7, a petista disse que esperava que a adesão a Haddad fosse natural em razão do que seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), representa para a democracia brasileira. De acordo com ela, o PT apoiaria qualquer candidato que concorresse com Bolsonaro no segundo turno.

“Se o PT não estivesse no segundo turno, apoiaria o adversário do deputado Bolsonaro, porque ele não vai promover a democracia no país. Esperávamos que isso fosse um movimento natural e estou vendo que não é. Adiante, a história avaliará a todos nós”, afirmou. “Nós fizemos uma disputa eleitoral e política legítima. Articulamos a favor de nossa candidatura, dentro das regras do jogo. Estamos no segundo turno por mérito, por votos conquistados”, ressaltou.

Leia Mais

16/10/2018

Jorge Vieira

Comente

16/10/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

Faltando ainda dois meses e meio para o término dos atuais mandatos, parlamentares não reeleitos para a Assembleia Legislativa do Maranhão já começam se despedir do plenário da Casa. Na sessão desta manhã de terça-feira (16) mais dois parlamentares ( Raimundo Cutrim e Junior Verde) se despediram parabenizando os colegas que conseguiram a renovação do […]

Faltando ainda dois meses e meio para o término dos atuais mandatos, parlamentares não reeleitos para a Assembleia Legislativa do Maranhão já começam se despedir do plenário da Casa. Na sessão desta manhã de terça-feira (16) mais dois parlamentares ( Raimundo Cutrim e Junior Verde) se despediram parabenizando os colegas que conseguiram a renovação do mandato, os eleitos pela primeira vez e agradecendo aos eleitores que lhe confiaram o voto na eleição do dia 7 de outubro.

O deputado Raimundo Cutrim (PCdoB), que já iria para o quarto mandato, aconselhou aos que não lograram êxito em suas candidaturas que o importante é não baixar a cabeça. “Eu fiquei com uma dívida muito grande, porque em eleição sempre se fica com muita dívida. A minha dívida é muito grande, é uma dívida imensa, que é a dívida de gratidão aos amigos que me ajudaram”, enfatizou o Cutrim.

O deputado do PCdoB conseguiu 26.403 votos, em 196 municípios do Estado todo, mas teve uma votação abaixo do esperado na capital onde sempre foi bem votado. “Onde não saí com êxito foi exatamente São Luís, onde sempre tive uma votação grande, talvez tenha sido mal administrado e nós não logramos êxito. Mas o importante é que lutamos e, graças a Deus, não devo um tostão a ninguém de campanha, só gasto o que tenho, como sempre foi em todas as minhas campanhas. Devo, tenho uma gratidão muito grande pelo povo do Estado do Maranhão que me ajudou em 196 municípios”, disse Raimundo Cutrim.

Segundo orador a fazer uso da tribuna, o deputado Junior Verde (PRB), apesar dos 21.641 eleitores que acreditaram nele, não conseguiu se reeleger também e aproveitou a sessão para se despedir. “A vida é assim. Faz parte da democracia. É claro que aqui estão eleitos os deputados. E aqui eu quero parabenizar aqueles que tiveram êxito, desejar sorte. E desejar que Deus possa estar abençoando e fazendo com que eles estejam aqui nesta Casa sempre com o espírito voltado ao bem comum”, observou Verde.

Semana passada, o líder do governo, deputado Rogério Cafeteira (DEM), que também não conseguiu a reeleição após dois mandatos consecutivos, já havia usado a tribuna para agradecer aqueles que lhe confiaram o voto e atribuir a si mesmo a derrota, por ter feito estratégias erradas, mas muitos dos que não renovaram o mandatos ainda não tiveram disposição de voltar ao plenário para as despedidas. Neste time encontram-se Cabo Campos, Sérgio Frota, Levi Pontes, entre tantos outros reprovados nas urnas.

E neste final de mandato, enquanto alguns parlamentares não reeleitos, que tomam posse em fevereiro, aproveitam seus últimos dias de mandato, os que se elegeram começam circular pelos corredores e plenário da Casa e já começam se manifestar sobre a sucessão da Mesa Diretora da Casa. Os que já se apresentaram até agora chegaram defendendo a permanência do deputado Othelino Neto na presidência da Assembleia. O atual comandante do legislativo estadual, diante das manifestações de apoio, caminha acelerado para renovar o mandato por mais dois anos.

Leia Mais

16/10/2018

Jorge Vieira

Comente

16/10/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

Em entrevista coletiva, nesta manhã de terça-feira (16), o candidato a Presidência da República, Fernando Haddad, classificou como uma “coisa meio acalorada” as críticas feitas pelo senador eleito do Ceará Cid Gomes (PDT) ao PT. “Uma coisa meio acalorada, não vou ficar comentando isso até porque eu tenho uma amizade com o Cid, ele fez […]

Em entrevista coletiva, nesta manhã de terça-feira (16), o candidato a Presidência da República, Fernando Haddad, classificou como uma “coisa meio acalorada” as críticas feitas pelo senador eleito do Ceará Cid Gomes (PDT) ao PT. “Uma coisa meio acalorada, não vou ficar comentando isso até porque eu tenho uma amizade com o Cid, ele fez elogios à minha pessoa”, disse Haddad.

Haddad

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, participa de entrevista coletiva em hotel em São Paulo Foto: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

O candidato do PT disse que preferia ver o lado “positivo” das declarações do pedetista e que a amizade entre os dois continuaria a mesma.

Gomes, que a exemplo do irmão Ciro tem pavio curto, acabou se envolvendo em discussão com petistas durante ato a favor de Haddad, segunda-feira (15), em Fortaleza. A confusão foi filmada e o vídeo em que Cid elogia Haddad e cobra pedidos de culpas do PT pelos problemas ocorridos nos governos petistas viralizou na internet,

“Tem de pedir desculpas, tem de ter humildade, e reconhecer que fizeram muita besteira”, discurso o senador eleito sob vais da militância do PT. “É sim, é? Pois tu vai perder a eleição. Não admitir um mea culpa, não admitir os erros que cometeu, isso é para perder a eleição e é bem feito. É bem feito perder a eleição”, afirmou durante o ato. ( Com informação do jornal Estadão)

Leia Mais

15/10/2018

Jorge Vieira

0

15/10/2018 -

Jorge Vieira -

0

Reportagem do jornal Folha de São Paulo sobre a derrocada do MDB nessas eleições destaca a vitória de Flávio Dino (PCdoB) que varreu o clã Sarney do Maranhão. Dino derrotou no primeiro turno Roseana Sarney (MDB), que tentava um quinto mandato como governadora. Além disso, a chapa de Dino ao Senado deixou Edison Lobão (MDB) […]

Reportagem do jornal Folha de São Paulo sobre a derrocada do MDB nessas eleições destaca a vitória de Flávio Dino (PCdoB) que varreu o clã Sarney do Maranhão. Dino derrotou no primeiro turno Roseana Sarney (MDB), que tentava um quinto mandato como governadora. Além disso, a chapa de Dino ao Senado deixou Edison Lobão (MDB) e Sarney Filho (PV) a ver navios.

Aos 82 anos, o senador Lobão tentava a reeleição também para um quinto mandato e Sarney Filho se aventurou pela primeira vez ao Senado após vir ocupando cadeira na Câmara Federal de forma consecutiva desde 1983. Ambos morreram na praia e foram esmagados pelos candidatos de Flávio Dino, Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS).

Para o cientista político Fernando Guarnieri, políticos como os aliados de José Sarney “não puderam usar o poder para fazer benesses”. “É o preço que pagam por estar no centro de esquemas de corrupção”, avalia.

Sem foro privilegiado, Lobão pode se complicar na Lava Jato e Roseana deve anunciar pela segunda vez sua aposentadoria. Já o irmão Zequinha vai amargar o desemprego na vida política pela primeira vez em 35 anos.

 

Leia Mais

15/10/2018

Jorge Vieira

Comente

15/10/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

Conforme já era previsto, a ex-governadora Roseana Sarney, que levou uma senhora taca na eleição para o Governo do Maranhão, declarou apoio oficial ao candidato da direita, Jair Bolsonaro (PSL). Falta agora apenas o deputado derrotado para Senado, Sarney Filho, e o ex-presidente José Sarney declararem seus votos. Políticos experientes, no entanto, acreditam que pai […]

Roseana declara apoio a Bolsonaro, mas Sarney fica como reserva técnica

Conforme já era previsto, a ex-governadora Roseana Sarney, que levou uma senhora taca na eleição para o Governo do Maranhão, declarou apoio oficial ao candidato da direita, Jair Bolsonaro (PSL). Falta agora apenas o deputado derrotado para Senado, Sarney Filho, e o ex-presidente José Sarney declararem seus votos.

Políticos experientes, no entanto, acreditam que pai e filho não se declararam porque ainda receiam a possibilidade de numa reviravolta de Fernando Haddad (PT) e a família não pode queimar todas as fichas em apenas um candidato. “Sarney e Sarney Filho ficaram com uma espécie de reserva técnica”, ariscou um ex-parlamentar.

Na avaliação de quem acompanha a sucessão presidencial, o velho Sarney e o filho somente deverão se declarar quando não houver mais nenhuma dúvida de quem será o vencedor da eleição do dia 28 de outubro.

Além da ex-governadora, já declararam apoio ao ex-militar o enrolado ex-deputado Ricardo Murad (PRP), o deputado estadual reeleito Adriano Sarney (PV) e o deputado federal eleito Edilázio Júnior (PV). Resta saber agora se a família Lobão, outra derrotada na eleição de 7 de outubro, seguirá o mesmo caminho.

E tudo indica que as três famílias continuarão sendo derrotadas no Maranhão, pois Fernando Haddad venceu em 214 dos 217 municípios existentes no Maranhão, só perdeu nas cidades de Imperatriz, Açailândia e São Pedro dos Crentes, três municípios que segundo o coordenador da campanha de Haddad no Estado, Márcio Jardim, receberão atenção especial da militância.

 

Leia Mais

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina