19 de outubro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

19/10/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Uso de dinheiro público na Fundação Sarney ganha repercussão nacional

Como já era esperado, repercutiu de forma negativa, na mídia nacional, a aprovação do projeto de lei, de autoria da governadora Roseana Sarney, que transfere para o Estado do Maranhão os custos da Fundação José Sarney.  
Os grandes jornais que possuem sites na internet, como Estadão, Folha e demais portais de notícias deram destaque à aprovação da lei que, na prática, “estatiza” a Fundação José Sarney.
As matérias  informam a aprovação do projeto pela Assembleia Legislativa por uma maioria de 24 votos dos 32 deputados presentes em plenário, deixando para o leitor tirar suas próprias conclusões.
A Folha.com publicou a seguinte manchete: “Assembleia Legislativa aprova “estatização” da Fundação Sarney.
Na mesma linha, Estadão.com publicou em destaque: “Deputados aprovam estatização da Fundação José Sarney”.
Nos portais de informação, a decisão dos deputados governistas também mereceu destaque.O portal Terra repercutiu a publicação do Estadão.
“Estado assumirá Fundação José Sarney”, publicou o IG, alertando que “o dinheiro será usado para preservar documentos, cuidar da estátua e manter o túmulo do ex-presidente”.
Lamentavelmente, mas uma vez o Estado está sendo motivo de gozação nacional por conta do ato imoral da governadora Roseana Sarney
O pior de tudo é saber que a população maranhense está a mercê desta Assembleia Legislativa, dominada por gente sem nenhum compromisso com o Estado, que só serve para pactuar com as imoralidade de um governo comprovadamente corrupto.
Mas também esperar o que de uma Assembleia que teve que mudar seu regimento interno para permitir que um suplente pudesse assumir a presidência da Comissão de Constituição e Justiça, sem ter a menor noção de Direito ou civilidade, simplesmente por ser um pau mandado da oligarquia? Infelizmente nada, ou melhor só vexame.     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina