Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

O factoide de Adriano Sarney com a Lei de Responsabilidade Fiscal

O deputado estadual Adriano Sarney (PV), líder da oposição e mais legítimo representante da oligarquia que mandou e desmandou no Maranhão ao longo de quase cinco décadas, mais uma vez subiu a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (15), para difundir mais um factoide. Desta vez, Adriano deturpou informações do boletim de finanças do Tesouro Nacional as quais ele afirma que comprovam que o Governo do Maranhão extrapolou o limite de gastos com o pessoal.

O parlamentar, neto do ex-senador José Sarney, pelo visto aprendeu divulgar fake News ainda no berço com o avô, que usou os veículos de comunicação do Sistema Mirante em 1994 para anunciar um suposto sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Raimundo dos Reis Pacheco, que havia se envolvido num acidente automobilístico no qual faleceu o sogro do então candidato a governador Epitácio Cafeteira, o vereador Hilton Rodrigues. Tudo mentira para enganar o eleitor em plena reta final da campanha daquele ano. Ainda assim perdeu e tomou o mandato de Cafeteira no tapetão do TRE-MA.

Agora, Adriano quer que a população engula mais essa mentira da oposição de que o Governo do Estado teria extrapolado o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que estabelece um percentual de comprometimento de até 60 por cento da receita com folha de pagamento. O parlamentar seria mais honesto se dissesse que o Maranhão foi incluído na lista não por conta do Poder Executivo e sim pelos gastos excessivos dos outros Poderes, entre os quais o judiciário.

O líder da oposição, na ânsia de atingir o governador Flávio Dino de qualquer forma, falta com a verdade ao afirmar que a folha de pagamento do governo estaria comprometendo hoje 60,22% da receita corrente líquida do Estado, o que não é verdade. No Maranhão, o Poder Executivo sozinho não estoura a LRF já que aparece com apenas 56,51% dos gastos com a folha e isso fica bem claro no relatório.

O problema no estado são os outros Poderes, como o Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas e o Ministério Público, que estão todos acima do limite máximo permitido. Por isso o Maranhão aparece acima de 60% no relatório geral. Mas para politizar os dados divulgados pelo Tesouro Nacional, a oposição joga tudo na conta do governador Flávio Dino. Como sempre.

1 Comentário

  1. Thiago disse:

    Parabéns pela coragem do deputado Adriano, apesar de toda mídia comunista, incluindo este blog, afirmar que ele está errado sobre o tema. A meu ver fica clara a urgência de se fazer uma política séria em nosso estado. Temos que parar de ficar enganando a população, adotar medidas concretas e mostrar a verdade contábil com seriedade.

Deixe o seu comentário!

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz