4 de maio de 2015

Redação: (98) 98205-4499

04/05/2015 -

Jorge Vieira -

Comente

Cafeteira contesta críticas ao Governo e cobra explicações de Andrea Murad sobre helicóptero


 

O líder do governo na Assembleia Legislativa,
deputado Rogério Cafeteira (PSC), num contundente pronunciamento, nesta tarde
de segunda-feira (04), questionou as constantes acusações feitas pela deputada
Andrea Murad (PMDB) contra o Governo do Estado.

Rogério Cafeteira iniciou rebatendo a acusação de
Andrea Murad sobre o fato ocorrido no Hospital Macrorregional de Coroatá
Alexandre Mamede Trovão, no último dia 18, quando quatro pacientes vieram a
óbito. Segundo o deputado, todos os esclarecimentos serão prestados pelo
Governo do Estado, e lembrou que a atual gestão é totalmente comprometida com o
povo maranhense e que, por isso, não deixará passar nenhuma falha e tomará as
providências que forem necessárias.

Em seguida, Rogério voltou a questionar o
posicionamento de Andrea Murad ao negar que tenha usado helicóptero que
prestava serviço para a Secretaria de Saúde, sob a gestão de seu pai Ricardo
Murad, enquanto fazia campanha pelo interior do Estado.  Em seu discurso,
minutos antes da palavra de Rogério, a deputada havia negado que estivesse na
aeronave que sofreu pane e precisou fazer pouso forçado em fazenda no interior
do Estado. Rogério leu notícia veiculada no portal Imirante que publicou o
fato, e pediu novamente que as explicações fossem dadas pela parlamentar.

Outro ponto tratado no discurso de Rogério
Cafeteira foi o fato de Andrea ter mencionado que o Jornal O Imparcial se
apequenou e se agachou para o Governo. Andrea acusou O Imparcial de “ter mostrado
o seu lado governista” ao colocar seu colega de oposição, o deputado Edilázio
Júnior, como manchete da edição de domingo (3). Para Andrea, O Imparcial
colocou uma mentira, um fato inverídico. Rogério se solidarizou com o veículo e
destacou que a imprensa é livre e lamentou as críticas descabidas e a falta de
respeito da deputada.

O deputado finalizou lembrando que ao contrário do
que a oposição havia dito, o contrato do governo com a empresa PMR foi auditado
e condenado ainda no governo Roseana, ao contrário do que falara minutos antes
Andrea Murad, ao dizer que o atual governo era responsável pela auditoria.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina