Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Disputa entre candidatos ao governo provoca tensão no legislativo

A sucessão estadual vem provocando acirrada disputa entre os pré-candidatos Carlos Brandão (de mudança do PSDB para PSB) e Weverton Rocha (PDT) por posições na Assembleia Legislativa. Além da divergência provocada pela composição das comissões permanentes da Casa, o que motivou a apresentação de recurso assinado por 23 dos 42 parlamentares aliados do vice-governador contra decisão da Mesa Diretora no processo de escolha do novo presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), agora foi a vez do presidente do PP, deputado federal André Fufuca, destituir da liderança do partido o deputado Ciro Neto, que declarou apoio ao senador do PDT, pela deputada Thaiza Hortegal, que segue Brandão.

A queda de braço entre Brandão e Weverton por fortalecimento dos seus projetos deixou os muros do Palácio dos Leões e ganhou novas proporções tendo como cenário desta vez o legislativo estadual, onde é visível o racha e animosidade entre antigos aliados que atuaram em bloco em defesa do Governo Flávio Dino ao longo dos último sete anos e agora se encontram em lados opostos e dispostos ao enfrentamento. Parlamentares ligados a Carlos Brandão não aceitam a entrega da CCJ para o deputado Márcio Honaiser, pedetista histórico e apoiador do senador do PDT, por temer manobras que posam atrapalhar ou prejudicar o governo de Brandão, mas enfrentam resistência da Mesa Diretora da Casa, presidida pelo deputado Othelino Neto (de saída do PCdoB para o PDT).

E por conta da luta política que ocorre no parlamento estadual, o deputado Ciro Neto, que apoia o pré-candidato Weverton, foi destituído da liderança da legenda, num claro indicativo de que o PP já se definiu e não alimenta mais qualquer esperança dos pedetistas contar com a sigla no palanque, o que significa outro revés na luta por ampliar o seu leque da aliança. Até o partido Republicano, que acaba de confirmar apoio a Weverton, vê deputados declarando apoio a Brandão, a exemplo de Ariston e Fábio Macedo.

Na corrida ao Palácio dos Leões, o pedetista perde fôlego diante da conjuntura que se apresenta para as eleições de outubro próximo. Alimentou o sonho de contar com o ex-presidente Lula e com o governador Flávio Dino, mas só restou a ele espernear após a confirmação do apoio de Dino a Brandão e ainda viu o PT do estado abraçar a pré-candidatura do vice-governador. No plenário da Assembleia, o deputado Zé Inácio se tornou vice-líder do governo, sendo um dos signatários do requerimento em que o grupo ligado ao governo pede a revogação da decisão que entregou a CCJ ao aliado de Weverton Rocha.

A refrega entre brandonista e wevertistas já começa interferir nas decisões em plenário. Na sessão desta quinta-feira, a bancada governista obstruiu a votação de projetos como forma de pressionar a Mesa Diretora a colocar para deliberação os requerimentos que pedem a anulação dos atos que formalizaram Honaiser como presidente da CCJ. A posição dos que discordam e não aceitam o pedetista no comando da comissão deve endurecer na próxima semana quando os parlamentares devem voltar a debater o assunto.

A tensão é grande e já gerou até ameaça de cassação de mandato. O vice-presidente da Assembleia, deputado Glalbert Cutrim (PDT), em meio a acalorada discussão com o líder do governo, deputado Rafael, que continua filiado ao PDT, mas deve mudar de legenda na abertura da janela partidária em março, ameaçou solicitar expulsão de Rafael do partido por infidelidade, o que só fez elevar a temperatura em plenário.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Desempenho pífio de Roseana Sarney afunda o MDB no Maranhão
Weverton Rocha tem derrota humilhante; campanha ostentação não vingou
Edivaldo em segundo lugar na disputa para o Governo do Maranhão, aponta pesquisa Percent
Núbia Dutra é vítima de Fake News; candidatura de deputada federal já foi deferida
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz