13 de setembro de 2018

Redação: (98) 98205-4499

13/09/2018 -

Jorge Vieira -

0

Roseana Sarney e o festival de mentiras na TV Mirante

A entrevista da candidata Roseana Sarney (MDB) na TV Mirante, no final da manhã desta quinta-feira (13), seria trágica se não fosse cômica. A candidata da oligarquia transformou o espaço que seria para apresentação de propostas num festival de mentiras, provavelmente apostando numa suposta falta de memória da população.

Bem a vontade em seu império de comunicação e contando com a benevolência dos “entrevistadores”, Roseana se danou a mentir. A primeira delas foi ter falado que seu governo melhorou o IDEB, quando levantamentos feitos pelo Ministério da Educação  mostram que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica no governo Roseana caiu.

Para se ter uma ideia real da cara de pau de candidata do grupo Sarney, conforme o Ministério da Educação, o governo de Jackson Lago deixou um IDEB em 3.0. Após o governador pedetista ser cassado num golpe judicial orquestrado pelo pai da candidata nos porões do TSE, Roseana assumiu o comando do Estado e ao final de sua gestão a nota caiu para 2,8, voltando a subir 3,1 e depois para 3,4 já no governo Dino.

A candidata parece que foi acometida de um surto de realizações fantasmas. Sem a menor cerimônia, Roseana Sarney disse que deixou  sete centros de hemodiálise preparados,  o que não passa de inverdade. A grande obra da gestão da filha de Sarney foi deixar esqueletos de construção e projetos com erros graves, que não permitiriam a execução dos trabalhos e nem o recebimento de verba federal.

Entre as mentiras mais cabeludas, ela contou que fez um presídio de alta segurança, quando todos nós sabemos que Roseana não construir nenhum presídio deste porte. A licitação para a construção do presídio de saegurança só aconteceu em 2017 quando ela já estava bem longe do governo.

Para completar, a candidata que durante seu último governo forças federais tiveram que intervir por conta da repercussão mundial das atrocidades cometidas na Penitenciária de Pedrinhas, onde presos eram esquartejados e as cabeças jogadas por cima dos muros, ainda teve a coragem de dizer o Maranhão é um estado inseguro.

E teve mais: Roseana Sarney que nunca se importou com a educação, ao ponto de permitir que crianças estudasse em escolas de taipa, palha, sem banheiros ou merenda escolar e os professores viviam desmotivados ainda disse que “aqui não se paga o maior salário do Brasil para professor”.

Se a filha de Sarney, que governou o Maranhão em quatro mandatos, tivesse o habito de se informar antes de falar besteira teria observado que dados oficiais mostram que o Maranhão paga a maior remuneração do país para professores com licenciatura plena e jornada de 40 horas: R$ 5.750,83. Já as escolas de barros que ela deixou, o atual governo transformou em escolas dignas ou de tempo integral.

 

1 comment on “Roseana Sarney e o festival de mentiras na TV Mirante”

  1. Tibiriçá Vieira de Sousa Filho disse:

    Só presta pra mentir é muita cara de pau quando ela fala a voz fica tremula o nariz cresce fala que deixou milhões nos cofres do governo é muito sínica o governador tem que desmascarar ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina