Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Vídeo explorado por Castelo “é uma montagem grosseira”, diz Bira

Em contundente pronunciamento
nesta manhã de terça-feira (23), o deputado Bira do Pindaré (PT) classificou como “uma
montagem grosseira, uma manipulação e mais uma tentativa de achocalhar, de
chamuscar, de desprezar a categoria dos servidores militares a qual nós sabemos
não é de bandidos”, a acusação sobre formação de suposta milícia para apoiar a
candidatura de Edivaldo Holanda Júnior.
Para Bira, os policiais não são
bandidos. “O Jean Marry não é um bandido, o cabo Campos, que está preso neste
momento, foi vice da deputada Eliziane Gama, não é um bandido, e nós sabemos
disso. Não há milícia, não existe milícia nenhuma, portanto, é uma apelação
grosseira, desnecessária e descabida”, protestou.
Na avaliação do parlamentar,
ex-sindicalista, tentaram utilizar uma reunião que faz parte do exercício livre
do direito dos policiais, que são proibidos de ter filiação partidária, mas têm
direito a voto e de ser votados.
“Nada impede que eles se reúnam
com seus amigos para declarar o seu apoio. Foi uma reunião que eles fizeram
legítima e transparente sem nenhum problema, não há crime na conduta dos
militares, não há crime. Portanto, nada mais é do que a perseguição que existe
contra os servidores militares do Estado do Maranhão, uma categoria que está
sofrendo na pele a perseguição, a humilhação e o destrato, como já ficou
provado na atual gestão” esclareceu.
Diante das circunstâncias, Bira
está convicto da existência da aliança entre Sarney e João Castelo.
“É lamentável porque eu gostaria
que João Castelo estivesse na Oposição, como dizia e acontecia, mas agora ficou
provado. E quero dizer mais hoje: quem tem dúvidas sobre o que eu estou dizendo
leia o editorial do Jornal O Estado do Maranhão e veja qual é a leitura que
eles fazem: “Banditismo. O caso da milícia é banditismo”. Chamam os militares
de bandidos, e eu não posso concordar com isso porque sei que não são. E é por
esta razão, deputado Marcelo, que é inevitável que a gente use a tribuna para
falar a verdade. Apenas isso”, enfatizou.

Ao responder a pergunta da deputada Gardênia Castelo sobre os termos usados pelos militares, Bira dise que é sindicalista e que conhece muito bem as práticas de reuniões e de convivência entre militantes de uma mesma categoria.

“É normal as forças de expressão em
qualquer reunião, nada mais é do que força de
expressão, que editado, que montado dá o sentido que se quer, para tentar
passar ideia que ali é uma organização de bandidos, de milícia como o próprio
vídeo diz, milícia, e a deputada Gardeninha faz um esforço imenso para dizer
que não está acusando os militares de bandidos. Está levantando acusação de
bandidos, está dizendo que esta categoria é formada por bandidos e isso não é
uma verdade. A deputada Gardeninha sabe que este movimento não é organizado por
bandidos”, concluiu. 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Partidos começam esvaziar pré-candidatura de Weverton; Cidadania puxa a fila
Presidente do PT garante pré-candidatura de Camarão até o encontro estadual
"É com diálogo que temos fortalecido nossa pré-candidatura", diz Edivaldo
Pesquisa Escutec: Edivaldo se mantém em segundo na disputa para o governo
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz