Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Neutro na disputa do Senado, Edivaldo mantém coerência ao cuidar apenas de sua eleição

O senador Roberto Rocha oficializou sua candidatura à reeleição em convenção do PTB, se constituindo assim no principal adversário do ex-governador Flávio Dino (PSB), mas não contará com o apoio do ex-prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Junior, candidato ao governo do estado pelo PSD. Edivaldo estará focado cem por cento na eleição de governador.

Embora o presidente estadual do partido, deputado federal Edilázio Júnior, tenha manifestado apoio à reeleição do senador do PTB, aliado fiel do presidente Jair Bolsonaro, Edivaldo manteve sua postura de neutralidade, de não se envolver na disputa e focar unicamente na eleição de governador.

Edivaldo tem falado aos mais próximos e até publicamente que deseja cuidar apenas de sua campanha de governador, embora respeite a decisão do presidente do partido de manifestar apoio e até se engajar na campanha de Roberto, mas se manterá neutro.

O ex-prefeito da capital, bem avaliado em suas duas gestões, tomou esta decisão desde que foi convidado pelo presidente nacional do PSD, ex-ministro Gilberto Kassab e mantém essa postura. Para evitar qualquer vinculação de seu nome com a eleição para o Senado, só compareceu a convenção da legenda, após Roberto Rocha deixar o local do evento.

Edivaldo mantém respeito e admiração pelo ex-governador Flávio Dino e não vê motivos para se posicionar contra sua candidatura ao Senado. Por outro lado, seu partido resolveu declarar apoio a Roberto Rocha, então nada mais coerente de que manter sua posição de neutralidade e continuar focado unicamente em sua campanha de governador.

Ao contrário do que fez o presidente do PSC, deputado Aluísio Mendes, que ameaçou expulsar o candidato Lahesio Bonfim do partido, caso mantivesse apoio ao Pastor Bel ao Senado, o presidente do PSD, que manifestou apoio a Roberto Rocha, resolveu acatar a decisão de Edivaldo e deixa-lo livre para se manter focado apenas em sua campanha de governador.

E Edivaldo deixou bem claro que sua posição é irreversível. Portanto, Rocha terá que se virar com os apoios de Josimar de Maranhãozinho e Weverton Rocha e Bolsonaro em seu projeto de tentar evitar a eleição de Flávio Dino, hoje o principal objetivo do presidente da República no Maranhão.

N entrevista que deu à TV Mirante esta semana, Edivaldo reafirmou sua convicção de manter neutralidade na disputa para o Senado e até adiantou qual será o foco de sua mensagem durante a campanha: “manter o que está indo bem, mas corrigi o que está indo mal e fazer pelo Maranhão aquilo que nunca foi feito”. O ex-prefeito quer colocar sua experiência a serviço do estado e dos maranhenses.

Político tem que ter coerência e isso o candidato do PSD ao governo mostrou que tem.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Edivaldo em segundo lugar na disputa para o Governo do Maranhão, aponta pesquisa Percent
Tá chegando a hora da verdade; todo cuidado é pouco na hora de definir o voto para governador
Movimento direitista confirma vinda de Bolsonaro ao Maranhão
Citado em escândalos de corrupção, Roberto Rocha é o único candidato ao Senado sob suspeita da Justiça
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz