12 de dezembro de 2012

Redação: (98) 98205-4499

12/12/2012 -

Jorge Vieira -

Comente

Vereador tem empresa chamada “Flagrante Delito”

O Ministério Público Eleitoral e o Tribunal
Regional Eleitoral do Maranhão precisam se manifestar, com a máxima urgência,
sobre a denúncia de que o vereador eleito Beto Castro falsificou documentos
para poder ser candidato pelo PRTB.

Castro poderá ser diplomado na solenidade marcada
pelo TRE para o dia 18 próximo, mas terá de dar ainda muitas explicações sobre
sua vida pregressa, pois é acusado de aplicar golpes na praça usando identidade
e CPF falsos.

Além dos documentos em duplicidade, Beto Castro
parece zombar de todos até na denominação das empresas supostamente usadas para
aplicação de atos delituosos, como é o caso HK Comércio e Serviços LTDA,
inscrita da Receita Federal com o nome de fantasia “Flagrante Delitro”.   

A empresa, acusada de comprar e não pagar, seria
especializada no comércio de veículos e possui cheques protestados.

Identidade falsa do vereador eleito Beto Castro
Além dos problemas no comércio local, o blog
recebeu uma cópia da segunda identidade de Beto Castro. Ele se registrou no TRE
como sendo Werbeth Macedo Castro, mas quando foi preso em 2008 por está de
posse de um carro clonado se identificou como Werbeth Machado Castro.

O nome de batismo do vereador eleito, nascido em
1979, é Werbeth Macedo Castro, mas nas enroladas em se metia apresentava a
identidade de Werbeth Machado Castro.

Beto Castro foi, no caso do carro roubado em 2008,
em virtude de transação penal, foi obrigado a pagar cestas básicas e comparecer
todos os meses na 6ª Vara Criminal da capital para comprovar a quitação da
pendência judicial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina