Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

“Roseana não tem preocupação com investigação”, diz advogado

 Estadão

O advogado da
ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB) afirmou que os precatórios
pagos à Construtora Constran não ‘furaram fila’. Em delação premiada à Polícia
Federal, o doleiro Alberto Youssef, principal alvo da Operação Lava Jato,
afirmou que pagou, em 2013, propina de R$ 3 milhões para João Abreu, então
chefe da Casa Civil do governo Roseana para viabilizar o pagamento de um
precatório de R$ 113 milhões da empreiteira.

“Eu acredito que a
história surgiu muito antes do embate político local. O que acontece nessas
delações muito grandes é que quando você abre a investigação, vai um monte de
gente que não tem nada e tem o nome prejudicado. Ainda mais nesses casos de
delação em que não tem controle, a pessoa fala o que quer, de quem quer, como
quer”, argumenta o criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakaya.

Para liberar o pagamento,
na frente de outros títulos dessa natureza, assessores de confiança de Roseana
teriam cobrado propina. O precatório no valor de R$ 113 milhões seria vendido
por R$ 40 milhões, e o governo do Maranhão participaria da negociação, por meio
de um fundo de investimentos e pagamento de propina.

“Esse precatório não furou
a fila. Ele era o primeiro da fila. Ela não participou em nenhum momento do
pagamento de precatório, nem é função de uma governadora participar. Tudo isso
foi levado pela parte técnica. Tinha sempre a Procuradoria junto e foi uma
questão homologada pelo juiz”, disse Almeida Castro. “Se nesse caminho,
houve alguma coisa irregular, é uma surpresa enorme. Ela acredita que o João é
um cara sério, tanto é que foi secretário da Casa Civil dela, não tem porquê
duvidar dele”, disse o advogado.

Atualmente, Roseana passa
temporada nos Estados Unidos com o marido, os filhos e netos. Ela está fazendo
um curso de inglês com seis meses de duração. Acompanha de forma tranquila o
andamento das investigações, segundo o criminalista.

“Se acontece alguma coisa
no Estado dela, é natural que façam investigação. É claro que é uma coisa
desagradável, mas ela não tem preocupação com investigação”, afirmou.

Na delação, Youssef
afirmou ainda que Adarico Negromonte, irmão do ex-ministro de Cidades Mário
Negromonte, e Rafael Ângulo Lopes – carregadores de malas do esquema
desbaratado na Petrobrás – e uma terceira pessoa levaram duas parcelas de R$
800 mil reais do montante.

O doleiro contou também
que ele mesmo levou outra parcela de R$ 1,4 milhão “o qual ele entregaria na
data em que foi preso”, em um hotel em São Luiz (MA), no dia 17 de março do ano
passado. O doleiro afirmou não saber se João Abreu consultou a então governadora
Roseana Sarney, que deixou de ter direito a foro privilegiado. Youssef diz,
porém, que o chefe da Civil afirmou ser interesse do Estado “pagar essa
dívida”.

Sucessor. Na
terça-feira, 27, a Secretaria de Transparência e Controle do Estado do Maranhão
decidiu interromper o pagamento do superprecatório das empreiteiras do cartel
alvo da Operação Lava Jato. Em ofício à Justiça Federal no Paraná, o órgão
pediu compartilhamento das informações referentes às supostas irregularidades
cometidas pelo governo de Roseana Sarney (PMDB) – que deixou o cargo 21 dias
antes do fim de sua gestão, em dezembro do ano passado alegando problemas de
saúde – “no que diz respeito à irregular quitação de um precatório devido à
empresa UTC/Constran”

Ao autorizar o
compartilhamento dos documentos, o juiz federal Sérgio Moro, que conduz os
processos da Lava Jato, ressaltou que Roseana não desfruta mais de foro
privilegiado. O magistrado afirma ainda que o compartilhamento dos dados poderá
servir tanto ao governo do Maranhão como à Justiça Estadual do Maranhão. Hoje,
o governo do Maranhão, hoje sob gestão de Flávio Dino (PCdoB) – que derrotou
Edison Lobão Filho (PMDB), candidato da família Sarney.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Em sabatina, Braide não nega ser candidato de Bolsonaro
Em Ribamar, atos de campanha de Julinho são inflados por forasteiros 
Rejeição faz prefeito de Codó desistir de tentar a reeleição
Sindicato dos Jornalistas repudia censura em reportagens sobre Covidão de Icatu
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz