Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

A coisa está ficando feia para Weverton “meu preto”; candidato derrapa na reta final

O candidato do PDT ao Governo do Maranhão, Weverton Rocha, que chegou a liderar as pesquisas no início da pré-campanha chega na reta final com alguns institutos apontando a possibilidade de ficar em quarto lugar na corrida ao Palácio dos Leões.

Faltando apenas dois dias para o primeiro turno do pleito, o senador pedetista apresenta cada vez mais sintomas de desidratação e evidências de que seu projeto político tende fracassar, pois não tem a simpatia do eleitorado, que vem se manifestando através das pesquisas.

Segundo o último levantamento do Instituto Econométrica, divulgado na terça-feira (27), o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Bonfim ultrapassou Weverton, que caiu para terceiro lugar na sondagem sobre intenção de voto.

Também na terça-feira o Instituto Percent Brasil encontrou um resultado ainda mais preocupante para o pedetista: o ex-prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Junior (PSD) assumiu a segunda colocação, ultrapassando Lahesio e rebaixando o senador para a quarto lugar.

Para quem já liderou o processo eleitoral chegar às vésperas da eleição derretendo feito picolé e sem força para reagir é um péssimo sinal, ou melhor, revela a rejeição de um político que, embora com pouca idade, possui histórico nada recomendável para quem pretende governar o estado.

Logo no início da campanha, quando se lançou candidato a governador após ser rejeitado no grupo do governador Flávio Dino (PSB), que fez opção por Carlos Brandão (PSB), Weverton se apresentou montado num foguete, segundo ele, sem marcha ré, mas foi alertado que poderia explodir ou não decolar por falta de combustível, o que, pelo visto, está acontecendo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Buscar

Mais Lidas

Weverton Rocha usou 19 "laranjas" para destinar 32 indicações de emendas do orçamento secreto
Após denúncia de fraude e nepotismo, Braide toma atitude e promove limpa na SEMCAS
Mercadante: “Bolsonaro quebrou o estado brasileiro e a Educação talvez seja a herança social mais pesada”
Senadores do Maranhão ajudaram aprovar a PEC da Transição
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz