Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Relatos sobre lutas sociais no Maranhão marcam entrega do prêmio José Augusto Mochel

O debate
sobre os avanços sociais do estado marcou a noite de homenagens da 7ª Edição do
Prêmio José Augusto Mochel. Ao relembrar a trajetória combativa dos que
receberam a premiação, os homenageados pontuaram a necessidade de continuação
das lutas para estabelecer avanços sociais no estado.
Ao abrir
a cerimônia de premiação, o ex-deputado federal Flávio Dino falou da vida e das
lutas dos homenageados in memorian. “A trajetória das vítimas do
processo da luta democrática e popular devem continuar a ser representadas por
nós, a continuidade de nossas lutas imprime um sentido a tudo e todo o exemplo
que nos foi deixado”, disse Flávio Dino.
Às
vésperas de completar 50 anos desde o Golpe Militar, que entre outras marcas
deixou a opressão, as homenagens póstumas aos líderes camponeses Epaminondas
Gomes de Oliveira e Nonatinho Alves da Silva foram marcadas por emoção e
reconhecimento. Familiares desses maranhenses foram receber a homenagem.
O
presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, avaliou o momento como uma
oportunidade de reavivar os ideais que nortearam a luta pela liberdade no
Maranhão. “É um orgulho para o nosso partido ouvir os relatos de histórias de
vida marcadas pela coerência com os princípios que continuam a nos inspirar
hoje na busca da construção de uma nova realidade social em nosso estado”.
A
representante do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu,
Ângela, relatou que a luta das quebradeiras, tal qual a de outros movimentos
sociais têm em comum a pauta da superação das desigualdades que ainda marcam o
Maranhão.
“Quando
lutamos contra o sistema que expulsa os trabalhadores do campo, em detrimento
da valorização da economia rural, da agricultura familiar, reivindicamos a
mudança na realidade social de cada trabalhador, esteja ele no campo ou não,”
disse Ângela, filha de quebradeira de coco.
Jacó,
militante histórico do PCdoB e homenageado com a 7ª edição do prêmio, afirmou
que este é um momento decisivo na luta da esquerda pela superação das
desigualdades sociais.
“Já
lutamos para ter sindicatos, que os militares e seus comandantes proibiam no
Maranhão. Esse momento é de lutar para mudar esse Maranhão que ainda tem tanta
coisa que precisa melhorar e essa luta dos trabalhadores está representada hoje
pelo Flávio Dino,” disse.
Outras
personalidades maranhenses também foram homenageadas no evento, entre elas, o
jornalista Aldionor Salgado, o ex-deputado Julião Amim, a advogada e militante
dos direitos humanos Josiane Gamba e o bispo de Imperatriz Dom Gilberto
Pastana.
A
cerimônia de entrega das premiações coteve a participação dos deputados
estaduais Othelino Neto, Raimundo Cutrim (PCdoB), Rubens Pereira Jr (PCdoB),
Bira do Pindaré (PCdoB) e Simplício Araújo (SDD). Gerson Pinheiro, Elba Mochel
(viúva de Augusto Mochel), Francisco Gonçalves, Rose Salles e Wagner Lago
também prestaram homenagens aos escolhidos para a premiação.
No
discurso de encerramento, Flávio Dino lembrou que a trajetória de todos os
homenageados representa um arco da história que deverá acompanhar as lutas
futuras de todos que desejam um Maranhão melhor.
Dino
afirmou que a reunião anual, nos meses de dezembro, faz que com os
representantes das lutas sociais no Maranhão reflitam sobre o passado, com os
olhos para o futuro: “Homens e mulheres que fizeram a luta pelos trabalhadores
vem aqui e narram tantas histórias de combates pelo bem. São essas pessoas que
queremos reunir pela mudança no Maranhão,” finalizou.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Rádio

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Igor Diniz começa campanha com caminhada em Bequimão
Apoiadores de Rubens Junior dão largada da campanha com grande carreata no domingo (27)
Rubens inicia campanha hoje com carreata gigante que percorrerá do Itaqui-Bacanga à Cidade Operária
Expulsão do senador Roberto Rocha “Asa” é inédita na história do Maranhão
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz