Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Candidatura de Camarão vai depender da tática eleitoral do PT para 2022

Lançado pré-candidato ao governo do estado por uma ala do PT, tendo a frente os secretários Chico Gonçalves e Luís Henrique Lula da Silva, Felipe Camarão entrou com desenvoltura na pré-campanha, mas a confirmação do seu nome na corrida ao Palácio dos Leões ainda depende da tática eleitoral que será definida no encontro estadual do partido.

Previsto para acontecer entre março e abril de 2022, o encontro vai decidir se o PT lança candidatura própria ou se fará coligação majoritária com outro partido. Caso prevaleça a primeira opção, Camarão deverá confirmado, porém, se os petistas acharem mais conveniente compor aliança, restará saber com quem, já que a concorrência é grande e envolve os dois principais pré-candidatos do grupo governista: Carlos Brandão (PSDB) e Weverton Rocha (PDT).

Setores do petismo consideram remota as chances da legenda disputar a eleição para o governo com candidato próprio e acreditam que essa possibilidade depende da estratégia eleitoral que a executiva nacional definirá para os estados, levando em consideração que a prioridade é a eleição de Lula para presidente da República. Neste caso, acreditam as fontes do blog, a preferência será compor com o nome apoiado pelo governador Flávio Dino (PSB).

Como nada no PT acontece sem o aval direção nacional, que avocou para si a decisão sobre eleições estaduais, o jovem carismático secretário de Educação para ter sua candidatura confirmada vai depender do sinal verde da cúpula petista, que até o momento não se manifestou e analisa com lupa a situação em cada estado antes de bater o martelo, sendo que no Maranhão integra o governo e possui muita afinidade com o governador.

Não é segredo para ninguém ligado nos bastidores da sucessão a preferência da direção estadual por uma aliança com o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), mas é fato que existe setores defendendo aliança com o candidato do PDT, assim como aqueles que preferem ver o partido disputando com nome próprio, no caso Felipe Camarão.

É importante destacar, no entanto, que manifesto de desejo de petistas, seja de que ala ou corrente que for, em período pré-eleitoral, vale muito pouco, pois quem bate o martelo é a executiva nacional, como vem ocorrendo desde de 2010 quando o encontro estadual do partido decidiu pela candidatura de Flávio Dino, sofreu intervenção e foi colocado no palanque de Roseana Sarney (MDB).

Por conta dos antecedentes é que os petistas do Maranhão deverão se posicionar alinhados com o pensamento da direção nacional, que ainda não disse o que pretende no Estado que passará a ser governado por Carlos Brandão a partir de abril de 2022, admiradador de Lula e propenso a montar palanque para o petista.

Ainda tem água para rolar debaixo dessa ponte.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Investigação da PF representa duro golpe nas pretensões de Maranhãozinho para 2022
Presidente do PT garante pré-candidatura de Camarão até o encontro estadual
Partidos começam esvaziar pré-candidatura de Weverton; Cidadania puxa a fila
"É com diálogo que temos fortalecido nossa pré-candidatura", diz Edivaldo
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz