Reunião no Ministério do Trabalho pode ter sacramentado candidatura de Edivaldo Holanda Júnior a prefeito de São Luís – Jorge Vieira

9 de agosto de 2011

Redação: (98) 98205-4499

09/08/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Reunião no Ministério do Trabalho pode ter sacramentado candidatura de Edivaldo Holanda Júnior a prefeito de São Luís

Uma reunião realizada no Ministério do Trabalho semana passada e da qual participaram o ministro Carlos Lupi (PDT), o presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB), o deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e o ex-líder do governo Jackson Lago na Assembleia Legislativa, deputado Edivaldo Holanda (PTC), pode ter sacramentado a candidatura de Edivaldo Júnior a prefeito de São Luís pelo partido do ex-governador Leonel Brizola.
Segundo uma fonte fidedigna do blog, Flávio Dino afirmou na reunião que não será candidato a prefeito de São Luís e que apoiará a candidatura de Edivaldo Holanda Júnior desde que receba seu apoio em 2014 quando pretende se candidatar ao governo do Estado. Júnior concordou.
O acordo foi sacramentado com as bênçãos do ministro Lupi, mas ainda depende da filiação de Edivaldo Júnior ao PDT para quer seja efetivado. Não foi discutido quem será o vice, o que deverá acontecer em outro momento.   
O ex-lider do governo Jackson Lago, segundo relato da fonte, ficou muito animado com o convite do ministro e com a decisão de Flávio Dino apoiar a candidatura de Júnior a prefeito de São Luís. Edivaldo Holanda disse no encontro esperar que seu filho seja bem recebido no PDT maranhense.  
Apesar da animação, Holanda tem demonstrado preocupação com os problemas internos no PDT, onde uma ala apóia o lançamento de candidato próprio, enquanto os comandados de Clodomir Paz defendem a permanência na aliança com o prefeito João Castelo, político atualmente rompido com o PTC.
Holanda informou aos interlocutores que o rompimento com o prefeito é definitivo e que não há possibilidade do PTC compor aliança com o PSDB em São Luís. Diante deste quadro, agora é esperar pelo desenrolar da articulação.
Se Edivaldo Holanda Júnior se filiar ao PDT é para ser candidato a prefeito do maior colégio eleitoral do Estado, numa ampla aliança com os partidos do campo da oposição. Será, portanto, o embrião do grande projeto 2014, com Flávio Dino candidato a governador.       

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina