“Vamos fazer barba, cabelo e bigode”, diz Othelino sobre eleições 2018 – Jorge Vieira

14 de junho de 2018

Redação: (98) 98205-4499

14/06/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

“Vamos fazer barba, cabelo e bigode”, diz Othelino sobre eleições 2018

Othelino Neto, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, em conversa com jornalistas nesta manhã de quinta-feira, aos responder pergunta sobre as eleições que se aproximam, foi firme ao afirmar: “Vamos fazer barba, cabelo e bigode, vamos reeleger o governador e os dois senadores”.

Segundo a avaliação do presidente do legislativo estadual, a aliança que apoiará a reeleição do governador possui ainda potencial para eleger entre 30 e 32 deputados estaduais, ficando as dez ou doze cadeiras restantes para serem disputadas pelas demais coligações e partidos que vão disputar isolados.

Para Othelino Neto é bom para o Maranhão que o governador faça o maior número possível de aliados no Poder Legislativo. “É fato que o governador Flávio Dino é o candidato que possui o maior número de partidos, o que permitirá a ele uma quantidade maior de candidatos a federal e estadual, mas também terá tempo maior na televisão, bem, maior que seus adversários”, observou.

Quanto a questão nacional influir na sucessão estadual, advertiu que “aqui no Maranhão está muito claro quem representa o campo das esquerdas e quem representa o campo liderado pelo presidente Temer”.

Quanto a competitividade dos adversários do governador, Othelino disse que a adversária mais competitiva, de saída, é a ex-governadora Roseana Sarney, mesmo tendo com ela apenas três partidos (MDB, PSD e PV) mais alguns partidos considerados pequenos, mas que em termo de tempo de televisão estarão com ela.

Chapão – Conforme o presidente da Assembleia, os maiores partidos da aliança dinista devem se juntar num chapão (PDT,DEM,PR,PRB,, PSB, PTC, PP e PCdoB). “Acho que estes partidos estarão numa chapa só, outros partidos da aliança também se juntarão ou sairão isolados, mas creio que esse grupo principal em termos de representação na Assembleia Legislativa fará o chapão, mas pode ser que tenha uma ou duas coligações na proporcional dentro da aliança”.

O dirigente do legislativo acredita que coligação elegerá os dois senadores. “Se olharmos para traz, os dois senadores se elegem juntos. Nós temos para o Senado dois quadros políticos bons, o deputado Weverto Rocha inclusive é o líder da oposição ao governo Temer, na Câmara, tem tido posturas importantes, desde ter votado contra o impeachment da presidente Dilma até votar contra a Reforma Trabalhista e fazer vários discursos contra a Reforma da Previdência. Já a deputada Eliziane é nossa segunda candidata e aparece bem posicionada nas pesquisas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina